A study of the possibility of evasion minimization in distance education supported by alternative therapy

Cláudio Boghi, Ricardo Shitsuka, Dorlivete Moreira Shitsuka

Abstract


Distance Education (EaD) is an educational modality in which there is a high level of avoidance. Several factors can cause evasion and one of them is depression. The decrease of this factor can contribute to the minimization of evasion in this modality. We believe that low-cost and non-drug alternative therapies may be useful in this type of difficulty. This article aims to present a study that seeks to unveil the possibility of non - drug alternative therapy. We carried a study in which one makes use of therapy through social media. The study is a social research that occurred in the first half of 2017, with 5 participants, who in principle had problems that would lead them to give up their EaD courses. We treated research participants in the first half of 2017. Four did not give up the course. The results indicated that alternative therapy shown to be effective in decreasing the use of antidepressants, improving the sense of well-being and therefore reducing avoidance.


Keywords


Terapia Energética; Depressão; Medicina Integrativa; Educação a Distância.

References


ALMEIDA, O. C. S. et al. Evasão em cursos a distância: fatores influenciadores. Rev. bras. orientac. prof, São Paulo , v. 14, n. 1, p. 19-33, jun. 2013 . Disponível em: . Acesso em 11 julho 2018.

ALMEIDA, O. C. S. Evasão em cursos a distância: análise dos motivos de desistência. In: Congresso da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED) 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 julho 2018.

BALDWIN, A. L.; HAMMERSCHLAG, R. Biofield-based Therapies: A Systematic Review of Physiological Effects on Practitioners During Healing. EXPLORE: The Journal of Science and Healing, v. 10, n. 3, p. 150 - 161, Maio-Junho 2014.

BELMAKER, R. H.; AGAM, G. Major depressive disorder. The new england journal of medicine, v. 358, p. 55-68, Janeiro 2008.

BENOR, D. J. Energy medicine for the internist. Medical Clinics of North America, v. 86, n. 1, p. 105 - 125, Janeiro 2002. ISSN 0025-7125.

BOGHI, C.; XAVIER, R.S.; FARIA, M.M. Johrei a Distância com Suporte de Mídia Social: uma terapia não farmacológica complementar para o tratamento dos sintomas da depressão. Revista Eletrônica do Centro Universitário São Camilo. Edição abril 2018. Disponível em: . Acesso em: 11 julho 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Cad. de Atenção Domiciliar. Brasílis, 2013.

BRIDI, L. G. R. Engagement, stress, depressão e ansiedade em alunos de uma escola pública na Bahia - Brasil. Dissertação (Mestrado) apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, orientada pela Professora Doutora Cristina Queirós (FPCEUP), 2016.

BROOKS, A. J. et al. The effect of Johrei healing on substance abuse recovery: a pilot study. Journal of Alternative and Complementary Medicine, v. 12, n. 7, p. 625-631, Setembro 2006. ISSN 1075-5535.

BRUNA, A. Educação formal, não formal e informal: da trilogia aos cruzamentos, dos hibridismos a outros contributos. Mediações – Revista OnLine da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal. v. 2, n. 2, p. 10-25, 2014. Disponível em: . Acesso em: 11 julho 2018.

CALDEIRA, S.; GOMES, A. C.; FREDERICO, M. De um novo paradigma na gestão dos enfermeiros – a espiritualidade no local de trabalho. Revista de Enfermagem Referência, p. 25-35, 2011.

Censo EAD.BR: Relatório Analítico da Aprendizagem a Distância no Brasil 2015 = Censo EAD.BR: Analytic Report of Distance Learning in Brazil 2015. ABED – Ass. Bras.de Educação a Distância. Curitiba: InterSaberes, 2016.

COONEY, G.; DWAN, K.; MEAD, G. Exercise for depression. JAMA, v. 311, p. 2432-2433, Junho 2014.

CRUWYS, T. et al. Depression and social identity. Personality and Social Psychology Review, v. 18, n. 3, p. 215-238, Abril 2014.

DEL PORTO, J. A. Conceito e diagnóstico. Revista Brasileira de Psiquiatria, 21, n. Suplemento 1, maio 1999. 06-11.

ESPERIDIÃO-ANTONIO, C. M. M. D. E. A. Neurobiologia das emoções. Revista de Psiquiatria Clínica, São Paulo, v. 35, p. 55-65, 2008.

GRONOWICZ, G. et al. Human biofield therapy does not affect tumor size but modulates immune responses in a mouse model for breast cancer. Journal of Integrative Medicine, v. 14, n. 5, p. 389–399, Setembro 2016.

HERMAN, P. M. Evaluating the Economics of Complementary and Integrative Medicine. Glob. Adv Health Med, Seattle, Washington, v.2, n.2, p.56-63, 2013.

IMMB. Igreja Messianica Mundial do Brasil. Curso de formação de membros. São Paulo: Fundação Mokiti Okada, 2004.

LIBÂNEO, J. C. Pedagogia e pedagogos para quê? 12ed. SP: Cortez, 2010.

LIMA, P. D. T. Medicina integrativa: a cura pelo equilíbrio. 2ª. ed. São Paulo : MG Editores, 2009.

LUDKE, M.; ANDRE, M. E. D. A. Pesquisa em educação: uma abordagem qualitativa. São Paulo: E.P.U., 2013.

MIWA, M. J. Com o poder nas mãos: um estudo sobre johrei e reiki. Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo, 2012.

RELMAN, A. S. Holistic Medicine. New England Journal of Medicine, New England, v. 300, n. 6, p. 312-313, Fevereiro 1979.

RINDFLEISCH, J. A. Biofield Therapies: Energy Medicine and Primary Care. Primary Care: Clinics in Office Practice, v. 37, n. 1, p. 165 - 179, Março 2010. ISSN 0095-4543.

SANTOS, J. M. C. G.; LOPES, P. Q. Teoria quântica e terapia vibracional, uma nova visão a ser inserida nas práticas integrativas complementares: uma revisão da literatura. Revista Saúde Quântica, SP, v.5, n.5, p.142-175, 2016.

SELLI, L.; ALVES, J. D. S. O cuidado espiritual ao paciente terminal no exercício da enfermagem e a participação da bioética. Bioethikos - Centro Universitário São Camilo, p. 43-52, 2007.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico. 24ed. SP: Cortez, 2016.

SILVA, M. A.D.; LOPES, L. C. V.; ALBEROLA, R. C. S. Análise da importância destinada à evasão nos cursos a distância pelos pesquisadores brasileiros. Paidea – Rev. Cient. de Educação a Distância. v. 8, n. 13, 2016. Disponível em: . Acesso em: 11 julho 2018.

TABATABAE, A. E. A. Effect od Trerapeutic Touch in Patients with Cancer: a Literature Review. Journal of the Academy of Medical Sciences in Bosnia and Herzegovina, abril 2016. 142-147.

TEODORO, W. L. G. Depressão: Corpo, Mente e Alma. Uberlândia: [s.n.], 2010.

VENTEGODT, S.; ANDERSEN, N. J.; MERRICK, J. Holistic Medicine: Scientific Challenges. The Scientific World JOURNAL, v. 3, p. 1108-1116, 2003.

WEHRMULLER, C. M.; SILVEIRA, I. F. Redes sociais como ferramentas de apoio à educação. Rencima, v. 3, n. 3, p. 594-605, 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 julho 2018.

YIN, R. K. O estudo de caso. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.

YUSSMAN, S. M.; SAHLER, O. J. Z.; LILJEQUIST, K. Complementary and Integrative. In: LEVESQUE, R. J. R. Encyclopedia of Adolescence. [S.l.]: Springer International Publishing, 2016. p. 1-10.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i1.567

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: BaseDiadorimSumarios.orgDOI CrossrefDialnetScholar GoogleRedibDoajLatindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) | UDE – Universidad de la Empresa – Sede Centro Dir: Soriano 959, Montevidéu (Uruguay)
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356