A inter-relação entre trabalho, educação e formação humana: implicações na docência em Educação Profissional

Alyne Campelo da Silva, Ana Lúcia Sarmento Henrique, Olívia Morais de Oliveira Neta

Resumen


As transformações que se processam no mundo do trabalho e os impactos na esfera da educação evidenciam a necessidade de aprofundar o debate em torno dessa relação histórica. A leitura crítica desse cenário permite que se compreenda os novos papéis que a educação assume enquanto traçado estratégico cooptado pelo capital. Desse modo, o presente artigo pretende discutir a relação entre trabalho, educação e formação humana, situando a discussão em torno das implicações que essa inter-relação provoca no conjunto da sociedade, com reflexos no trabalho docente, em especial na Educação Profissional. Para o estudo realizamos pesquisa bibliográfica e consultamos autores como Marx (2014), Braverman (1977), Antunes (2014), Kuenzer (2013), Ramos (2008, 2014), Moura (2014), entre outros. Partimos da premissa de que o cenário conjuntural tem provocado mudanças significativas para a categoria trabalho e para o conjunto da classe trabalhadora. Apontamos que a educação, é vista como um instrumento para resolver o problema do emprego e promover o desenvolvimento, ocultando os reais interesses do bloco hegemônico. Aprofundamos o debate em torno da concepção de formação humana enquanto possibilidade de promover autonomia e emancipação no sujeito. Por fim, ressaltamos a natureza do trabalho do professor e a possibilidade em assumir uma perspectiva de trabalho contra hegemônica no espaço da educação profissional.


Palabras clave


Trabalho e Educação; Transformações sociais; Formação Humana; Trabalho Docente na Educação Profissional.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


ANTUNES, Ricardo. Adeus ao trabalho? Ensaio sobre as metamorfoses e a centralidade do mundo do trabalho. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

ANTUNES, Ricardo. Da pragmática da especialização fragmentada à pragmática da liofilização flexibilizada: as formas da educação no modo de produção capitalista. Revista Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Londrina, v. 1, n. 1, p.25-33, jun. 2009a. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2018.

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 2009b.

ANTUNES, Ricardo. Dez teses e uma hipótese sobre o presente (e o futuro) do trabalho. In: ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: ensaios sobre a afirmação e a negação do trabalho. 25 ed. São Paulo: Boitempo, 2014. p. 247-261.

ARAGONEZ, Iara Borges. Trabalho como princípio educativo na prática pedagógica real. In: AZEVEDO, José Clóvis; REIS, Jonas Tarcísio. (Org.). Reestruturação do Ensino Médio: Pressupostos teóricos e desafios da prática. São Paulo: Fundação Santillana, 2013. p. 97-117.

ARAUJO, Ronaldo Marcos de Lima. Formação de docentes para a educação profissional e tecnológica: por uma pedagogia integradora da educação profissional. Revista Trabalho e Educação. v. 07, n. 02, maio/ago., 2008.

BRAVERMAN, Harry. Trabalho e capital monopolista: a degradação do trabalho no século XX. Tradução de Nathanael C. Caixeiro. Rio de Janeiro: Zahar, 1977.

CIAVATTA, Maria Aparecida. A cultura do trabalho e a educação plena negada. In: SOUSA, Antonia de Abreu; OLIVEIRA, Elenilce Gomes de; ARRAIS NETO, Enéias de Araújo. (Org.). As interfaces do mundo do trabalho: educação, práxis social e formação dos trabalhadores. Curitiba: CRV, 2016. p. 139-155.

DIAS, Ana Patrícia. As metamorfoses da categoria trabalho. In: SOUSA, Antonia de Abreu; OLIVEIRA, Elenilce Gomes de; ARRAIS NETO, Enéias de Araújo. (Org.). As interfaces do mundo do trabalho: educação, práxis social e formação dos trabalhadores. Curitiba: CRV, 2016. p. 55-74.

FRIGOTTO, Gaudêncio. A produtividade da escola improdutiva. São Paulo, Cortez/Autores Associados, 1989.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Os circuitos da história e o balanço da educação no Brasil na primeira década do século XXI. Revista Brasileira de Educação (Impresso), v. 16, 2011. p. 235-254.

FRIGOTTO, Gaudêncio. Concepções e mudanças no mundo do trabalho e o ensino médio. In: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria; RAMOS, Marise. Ensino médio integrado: concepções e contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2012. p. 57-82.

HARVEY, David. A Condição pós-moderna. São Paulo: Loyola.1993.

