Desafios da contemporaneidade: a (des) motivação de alunos de uma escola pública quanto ao processo de aprendizagem

Sabrina Monteiro, Luís Felipe Pissaia, Juliana Thomas

Resumen


Este trabalho possui o objetivo de compartilhar algumas reflexões acerca da escola contemporânea em interface de uma vivência em sala de aula. Neste contexto, articula-se o referencial teórico embasado em uma experiência pedagógica com enfoque na Matemática Financeira, aplicada ao terceiro ano do Ensino Médio de uma Escola Estadual do Vale do Taquari/RS, no primeiro trimestre de 2015. A finalidade desta proposta foi vincular o conteúdo programado através do Plano de Estudos da escola, com um assunto relacionado com o cotidiano dos alunos. Através de atividades proporcionadas, foi possível oportunizar diversas reflexões, uma vez que era perceptível o desânimo e falta de motivação dos alunos em sala de aula. Para tanto, foram utilizados autores que tratam dessa temática, como Ó e Costa, Nóvoa, Ghedin e Pérez Goméz. Salienta-se que, faz-se necessário repensar o papel da escola e os desafios a serem superados, para que ela se torne sempre mais atrativa e proporcione ao aluno um ambiente mais envolvente. Salienta-se que a motivação se origina no desejo de se satisfazer uma necessidade, não havendo necessidade, não haverá motivação. Portanto, destaca-se que através da proposta pedagógica realizada, foi possível apontar meios para superar algumas dificuldades encontradas pelos alunos, promovendo de forma motivadora, interações entre o conteúdo em estudo e o cotidiano do aluno.


Palabras clave


Escola; Ensino e Aprendizagem; Matemática Financeira.

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))

Referencias


BARBOSA, D. F. Motivação no Trabalho. Revista de Ciências Empresariais, v. 2, n.1, p. 20-25, jan./jun. 2005.

BZUNECK, J. A. A motivação do aluno: aspectos introdutórios. In: BORUCHOVITCH; José Aloyseo. BZUNECK. A motivação do aluno. Contribuições à Psicologia Contemporânea. Petrópolis: Vozes, 2001. p. 09-36.

DEMO, P. Saber pensar. 2. ed. São Paulo: Cortez: Instituto Paulo Freire, 2001.

FEIJÓ, A. A. Fatores determinantes da motivação/desmotivação de alunos do curso técnico em informática do Colégio Agrícola de Camboriú – UFSC. 2009. 108f. Dissertação (Mestrado em Educação Agrícola) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2009.

FITA, E. C. O professor e a motivação dos alunos. In: TAPIA, J. A.; FITA, E. C. A motivação em sala de aula: o que é, como se faz. 4. ed. São Paulo: Loyola, 1999. p. 65-135.

GHEDIN, E. Tendências e dimensões da formação na contemporaneidade. In: 4º 460 Congresso norte paranaense de educação física escolar (4º 461 CONPEF). 2009. Londrina. Anais...Londrina, UEL, 07-10 de jul. 2009.

LIMA, L. M. S. Motivação em sala de aula: A mola propulsora da aprendizagem. In: SISTO, F.F; OLIVEIRA, G.C.; FINI, L.D.T. (Orgs) Leituras de psicologia para formação de professores. Rio de Janeiro: Vozes, 2000. P. 148-161.

LUCKESI, C. C. Filosofia da educação, 21.ed. São Paulo, Cortez, 2005. p.183.

LUDKE, M.; ANDRE, M. E. D. A. Pesquisas em educação: uma abordagem qualitativa. 2.ed. São Paulo: EPU, 2013.

NÓVOA, A. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. In: ______. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009. p. 25-46.

Ó, J. R.; COSTA, M. V. Desafios à Escola Contemporânea: um diálogo. Revista Educação e Realidade, v. 32. n. 2. p. 109-116. Porto Alegre, 2007.

PÉREZ GÓMEZ, A. L. Educação na era digital: a escola educativa. Porto Alegre: Penso, 2015. 192p.

PIMENTA, S. G. Professor reflexivo: construindo uma crítica. in: PIMENTA, Selma G.; GHEDIN, Evandro. (Orgs.). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. 3 ed. São Paulo: Cortez, 2005. pp. 17-52.

SIBILIA, P. Redes ou paredes: a escola em tempos de dispersão. Tradução Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012.

VEIGA-NETO, A. Espaços, tempos e disciplinas: as crianças ainda devem ir à escola? In: CANDAU, Vera Maria (Org.). Linguagens, espaços e tempos no ensinar e aprender. Rio de Janeiro: DP&A, 2000. p. 09-20.

VEIGA-NETO, A. Pensar a escola como uma instituição que pelo menos garanta a manutenção das conquistas fundamentais da modernidade. p. 97 a 118. In: COSTA, Marisa Vorraber (Org.). A escola tem futuro? 2. ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2007.


Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Base de Dados e Indexadores: BaseDiadorimSumarios.orgDOI CrossrefDialnetScholar GoogleRedibDoajLatindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional