Estudo da Viabilidade da Aplicação da Energia Geotérmica como Fonte Complementar da Matriz Energética do Estado do Mato Grosso

Fernando Henrique Camargo, Thales Henrique Resende Silveira, Ricardo Shitsuka, Priscilla Chantal Duarte Silva

Resumen


O mundo precisa de energia para prosseguir no seu desenvolvimento. Uma das fontes mais promissoras é a energia geotérmica que é estável e não depende de condições climáticas. O Brasil tem um potencial para exploração desta energia. O objetivo do presente artigo é apresentar uma análise de viabilidade de implementação da matriz energética do estado do Mato Grosso por meio da implantação de usinas Geotérmicas, evitando bruscas oscilações no fornecimento. Realiza-se uma pesquisa documental de fonte indireta na qual se levanta dados  e informações sobre o potencial do emprego desta energia na região Centro Oeste do Brasil. Os dados apontam para a possibilidade de utilização principalmente no Estado do Mato Grosso e esta fonte energética pode a vir se tornar uma reserva estratégica importante para o país.


Palabras clave


Energias alternativas; Geotermia; Fontes de energia.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


AMARO, R. et al., Perfuração em Rochas Duras: das Tecnologias Convencionais Até o Potencial Uso do Laser. In: IBP 1285_12. Rio Oil & Gas Expo and Conference. Rio de Janeiro, 20 de setembro, 2012. Disponível em: . Acesso em : 26 nov. 2018.

ANJOS, Henrique Vilela Pinto dos. Estimativa do potencial mundial e brasileiro do aproveitamento da energia geotérmica para geração de eletricidade e uso direto. Projeto de Graduação apresentado ao Curso de Engenharia Mecânica da Escola Politécnica, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: . Acesso em: 25 nov. 2018.

ARBOIT, Nathana Karina Swarovsky et al. Potencialidade de utilização da energia geotérmica no Brasil – uma revisão de literatura. Revista do Departamento de Geografia – USP, v. 26, p.155-168. 2013.

BERTO, Rosa Maria Villares; NAKANO, Davi Noboru. A produção científica nos anais do encontro nacional de engenharia de produção: um levantamento de métodos e tipos de pesquisa. Prod., São Paulo, v.9, n.2, p.65-75, 1999. Disponível em:

en&nrm=iso>. Acesso em: 10 nov. 2018. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-65131999000200005.

CALHEIROS, D.F.; ARNDT, E., RODRIGUEZ, O.E.; Silva, M.C.A. 2009. Influências de usinas hidrelétricas no funcionamento hidro-ecológico do Pantanal MatoGrossense - recomendações. Dados eletrônicos (Relatório Embrapa). Corumbá: Embrapa Pantanal.

Disponível em: . Acesso em : 10 nov. 2018.

CASTRO, Rui M. G. Energias renováveis e produção Descentralizada: introdução à energia eólica. Publicado no Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa em 2003. Disponível em:

nemometrica/Material%20de%20Consulta/Livros/Introdu%C3%A7%C3%A3o%20a%20Ene

rgia%20E%C3%B3lica.pdf>. Acesso em: 08 nov. 2018.

DICKSON, Mary H.; FANELLI, Mario. Geothermal Energy: Utilization and Technology Pisa, Italy, v.1 2004. Disponível em: http://users.metu.edu.tr/mahmut/pete450/Dickson.pdf. Acesso em: 10 nov. 2018.

GLASSLEY, William E. Geothermal energy: renewable energy and the environment. CRC Press, 2014. Disponível em:

.

Acesso em: 03 nov. 2018.

GUPTA, Harsh K.; ROY, Sukanta. Geothermal energy: an alternative resource for the 21st century. Elsevier. v.1. 2006. Disponível em:

.

Acesso em: 29 out. 2018.

IBGE. Atlas nacional do Brasil Milton Santos / IBGE, Diretoria de Geociências. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

LEE, Dong-Jing; WANG, Li. Small-signal stability analysis of an autonomous hybrid renewable energy power generation/energy storage system part I: Time-domain simulations. IEEE Transactions on Energy Conversion, v. 23, n. 1, p. 311-320, 2008. Disponível em: . Acesso em: 07 nov. 2018.

MELO, Davi de Carvalho Diniz; WENDLAND, Edson; GUANABARA, Rafael Chaves. Estimate of Groundwater Recharge Based on Water Balance in The Unsaturated Soil Zone. Rev. Bras. Ciênc. Solo, Viçosa, v. 39, n. 5, p. 1336-1343, 2015. Available from:

. access on Oct. 30, 2018. http://dx.doi.org/10.1590/01000683rbcs20140740.

PORTAL ENERGIA. Mercado global da indústria geotérmica. Publicado no Portal Energia – Energias Renováveis em 02 de março de 2017. Disponível em: . Acesso em: 10 nov.2018.

TESTER, C. J. W. et al. The Future of Geothermal Energy – Impacts of Enhanced Geothermal Systems (EGS) on the United States in the 21st Century. Massachusetts Institute of Technology, 2006. Disponível em: . Acesso em : 26 nov. 2018.

TEMMUZ. Aumento de 35% na produção de eletricidade a partir de energia geotérmica: A produção de eletricidade a partir de energia geotérmica, aumentou 35% na Turquia nos primeiros 4 meses deste ano. Publicado no website Temmuz em 29 de maio de 2018. Disponível em: . Acesso em: 20 nov. 2018.

TOBAK . Jhon. Solar and Geothermal Energy. Facts On File. v.1 2009. Disponível em:

H19Q5TXUWAJ>. Acesso em: 30 out. 2018.

TOLMASQUIM, Mauricio T.; GUERREIRO, Amilcar; GORINI, Ricardo. Matriz energética brasileira: uma prospectiva. Novos estudos-CEBRAP, n. 79, p. 47-69, 2007. Disponível em: .

Acesso em: 26 nov. 2018.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Base de Dados e Indexadores: BaseDiadorimSumarios.orgDOI CrossrefDialnetScholar GoogleRedibDoajLatindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional