Applicability and benefits of dance therapy as a health care practice: an integrative review

Amanda Schons Schneider, Silvana Ceolin, Marcio Rossato Badke, Elisa Vanessa Heisler, Gabriel Lautenschleger, Angélica Reolon da Costa

Abstract


The objective of this work was to evaluate the applicability and the benefits of dance therapy as a health care practice. This is an integrative literature review, developed in the first half of 2019, on the databases Latin American and Caribbean Health Sciences Literature (Lilacs), Nursing Database (BDENF) and Scientific Electronic Library Online (SciELO), combining the descriptors: dance and therapy. The thematic analysis was organized in three categories: Folk Dance, Ballroom Dance and Free Dance. The results show that the practice provides an improvement in motor aspects, in self-esteem and in functional independence, and helps individuals to be participatory and active in the community. It constitutes a physical activity, being recommended for reducing risk factors for cardiovascular diseases and disorders. The dance configures as a therapeutic way able to contemplate the human being in all his/her needs and oddities, allowing connection between mind and body, providing the individual perceptions about health and quality of life.


Keywords


Dancing; Dance therapy; Nursing; Complementary therapies.

References


Abrão, A. C., & Pedrão, L. J. (2005). A contribuição da dança do ventre para a educação corporal, saúde física e mental de mulheres que frequentam uma academia de ginástica e dança. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 13(2), 243-248. https://doi.org/10.1590/S0104-11692005000200017

Albuquerque, I. M., Emmanouilidis, A., Ortolan, T., Cardoso, D. M., Gass, R., Jost, R. T., & Paiva, D. N. (2013). Capacidade funcional submáxima e força muscular respiratória entre idosas praticantes de hidroginástica e dança: um estudo comparativo. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 16(2), 327-336. https://doi.org/10.1590/S1809-98232013000200012

Barboza, N., Floriano, E., Motter, B., Silva, F., & Smaili, S. (2014). Efetividade da fisioterapia associada à dança em idosos saudáveis: ensaio clínico aleatório. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia. 17. 87-98. https://doi.org/10.1590/S1809-98232014000100010.

Boato, E. M., Sampaio, T. M., Campos, M. C., Diniz, S. V., & Albuquerque, A. P. (2014). Expressão corporal/dança para autistas: um estudo de caso. Pensar a Prática, 17(1). https://doi.org/10.5216/rpp.v17i1.17904

Braga, H. O., Gonzáles, A. I., Sties, S. W., Carvalho, G. M., Netto, A. S., Campos, O. A., ... Carvalho, T. (2015). Protocolo de samba brasileiro para reabilitação cardíaca. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 21(5), 395-399. https://dx.doi.org/10.1590/1517-869220152105136354

Brasil. (2017). Portaria nº 849. Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) [internet]. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt0849_28_03_2017.html

Carvalho, P., Andreo, L., Silva, S., Cavalli, S., Corrêa, J., & Corrêa, F. (2012). Avaliação da qualidade de vida antes e após terapia com dança sênior em pacientes hemiparéticos pós-AVE. ConScientiae Saúde. 11. https://10.5585/conssaude.v11n4.3284.

D'Alencar, B. P., Mendes, M. M., Jorge, M. S., & Rodrigues, M. S. (2006). Significado da biodança como fonte de liberdade e autonomia na auto-reconquista no viver humano. Texto & Contexto - Enfermagem, 15(spe), 48-54. https://doi.org/10.1590/S0104-07072006000500005

D'Alencar, B. P., Mendes, M. M., Jorge, M. S., & Guimarães, J. M. (2008). Biodança como processo de renovação existencial do idoso. Revista Brasileira de Enfermagem, 61(5), 608-614. https://doi.org/10.1590/S0034-71672008000500013

Fechine B.R., Trompieri N. (2012). O processo de envelhecimento: as principais alterações que acontecem com o idoso com o passar dos anos. Inter Science Place. Rio de Janeiro, 1. 106-132. http://doi.org/10.6020/1679-9844/2007

Gonzales, A., Braga, H., Sties, S., Mara, L., Carvalho, G., Souza, A., ... Carvalho, T. (2015). Função sexual e aptidão cardiorrespiratória de coronariopatas e hipertensos praticantes de dança. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, 20(4), 366. https://doi.org/10.12820/rbafs.v.20n4p366

Guimarães, A. C., Scotti, A. V., Soares, A., Fernandes, S., & Machado, Z. (2012). Percepção da qualidade de vida e da finitude de adultos de meia idade e idoso praticantes e não praticantes de atividade física. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 15(4), 661–670. https://doi.org/10.1590/s1809-98232012000400007

Hoyer, B., Teodoro, V., & Borges, S. (2015). A Influência da Dança do Ventre nos sintomas depressivos em idosas da comunidade. Revista Kairós: Gerontologia, 18(1), 277-288. https://doi.org/10.23925/2176-901X.2015v18i1p277-288

Lima, D. M., & Neto, N. A. (2011). Danças brasileiras e psicoterapia: um estudo sobre efeitos terapêuticos. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 27(1), 41-48. https://doi.org/10.1590/S0102-37722011000100006

Machado, L. T. (2010). A dançaterapia melhora a qualidade de vida e a função neuromuscular de indivíduos com transtornos neuromotores. [Dissertação]. Aracaju-Sergipe: Universidade Federal de Sergipe. https://ri.ufs.br/handle/riufs/3689

Machado, L. T. (2015). Dançaterapia no autismo: um estudo de caso. Fisioterapia e Pesquisa, 22(2), 205-211. https://doi.org/10.590/1809-2950/11137322022015

Mendes, K.D., Silveira, R. C., & Galvão, C.M. (2008). Revisão integrativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto - Enfermagem, 17(4), 758-764. https://doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018

Minayo, M.C.S. (2018). Pesquisa social: teoria, método e criatividade (26a ed.). Petrópolis: Vozes.

