Sharing knowledge through an intervention project in a family health strategy: interfaces of the supervised nursing stage

Jessica Maria Moccelin, Marla Regina Pavoni Gallina, Luís Felipe Pissaia, Arlete Eli Kunz da Costa, Sabrina Monteiro

Abstract


This article will share an experience report resulting from the realization of an Intervention Project elaborated during the discipline of Management of Nursing Assistance in the Basic Health Network developed in a Family Health Strategy of a municipality in the interior of RS. Initially, some situations-problems that stood out in the context of the unit, after some reflections were performed, aimed to re-evaluate the flow of collection of bronchial secretion (sputum) in patients with suspected pulmonary tuberculosis biliary in the FHT. With the accomplishment of a bibliographical research linked to the intervention proposal, it was realized that the complexity of the tuberculosis situation requires a shared approach by several health professionals and the decentralization of care with strengthening of the involvement of basic attention. need of the professionals to be able to attend to this population stratum contributing to the integrality and humanization in the assistance, as well as the satisfaction of the user.


Keywords


Tuberculosis; Nursing; Primary Health Care.

References


ANDRADE, D. F. R. et al. Vantagens e usos do teste rápido molecular para tuberculose: uma revisão integrativa. Rev Enferm UFSM, v. 7, n. 1, p. 123-135, 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Manual técnico para o controle da tuberculose: cadernos de atenção básica. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Manual de recomendações para o controle da tuberculose no Brasil: protocolo de enfermagem. Brasília: Ministério da Saúde, 2011.

BRASIL. PRONIM: Programa Nacional de Informatização Municipal. Brasília: Ministério da Saúde, 2015.

BRASIL. Tratamento diretamente observado (TDO) da tuberculose na atenção básica: protocolo de enfermagem. Brasília: Ministério da Saúde, 2011b.

CALIARI, J. S.; FIGUEIREDO, R. M. Tuberculose: perfil de doentes, fluxo de atendimento e opinião de enfermeiros. Acta Paul Enferm., 2012.

FERRI, A. O. et al. Diagnóstico da tuberculose: uma revisão. Revista Liberato, Novo Hamburgo, v. 15, n. 24, p. 105-212, 2014.

FURLAN, M. C. R; SILVA, R. L. D. T; MARCON, S. S. Fatores associados ao diagnóstico precoce e tardio de tuberculose: estudo descritivo. Online braz j nurs, v. 13, n., p. 62-71, 2014.

GAMBANY-ESTRAGUÉS, P. Cuidados de enfermagem em pacientes com tuberculose em um sanatório espanhol 1943-1975. Rev. Latino-Am. Enfermagem, v. 22, n. 3, p. 476-83, 2014.

GIAMOGESCHI, A. C. et al. Avaliação dos diferentes tipos de líderes. Revista Ampla de Gestão Empresarial, Registro, SP, v. 4, n. 1, p. 66-85, 2015.

GUIDONI, L. M. et al. Fatores que interferem na qualidade das amostras e dos procedimentos de coleta de escarro em sintomáticos respiratórios. Rev. Bras. Pesq. Saúde, Vitória, v. 17, n. 2, p. 61-69, 2015.

NOGUEIRA, A. F. et al. Tuberculose: uma abordagem geral dos principais aspectos. Rev. Bras. Farm., v. 93, n. 1, p. 3-9, 2012.

PEREIRA, J. C. et al. Perfil e seguimento dos pacientes com tuberculose em município prioritário no Brasil. Rev Saúde Pública, v. 49, n. 6, 2015.

PILLER, R. V. B. Epidemiologia da Tuberculose. Pulmão RJ, v. 21, n. 1, p. 4-9, 2012.

Rêgo CCD et al. Processo de trabalho da enfermeira junto à pessoa com tuberculose na atenção primária à saúde. Revista Baiana de Enfermagem, Salvador, v. 29, n. 3, p. 218-228, 2015.

SICSÚ, A. N. et al. Intervenção educativa para a coleta de escarro da tuberculose: um estudo quase experimental. Rev. Latino-Am. Enfermagem, v. 24, n. 2, 2016.

SILVA, R. M. et al. Cuidados de enfermagem ao paciente com tuberculose pulmonar. Revista Contexto e Saúde, Ijuí, v. 10, n. 20, p. 859-864, 2011.

SOUZA, K. M. J. et al. Contribuição da Saúde Coletiva para o trabalho de enfermeiros. Rev Bras Enferm, v. 70, n. 3, p. 569-76, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v7i12.495

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com