The environmental education with a transdisciplinary perspective in the context of the Brazilian legislation

Fernanda Beatryz Rolim Tavares, Fernando Chagas de Figueiredo Sousa, Vanessa Érica da Silva Santos

Abstract


The Brazilian legislation deals with the implication of a country in relation to Environmental Education, as an essential and permanent component of national education, and must be present at all levels and forms of educational process, both formal and non-formal. It should not be portrayed as a discipline, but an integrated educational practice that should be used as a whole. The present study is presented in an interdisciplinary and environmental way as a transdisciplinary perspective with the Environmental Management Systems, considering the context of the Brazilian legislation. Emphasis is placed on the importance of environmental management issues, transdisciplinarity with auxiliary assistance, as well as a working environment for environmental awareness. The work was developed through bibliographical research, with the purpose of obtaining information on Environmental Education. You may be able to evaluate the ability to behave as an efficient and environmental control tool whenever it works with concepts, values and behaviors as a whole, while at the same time other control instruments can contribute to the construction of a society with priority and balance of the whole environment.


Keywords


Environmental education; Sustainability; Transdisciplinarity; Environmental management.

References


ADAMS, B. G. A importância da lei 9.795/99 e das diretrizes curriculares nacionais da educação ambiental para docentes. Monografias Ambientais, REMOA/ UFSM, 2012.

ALCÂNTARA et al., v(5), n°5, p. 734 - 740, 2012. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental REGET/UFSM.

BRASIL. Lei Nº 6.938, de 31 de Agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L6938.htm> Acesso em: 17/06/2018.

BRASIL. Lei n. 9795 - 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental. Política Nacional de Educação Ambiental. Brasília, 1999.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988. p.292.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. Educação ambiental: Formação do sujeito ecológico. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

CASTRO, Ronaldo Souza de. A construção de conceitos científicos: uma contribuição para a educação ambiental. In: XXII Encontro Nacional de Professores do PROEPRE, 2004, Águas de Lindóia. XXI Encontro Nacional de Professores do PROEPRE, 2004.

CERQUEIRA, W. A Educação Ambiental na Sala de Aula. Disponível em: http://educador.brasilescola.uol.com.br/estrategias-ensino/a-educacao-ambiental-na-sala-aula.htm Acesso em: 10/07/2018.

FLORIANO, Eduardo Pagel. Políticas de gestão ambiental, 3ed. Santa Maria: UFSM-DCF, 2007.

GIL. Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo : Atlas, 2008.

GUIMARÃES, M. Políticas de Educação Ambiental do Órgão Gestor. Vamos cuidar do Brasil: Conceitos e Práticas em Educação Ambiental. [Coordenação: Soraia Silva de Mello, Rachel Trajber]. – Brasília: Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental: UNESCO, 2007.

HARGREAVES, Andy; FINK, Dean 2007. Liderança sustentável. Porto: Porto Editora, 2007.

Layrargues, P. P. Muito Além da Natureza: Educação Ambiental e Reprodução Social. In: Loureiro, C.F.B.; Layrargues, p.P. & Castro, R.C. De (Orgs.) Pensamento complexo, dialética e educação ambiental. São Paulo: Cortez. p. 72-103. 2006.

LAYRARGUES, P.P. A crise ambiental e suas implicações na educação. In: QUINTAS, J.S. (Org.) Pensando e praticando a educação ambiental na gestão do meio ambiente. 2 a edição. Brasília: IBAMA. p. 159-196. 2002.

MACHADO, P.A.L. Direito Ambiental Brasileiro. 19ª edição, revista, atualizada e ampliada. São Paulo: Malheiros Editores, 2011.

MEDINA, N. M. A formação dos professores em Educação Ambiental. In: Panorama da educação ambiental no ensino fundamental / Secretaria de Educação Fundamental – Brasília : MEC ; SEF, 2001.

MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos. Verbete mediação pedagógica. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 2001. Disponível em: . Acesso em: 10 de jul. 2018.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. RESOLUÇÃO Nº 2, DE 15 DE JUNHO DE 2012. “Estabelece as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental.” Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=10988-rcp002-12-pdf&category_slug=maio-2012-pdf&Itemid=30192> Acesso em: 10/07/2018.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Identidade da educação ambiental brasileira. Brasília (DF): MMA, 2004. Disponível em: http://www.mma.gov.br/estruturas/educamb/_arquivos/livro_ieab.pdf.Acesso em: 13/07/2018.

PEREIRA, Pedro Henrique Santana; TERZI, Alex M.. Aspectos gerais da Lei de Educação Ambiental e a problemática da transversalidade em sua aplicação nas escolas. In: Âmbito Jurídico, Rio Grande, XIII, n. 75, abr 2010. Disponível em: . Acesso em 10/07/2018.

QUINTAS, J.S. Repensar a educação ambiental: um olhar crítico/ Carlos Frederico Bernardo Loureiro, Philippe Pomier Layrargues, Ronaldo Souza de Castro (orgs). – São Paulo: Cortez, 2009.

Resolução CONAMA Nº 306/2002 . "Estabelece os requisitos mínimos e o termo de referência para realização de auditorias ambientais". - Data da legislação: 05/07/2002 - Publicação DOU nº 138, de 19/07/2002, págs. 75-76 . Status: Alterada pela Resolução nº 381, de 2006.

Sabbagh, R.B. Gestão Ambiental. Cadernos de Educação ambiental. Governo do Estado De São Paulo. Secretaria do Meio Ambiente São Paulo – 2011.

SANTANA, A.L. Transdisciplinaridade. Infoescola-Educação. Disponível em: . Acesso em: 10/07/2018.

SEVERINO.Antonio Joaquim. : Metodologia do Trabalho Científico. 23ªedição: revista e atualizada .São Paulo: Cortez,2008.

SILVA, D. G. A importância da educação ambiental para a sustentabilidade. FAFIPA, São Joaquim – PR. 2012 Disponível em: . Acesso em: 10/07/2018.

SILVA, M. R.; PESSOA, Z. S. Educação como instrumento de gestão ambiental numa perspectiva transdisciplinar. IN: NUCLEO RM NATAL: OBSERVATORIO DAS METROPÓLES. Natal – UFRN, 2013

SILVA, D.J.P. ENTENDENDO A ISO 14000. Série Sistema de Gestão Ambiental. Universidade Federal de Viçosa Departamento de Tecnologia de Alimentos Ciência e Tecnologia de Alimentos. Viçosa-MG/Janeiro/2011.

Sorrentino,M; Trajber,R. Políticas de Educação Ambiental do Órgão Gestor. Vamos cuidar do Brasil: Conceitos e Práticas em Educação Ambiental. [Coordenação: Soraia Silva de Mello, Rachel Trajber]. – Brasília: Ministério da Educação, Coordenação Geral de Educação Ambiental: Ministério do Meio Ambiente, Departamento de Educação Ambiental : UNESCO, 2007.

VIRGENS, R.A. A Educação Ambiental no Ambiente Escolar. Universidade de Brasília, UNB. Brasília, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v7i12.478

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356