Monteiro, W., Monteiro, F., de Oliveira, A., de Jesus, A., Bueno, C., & Oliveira, C. (2017). Análise do equilíbrio dinâmico em idosas praticantes de dança de salão. Fisioterapia em Movimento, 20(4). https://periodicos.pucpr.br/index.php/fisio/article/view/18971/18345

Mortari, K.S.M. (2013). A Compreensão do Corpo na Dança: um olhar para a contemporaneidade. [Dissertação]. Lisboa-Portugal: Faculdade de Motricidade Humana e Universidade Técnica da Lisboa – Portugal. http://hdl.handle.net/10400.5/5177

Oliveira, L. C. de, Pivoto, E. A., & Vianna, P. C. (2009). Análise dos resultados de qualidade de vida em idosos praticantes de dança sênior através do SF-36. Acta Fisiátrica, 16(3), 101–104. http://www.revistas.usp.br/actafisiatrica/article/view/103184

Oliveira, L. P., Marques, A. C., & Souto, G. M. (2016). Dança do ventre e descobertas: percepções das mulheres sobre as mudanças ocorridas em si mesmas após a prática. Revista Brasileira De Ciências Da Saúde, 1(1), 85-92. https://doi.org/10.4034/rbcs.2015.19.s2.12

Pacheco, M. S., Goulart, B. N., & Almeida, C. P. (2015). Tratamento do câncer de laringe: revisão da literatura publicada nos últimos dez anos. Revista CEFAC, 17(4), 1302–1318. https://doi.org/10.1590/1982-0216201517414113

Peto, A. (2000). Terapia através da dança com laringectomizados: relato de experiência. Revista Latino-Americana De Enfermagem, 8(6), 35-39. https://doi.org/10.1590/S0104-11692000000600006

Pereira, A.S. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. (1a ed.). Santa Maria – RS: Universidade Aberta do Brasil – Universidade Federal de Santa Maria. https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-

Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1.

Rebelo, P. (2014). A importância da dança, enquanto terapia, na inclusão de crianças com paralisia cerebral. [Dissertação]. Escola Superior de Educação João de Deus. Lisboa-Portugal. http://hdl.handle.net/10400.26/6188

Ren, J., & Xia, J. (2013). Dance therapy for schizophrenia. Cochrane Database of Systematic Reviews, 2013(10). https://doi.org/10.1002/14651858.CD006868.pub3

Rozenthal, M., Laks, J., & Engelhardt, E. (2004). Aspectos neuropsicológicos da depressão. Revista de Psiquiatria Do Rio Grande Do Sul, 26(2), 204–212. https://doi.org/10.1590/s0101-81082004000200010

Santos, C.R., Oliveira, L.F., Pereira, M. A., Silva, J.C. (2019). Biodança: Conexão com a vida no contexto do Sistema Único de Saúde. In: V. L. Freitag & M. R. Badke (Orgs.), Práticas integrativas e complementares no SUS: o (re)conhecimento de técnicas milenares no cuidado à saúde contemporânea. (1a ed.). Curitiba: Nova Práxis Editorial. 191 – 226.

Silva, A. F., & Berbel, A. M. (2015). O benefício da dança sênior em relação ao equilíbrio e às atividades de vida diárias no idoso. ABCS Health Sciences, 40(1), 16–21. https://doi.org/10.7322/abcshs.v40i1.698

Silva, J., Bisognin, A., Ogliari, P., Loth, E., & Comparin, K. (2011). Influência da dança na força muscular de membros inferiores de idosos. Revista Kairós: Gerontologia, 14(1), 163-179. https://doi.org/10.23925/2176-901X.2011v14i1p163-179

Varanda, P. (2012). Dançar é Crescer: Alda Bizarro e o Projeto Respira (1a ed.). Lisboa - Portugal: Caleidoscópio.

Venancio, R. C., Carmo, E. G., Paula, L. V., Schwartz, G. M., & Costa, J. L. (2018). Efeitos da prática de Dança Sênior® nos aspectos funcionais de adultos e idosos. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional, 26(3), 668–679. https://doi.org/10.4322/2526-8910.ctoar1111

Vidal, S. E. (2014). Efeitos da dança sobre a manutenção da estabilidade dinâmica e qualidade de vida de indivíduos com doença de Parkinson. 2014. ix, 83 f., il. [Dissertação], Mestrado em Educação Física — Universidade de Brasília, Brasília, DF. https://repositorio.unb.br/handle/10482/17091

Viriato, R. H., Hmeliowski, N. L., Nolasco, D. B., & Sancinetti, F. P. (2014). Contributions of dance therapy to the emotional aspect of people with physical disabilities in a rehabilitation program. Acta Fisiátrica, 21(2), 66–70. https://doi.org/10.5935/0104-7795.20140015




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4009

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com