HIPÓLYTO, Álvaro Moreira; GRISHCKE, Paulo Eduardo. Trabalho imaterial e trabalho docente. Revista do centro de educação UFSM. v. 38, n. 3. p. 507-522. set./dez. 2013. Disponível em: Acesso em: 22 set. 2018.

KUENZER, Acácia Zeneida. Formação de professores para a educação profissional e tecnológica: perspectivas históricas e desafios contemporâneos. In: Formação de professores para a educação profissional e tecnológica. Coleção educação superior em debate. v. 8. Brasília: 2008. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas educacionais Anisío Teixeira. 304p.

KUENZER, Acácia Zeneida. A concepção de Ensino Médio e Profissional no Brasil: a história da construção de uma proposta dual. In: KUENZER, Acácia Zeneida. Ensino Médio: construindo uma proposta para os que vivem do trabalho. 6 ed. São Paulo: Cortez, 2009.

KUENZER, Acácia Zeneida. A formação de professores para o ensino médio: velhos problemas, novos desafios. Educação e sociedade. Campinas, v. 32, n. 116, set. 2011.

KUENZER, Acácia Zeneida. Dilemas da formação de professores para o ensino médio no século XXI. In: AZEVEDO, José Clóvis; REIS, Jonas Tarcísio. (Org.). Reestruturação do Ensino Médio: Pressupostos teóricos e desafios da prática. São Paulo: Fundação Santillana, 2013. p. 81-96.

LESSA, Ségio. Da contestação à rendição. In: BERTOLDO, Edna. MOREIRA, Luciano Accioly Lemos; JIMENEZ, Suzana. (Org.). Trabalho, educação e formação humana: Frente a necessidade histórica da revolução. São Paulo: Instituto Lukács. 2012. p. 29-50.

LIMA FILHO, Domingos Leite. Políticas públicas para a educação profissional e EJA nos anos 2000: sentidos contraditórios da expansão e da redefinição institucional. In: MOURA, Dante Henrique (Org.). Produção de conhecimento, políticas públicas e formação docente em educação profissional. Campinas: Mercado Letras, 2013. p.201-220.

MARX, Karl. Produtividade do Capital, Trabalho Produtivo e Improdutivo. In: ______. Teorias da mais valia. Livro 4. v. 1. São Paulo: Bertrand Brasil, 1987. Disponível em: Acesso em: 22 set. 2018.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política. Livro I, v. 1. Tradução de Reginaldo Sant’Anna. 33 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2014.

MOURA, Dante Henrique. Ensino médio e educação profissional: dualidade histórica e possibilidades de integração. In: MOLL, Jaqueline. (Org.). Educação profissional e tecnológica no Brasil contemporâneo: Desafios, tensões e possibilidades. Porto Alegre: Artmed, 2010. p. 58-79.

MOURA, Dante Henrique. Trabalho e formação docente na educação profissional. 1. ed. Vol III. Coleção formação pedagógica. Curitiba: IFPR-EAD, 2014.

RAMOS, Marise Nogueira. A pedagogia das competências: autonomia ou adaptação? 3. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

RAMOS, Marise Nogueira. Concepção do ensino médio integrado. 2008. Disponível em: . Acesso em: 22 set. 2018.

RAMOS, Marise Nogueira. História e política da educação profissional. Curitiba: Instituto Federal do Paraná, 2014.

SALES, Francisco José Lima. Reconversão produtiva e educação: polêmicas sobre a formação/qualificação do trabalhador no capitalismo contemporâneo. In: SOUSA, Antonia de Abreu; OLIVEIRA, Elenilce Gomes de; ARRAIS NETO, Enéias de Araújo. (Org.). As interfaces do mundo do trabalho: educação, práxis social e formação dos trabalhadores. Curitiba: CRV, 2016. p. 157-173.

SOUZA JUNIOR, J. Educação Profissional e Educação Geral: desafios da integração no ensino médio. In: AZEVEDO, José Clóvis; REIS, Jonas Tarcísio. (Org.). Reestruturação do Ensino Médio: Pressupostos teóricos e desafios da prática. São Paulo: Fundação Santillana, 2013. p. 97-117.

URBANETZ, Sandra Teresinha. A constituição do docente para a educação profissional. Curitiba, 2011. 151 f. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Paraná, 2011.

VIEIRA, Jarbas Santos; FONSECA, Marcia Souza. Natureza do trabalho docente. In: OLIVEIRA, Dalila Andrade; DUARTE, Adriana Maria Cancella; VIEIRA, Lívia Maria Fraga. DICIONÁRIO: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação, 2010. CDROM


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Base de Dados e Indexadores: BaseDiadorimSumarios.orgDOI CrossrefDialnetScholar GoogleRedibDoajLatindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional