Collective Health Nursing and the social determinants of health: experience report

Ana Júlia da Costa Monteiro, Marinara de Nazaré Araújo Lobato, Gleiciene Oliveira Borges, Jéssica Maria Lins da Silva, Lauro Nascimento de Souza, Maycon de Sousa Quaresma, Heitor Pinheiro Augusto

Abstract


This article had as its theme the description of Social Determinants of Health in the light of the Theory of Praxic Intervention in Nursing in Collective Health (TIPESC), aiming to report an action in a Christian community that seeks to identify and understand the contradictions of objective reality and the determinants aspects of the health-disease process found at the site and which can be systematized by TIPESC. It is a descriptive study with a quantitative approach, an experience report type, carried out through the observation of a Christian community, taking into account the concept of the health-disease process and the dimensional category used by the theory, in its first stage, to capture objective reality. During the visit the community was able to observe and interpret the reality of these individuals, confirming what establishes the theory that understands the importance of social determinants in the well-being of individuals. Thus, it was found that the interviewees had a reality which provided a lower quality of life. Due to the mentioned facts, the analysis of the descriptive aspects about the variables that influence the health-disease process, it was possible to consolidate the understanding regarding the importance of the systematization of nursing care in public health, as well as to obtain a broader view about it collective health and the understanding of the dynamics in which nursing care occurs in practice, both individually and collectively.


Keywords


Públic Heath; Community Health Nursing; Social determinants of health.

References


Antunes, M. H., & Moré, C. L. O. O. (2016). Aposentadoria, saúde do idoso e saúde do trabalhador: revisão integrativa da produção brasileira. Revista Psicologia Organizações e Trabalho, 16(3), 248-258.

Câmara, A. M. C. S., Melo, V. L. C., Gomes, M. G. P., Pena, B. C., Silva, A. P., Oliveira, K. M., Moraes, A. P. S., Coelho, G. R., & Victorino, R. L. (2012). Percepção do processo saúde-doença: significados e valores da educação em saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, 36(1, Suppl. 1), 40-50.

Carnut, L. (2017). Cuidado, integralidade e atenção primária: articulação essencial para refletir sobre o setor saúde no Brasil. Saúde em Debate, 41(115), 1177-1186.

Costa, R. A., Soares, H. L. R., & Teixeira, J. A. C. (2007). Benefícios da atividade física e do exercício físico na depressão. Revista do Departamento de Psicologia. UFF, 19(1), 273-274.

Egry, E. Y. Saúde coletiva - construindo um novo método em enfermagem. São Paulo: Ícone, 1996.

Egry, E. Y., Fonseca, R. M. G. S., Oliveira, M. A. C., & Bertolozzi, M. R. (2018). Enfermagem em Saúde Coletiva: reinterpretação da realidade objetiva por meio da ação praxiológica. Revista Brasileira de Enfermagem, 71(Suppl. 1), 710-715.

Freire, R. S., Lélis, F. L. O., Fonseca-Filho, J. A., Nepomuceno, M. O., & Silveira, M. F. (2014). Prática regular de atividade física: estudo de base populacional no Norte de Minas Gerais, Brasil. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 20(5), 345-349.

Jorge, B. M., Fumincelli, L., Souza-Junior, V. D., Almeida, R. G. S., Mazzo, A., Ventura, C. A. A., & Mendes, I. A. C. (2018). Social Determinants of Health in the lives of urinary catheter users. Revista Brasileira de Enfermagem, 71(4), 1928-1933.

Kalichman, A. O., & Ayres, J. R. C. M. (2016). Integralidade e tecnologias de atenção à saúde: uma narrativa sobre contribuições conceituais à construção do princípio da integralidade no SUS. Cadernos de Saúde Pública, 32(8), e00183415.

Kretschmer, A. C., & Dumith, S. C. (2020). Prática de atividade física no lazer e ambiente percebido: um estudo de base populacional com adultos e idosos do Sul do Brasil. Revista Brasileira de Epidemiologia, 23, e200043.

Leoneti, A. B., Prado, E. L., & Oliveira, S. V. W. B. (2011). Saneamento básico no Brasil: considerações sobre investimentos e sustentabilidade para o século XXI. Revista de Administração Pública, 45(2), 331-348.

Lima-Costa, M. F. (2004). A escolaridade afeta, igualmente, comportamentos prejudiciais à saúde de idosos e adultos mais jovens?: Inquérito de Saúde da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 13(4), 201-208.

Lins, A. P. M., Sichieri, R., Coutinho, W. F., Ramos, E. G., Peixoto, M. V. M., & Fonseca, V. M. (2013). Alimentação saudável, escolaridade e excesso de peso entre mulheres de baixa renda. Ciência & Saúde Coletiva, 18(2), 357-366.

Maciel, M. G. (2010). Atividade física e funcionalidade do idoso. Motriz: Revista de Educação Física, 16(4), 1024-1032.

Salcedo-Barrientos, D. R., Siqueira, E. F. G, & Egry, E. Y. (2013). Determinantes Sociais & Hipertensão Arterial: um desafio na saúde coletiva. Avances en Enfermería, 31(1), 72-86.

Silva, S. A., Gama, J. A. S., Callado, N. H., & Souza, V. C. B. (2017). Saneamento básico e saúde pública na Bacia Hidrográfica do Riacho Reginaldo em Maceió, Alagoas. Engenharia Sanitaria e Ambiental, 22(4), 699-709.

Souza, A., Pelegrini, T. S., Ribeiro, J. H. M., Pereira, D. S., & Mendes, M. A. (2015). Conceito de insuficiência familiar na pessoa idosa: análise crítica da literatura. Revista Brasileira de Enfermagem, 68(6), 1176-1185.

Souza, K. M. J., Seixas, C. T., David, H. M. S. L., & Costa, A. Q. (2017). Contribuições da Saúde Coletiva para o trabalho de enfermeiros. Revista Brasileira de Enfermagem, 70(3), 543-549.

Souza, M. I. A., Taques, F. H., Oliveira, J. C., & Alencar, D. A. (2013). Relação entre a desigualdade e educação no Brasil: uma tentativa de dados em painel (1995-2009). Revista Textos de Economia, UFSC, 16(2), 111-142.

Villela, W. V. (2009). Relações de gênero, processo saúde-doença e uma concepção de integralidade. BIS. Boletim do Instituto de Saúde (Impresso), (48), 26-30.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i8.4948

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com