Implementation of active methodologies in the teaching-learning process in the nursing graduation course

Wanderson Alves Ribeiro, Bruna Porath Azevedo Fassarella, Keila do Carmo Neves, Denilson da Silva Evangelista, Rodrigo de Morais Torres, Carlos Alberto da Silva Sousa

Abstract


The active methodology fits into the teaching practice and also has as a central proposition the learning based on problem situations influenced by critical pedagogy and they have in common the fact that they intentionally work with problems for the development of the teaching-learning processes and value learning to learn learn. This is a bibliographic research with a qualitative approach, with the objective of describing the implementation of active methodologies in the teaching-learning process in the undergraduate nursing course. After associating all descriptors, 1,389 articles were found, 1,372 were excluded and 17 articles were selected. After the reflective reading, three categories emerged: Implementation of Active Methodologies; Challenges for implementing Active Methodologies from the perspective of teaching in nursing and Contributions of Active Methodologies in the teaching-learning process of nurses in training. Active methodologies encourage students and future nurses to relate their experiences and interact on subjects and disciplines, facilitating knowledge, reflecting on a better absorption of information and, later, on a more qualified degree. This method, more interactive and innovative, also facilitates learning thanks to the immersion of scenarios very close to reality, which leads the student to reflect on the situations, stimulating him to think and develop new knowledge. It is concluded that the use of the active methodology is still a great challenge compared to the traditional model, considering that, it prevails in the structures of the current teaching. In this way, the active methodology shows itself as an alternative to this model, promoting the student's autonomy in nursing, proposing the activity instead of passivity.


Keywords


Active learning; Nursing education; Teaching.

References


Almeida LS, Coqueiro JM & Figueiredo TAM. (2018). A formação do enfermeiro sob o olhar do estudante: linhas fortes e fracas. Revista Uningá, 55(3): 183-98.

Berbel N. (1998) A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes

termos ou diferentes caminhos? Interface Comum da Saúde e Educação. 2(2).

Borges TS & Alencar G ( 2014). Metodologias ativas na promoção da formação crítica do estudante: o uso das metodologias ativas como recurso didático na formação crítica do estudante do ensino superior. Cairu em Revista, 3(4): 119-43.

Cândido AL et al (2014) Metodologia ativa além dos limites físicos de uma instituição de ensino superior. Anais dos Workshops do Congresso Brasileiro de Informática na Educação, p. 436; ISSN 2316-8889.

Quemel, GKC, Maia DA, Moia CMS, Amorim CSS, Soares AS, Santos CF, Oliveira TNC & Paz MGA. (2019). Metodologias Ativas de Aprendizagem: construção de diagnósticos de enfermagem sobre um estudo de caso. Revista Eletrônica Acervo Saúde, (25), e826.

Chirelli M & Nassif JV. (2017). Metodologia Ativa no currículo por competência: processo, facilidades e dificuldades. CIAIQ.1

Costa RRO et al. (2015) O uso da simulação no contexto da educação e formação em saúde e enfermagem: uma reflexão acadêmica. Revista espaço para a saúde,Londrina, 16(1): 59-65.

Morais K, Silva RM, Vasconcelos RO, Hirt, MC, Beck, CLC & Tuchtenhagen P (2020). A “obra”: metodologias ativas no ensino aprendizagem em um programa de pós-graduação em enfermagem. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, 9(1), 14.

Diesel, Aline; Baldez, Alda Leila Santos: MARTINS, Silvana Neumann. (2017) Os princípios das metodologias ativas de ensino: uma abordagem teórica. Revista THEMA. 14(1): 268-88.

Giotto AC, Bastos JM, Sousa AFC, Ramos PL (2019). Metodologia ativa no ensino superior: perspectiva da enfermagem. Revista JRG de Estudos Acadêmicos , 2(4): 158-64, 8 jun.

Fini MI (2018). Inovações no ensino Superior metodologias inovadoras de aprendizagem e suas relações com o mundo do trabalho: desafios para a transformação de uma cultura. Revista Sustinere, Rio de Janeiro, 19(1): 176–83.

Freire P. (2001). Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: paz e terra.

Freire P. (2013). Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 46.ed. Rio de Janeiro. Paz e Terra.

Freire P. (1983) Extensão ou comunicação? 7.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Freitas CM et al. (2015). Uso de metodologias ativas de aprendizagem para a educação na saúde: Análise da produção científica. Trab. Educ. Saúde.; 13: 117-130.

Garcia IM, Borges TAP, Pimentel RRS, Vannuchi MTO (2018). Percepção do discente de enfermagem na construção do seu conhecimento no contexto da metodologia ativa. Revista Eletrônica Acervo Saúde, 11(2): e127.

Lima HF, Mendes IC & Lima LR. (2019). Aplicação da metodologia ativa na monitoria acadêmica da enfermagem cirúrgica: relato de experiência. Encontro de Extensão, Docência e Iniciação Científica (EEDIC). 5(1), mar. ISSN 2446-6042.

Limberger JB. (2013) Metodologias ativas de ensino-aprendizagem para educação farmacêutica: um relato de experiência. Interface Comun Saúde Educ.; 17(47): 969-75.

Marton CF et al (2017). Metodologias ativas no internato de enfermagem: percepção dos docentes. Revista Práxis, São Paulo, 9(18): 109-18.

Mesquita SKC, Meneses RMV, Ramos DKR. (2016). Metodologias ativas de ensino/aprendizagem: dificuldades de docentes de um curso de enfermagem. Trab Educ Saúde; 149(2): 473-86.

Miranda AP (2017). Análise crítica-reflexiva na utilização da metodologia ativa. Enfermagem Brasil.. v.16.3

Oliveira CM, MarquesVF, Schreck RSC (2017). Aplicação de metodologia ativa no processo de ensino aprendizagem: Relato de Experiência. São Paulo: Revista Pesquiseduca, 9(19): 674-84.

Quadros JSQ, Colomé JS. (2016). Metodologias de ensino-aprendizagem na formação do enfermeiro. Rev Baiana Enfer; 30(2):1-10.

Reis MA et al. (2019). Uso da metodologia ativa nos cursos de graduação em enfermagem/Use of active methodology in nursing graduation courses. Brazilian Journal of Development, 5(9): 14280-91.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4709

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com