Professional education: students' experience in an aquaculture extension project in the Marajó archipelago, Amazon, Brazil

Fabricio Nilo Lima da Silva, Luã Caldas de Oliveira, Wania Alexandrino Viana, Elaine Vasconcelos Bezerra Alves, Ludmila de Freitas

Abstract


The technical and rural extension assistance is considered one of the branches of aquaculture that is shaped by educational processes. Thus, the objective of the research was to analyze the contribution of the extension project in aquaculture in the professional formation of students in the Marajó archipelago (Pará, Brazil). The project "Study of the profile of fish farming in the municipality of Breves/Pará as a rural extension practice in the Amazon marajoara" was executed by the Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) Campus Breves. The project’s duration was from October 2016 to April 2017. At the end, interviews were conducted with students from the Technical in Agriculture and Initial and Continuing Training courses in Fish Breeding in Excavated Nurseries, participants in extensionist practices. The results showed that extension activities in aquaculture are relevant and significant for the construction of knowledge, and that they will substantiate and support the professional practice of these students in a concrete and effective way. It is emphasized that the extension project is an excellent channel of teaching-learning, because it brought a series of mutual benefits among the actors (students and fish farmer) involved in the teaching of aquaculture.


Keywords


Aquaculture; Experience; Teaching; Knowledge; Amazon.

Full Text:

PDF

References


Akter, S, Ali, M & Mondol, M. (2020). Management practices in the beel aquaculture system at Rajshahi, northwest Bangladesh. Journal of Bio-Science, 28, 43-50.

Brasil. (2020). Anuário 2020 Peixe BR da Piscicultura. Disponível em: https://www.peixebr.com.br/anuario-2020/.

Brasil. (2018). Anuário Peixe BR. 2018. Available in: https://www.peixebr.com.br/anuario2018/.

Brasil. (2008). Lei nº 11.892/08, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Brasília, Diário Oficial da União, 2008. Access in: 14/05/2020.

Available in: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11892.htm.

Calixto, ES, Santos, DFB, Lange, D, Galdiano, MS & Ur Rahman, I. (2020). Aquaculture in Brazil and worldwide: overview and perspectives. Journal of Environmental Analysis and Progress, 5(1), 098-107.

Castro, VS & Castro, CAT. (2015). A gestão pública do lazer em espaços públicos urbanos: um estudo de caso da praça do Operário, no município de Breves-PA. Revista Brasileira de Estudos do Lazer, 2(3), 139-158.

CEB/CNE. (1999). Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação. Resolução CEB No 4, de 8 de dezembro de 1999. Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico. Diário Oficial [da] União, Conselho Nacional de Educação, Brasília, DF, 22 dez. 1999. Access in: 06/04/2020. Available in: http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf/resol0499.pdf.

Cervo, AL & Bervian, PA. (2002). Metodologia científica. 5.ed. São Paulo: Prentice Hall.

Crispim, DL, Rodrigues, RSS, Vieira, ASA, Silveira, RNPO & Fernandes, LL. (2016). Espacialização da cobertura do serviço de saneamento básico e do índice de desenvolvimento humano dos municípios do Marajó, Pará. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, 11(4), 112-122.

Ekuni, R, Souza, BMN & Pompéia, S. (2018). Popularization of efficient science-based study techniques through actions in schools, media and internet. Revista Brasileira de Extensão Universitária, 9(2), 125-133.

FAO. (2016) The State of World Fisheries and Aquaculture. Contributing to food security and nutrition for all. Rome, 200 pp, 2016. Access in: 14/05/2020.Available in: http://www.fao.org/3/a-i5798e.pdf.

FAO. (2018). The State of World Fisheries and Aquaculture. Meeting the sustainable development goals. Rome, 227pp. Available in: http://www.fao.org/3/i9540en/I9540EN.pdf.

Ferretti, CJ, Zibas, DML & Tartuce, GLBP. (2004). Protagonismo juvenil na literatura especializada e na reforma do ensino médio. Cadernos de Pesquisa, 34(122), 411-423.

Freire, P. (2001). Pedagogia do oprimido. 31. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

IBGE. (2016). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produção da Pecuária Municipal 2016. 44, Brasil. IBGE, Rio de Janeiro. Access in: 06/04/2020. Available on: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/84/ppm_2016_v44_br.pdf.

Lakatos, EM & Marconi, MA. (2001). Fundamentos metodologia científica. 4.ed. S.Paulo: Atlas.

Manchur, J, Suriani, ALA & Cunha, MCD. (2013). A contribuição de projetos de extensão na formação profissional de graduandos de licenciaturas. Revista Conexão UEPG, 9(2), 334-41.

Martins, SN, Eckhardt, VMT, Valandro, NA & Costa, J. (2015). A contribuição da extensão na formação de universitários: um estudo de caso. Revista NUPEM, 7(12).

Mendes, EG. (2010). Breve histórico da Educação Especial no Brasil. Revista Educación y Pedagogía, 22(57), 93- 109.

Minayo, MCS. (2007). Trabalho de Campo: Contexto de Observação, Interação e Descoberta. In: Minayo, MCS. (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Rio de Janeiro: Editora Vozes.

Nowland, SJ, O’Connor, WA, Osborne, MWJ & Southgate, PC. (2019): Current Status and Potential of Tropical Rock Oyster Aquaculture, Reviews in Fisheries Science & Aquaculture, 1–14.

Oliveira, E. C., Santos, D. C., Pereira, E. C., Silva, J. C., & Silva, L. V. F. (2020). Treinamento em reprodução de peixes: uma troca de experiências com piscicultores. Brazilian Journal of Development, 6(3), 11597-11607.

Oparinde, LO. (2019). Fish Output and Food Security under Risk Management Strategies among Women Aquaculture Farmers in Ondo State, Nigeria. Agris on-line Papers in Economics and Informatics, 11(1): 93-105.

Osmundsen, TC, Amundsen, VS, Alexander, KA, Asche, F, Bailey, J, Finstad, B, Olseng, M. S, Hernándezh & K, Salgado, H. (2020). The operationalisation of sustainability: Sustainable aquaculture production as defined by certification schemes. Global Environmental Change, 60, 102025.

Pedrosa, JIS. (2007). Educação popular no Ministério da Saúde: identificando espaços e referências. In: BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão participativa. Caderno de educação popular e saúde. Brasília, DF: Ministério da Saúde, p.13-17.

Pereira, AS, Shitsuka, DM, Pereira, FJ & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. Acesso em: 15 maio 2020. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1.

PNUD, IPEA, F. (2013). Índice de Desenvolvimento Humano Municipal Brasileiro. Brasília: Programa das Nações Unidas para o Desenvolviento - PNUD. Access in: 06/04/2020.

Available in: http://ipea.gov.br/portal/index.php?option=com_content&id=19153.

Rodrigues, M, Ferreira, H, Figueira, D, Almeida, AML & Oliveira, LR. (2012). Memorial de escolas uma experiência entre o ensino, a pesquisa e a extensão. Revista Fluminense de Extensão Universitária, 2(2), 27-36.

Rosário, CL, Araújo, KO, Ferreira, NN, Mesquita, SCR & Santos, RMR. (2013). Indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão universitária: experiências nos cursos de licenciatura do Instituto Federal de Roraima. In: Anais...10 Simpósio de Excelência em Gestão e Tecnologia, Roraima.

San Reyes, SE, Alvarado Dzul, SH & Blanco Cebada, LA. (2017). La vinculación universitaria desde el modelo educativo de la Universidad Intercultural Maya de Quintana Roo, México. Revista Brasileira de Extensão Universitária, 8(1), 39-47.

Santiago, JL & Surís-Regueiro, JC. (2018). An applied method for assessing socioeconomic impacts of European fisheries quota-based management. Fisheries Research, 206, 150-162.

Santos-Filho, LGA & Aguiar, SV. (2016). A contribuição do projeto Mais Piscicultura para a capacitação de pequenos e futuros piscicultores no norte do Piauí. Revista Extensão, 10, 123-130.

Silva, FNL & Oliveira, LC. Reflections on teaching aquaculture in the Marajó archipelago, Eastern Amazon. Revista Brasileira Educação do Campo, 5, e7893, 2020.

Silva, LEN, Gomes Neto, MB & Grangeiro, RR. (2019). Projeto “Andanças Culturais”: preservação da imagem de padre Cícero de Juazeiro do Norte, Ceará. Em Extensão, Uberlândia, 18(1), 230-242.

Silva, LFM. (2019). Assessoria executiva em arquivos: relato das percepções acadêmicas de um projeto de extensão universitária. Revista de Gestão e Secretariado, 10(1), 73-90.

Sonzogno, MC, Moreno, LR & Abensur, PLD. (2013). Educação em Saúde: implicações teóricas-metodológicas. In: Silva, GTR. (Org.). Residência Multiprofissional em Saúde: vivências e cenários da formação. São Paulo: Martinari, p.1-16.

Sousa, RGC, Assis, JL, Cozer, MVG & Oliveira, CM. (2019). Socio-Economic profile of fish farming in Presidente Médici (Rondônia - Brazil). Biota Amazônia, 9(1), 51-55.

Thiollent, M. (2007). Metodologia de pesquisa-ação. 15 ed. São Paulo: Cortez, 2007.

Triviños, ANS. (1987). Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas.

Tubino, J. (2008). In: Ostrensky, A, Borghetti, JR, Soto, D. (Ed.). Aquicultura no Brasil o desafio é crescer. Brasília, DF: Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República / FAO - Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, 1-27.

Valenti, WC. (2002). Aquicultura sustentável. In: Congresso de Zootecnia, Vila Real, Portugal. Anais... Vila Real: Associação Portuguesa dos Engenheiros Zootécnicos, 111-118.

Valladão, GMR, Gallani, SU & Pilarski, F. (2018). South American fish for continental aquaculture. Reviews in Aquaculture,10, 351-369.

Viertler, RB. (2002). Método antropológico como ferramenta para estudos em etnobiologia e etnoecologia. In: Amorozo, MCM, Ming, LC, Silva, SP. (ed.) Método de coleta e análise de dados em etnobiologia, etnoecologia e disciplinas correlatadas. Rio Claro: Coordenadoria de Área Ciências Biológicas - UNESP, CNPq. Cap. 1, 11-29.

Volpato, MP, Martins, JT, Kreling, MCD, Karino, ME, Galdino, MJQ & Trevisan, GS. (2016). Atendimento ao Portador de Feridas Crônicas por meio da Extensão Universitária: relato de experiência. Interagir: pensando a extensão, 22, 179-186.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4133

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com