Mathematics of mobile application in basic education for teaching children of fundamental I 1st to 3rd year

Aldenia da Silva Marinho, Alexander Von Cernik Melo, Gianpierre Herrera Poggi, Marianne Bállico Kosiur, Wagner Rosa Marrane, Cláudio Boghi

Abstract


Many students who complete primary education have difficulties in learning math. Given the affinity that children have with electronics, it is interesting to develop applications that support learning. The objective of this article is to present a case study of software development to support the teaching of mathematics. Technology has enabled the possibility of introducing programming principles in the curricula to encourage students to create their own educational digital games. In the present work, it was developed, in Java ™ programming language, a mobile application for the Android ™ platform, that teaches math in a fun way through gamification elements. This application includes practical exercises of the four mathematical basic operations that are demonstrated through interactive images, animations and educational games.


Keywords


Application; Gamification; Mathematics; Technology; Teaching.

References


ABRALE. Maioria dos alunos sai do Ensino Médio sem aprender matemática, diz relatório. Associação Brasileira dos Autores e Livros Educativos. 2015a. . Acessado em: 02 de Nov. 2016.

ABRALE. Os desafios da educação na era digital. Associação Brasileira dos Autores e Livros Educativos. 2015n. . Acessado em: 03 de Nov. de 2016.

ALMEIDA, Lourdes Werle de; SILVA, Karina Pessôa da; VERTUAN, Rodolfo Eduardo. Modelagem Matemática na educação básica. São Paulo: Editora Contexto, 2012.

ALVAREZ, Luciana. Ensino de programação é aposta de colégios em todo o mundo. A linguagem ajuda no raciocínio lógico e na criatividade, além de facilitar o aprendizado de disciplinas como o português e a matemática. Novembro de 2014. Disponível em: . Acessado em: 03 de Nov. de 2016.

BARANAUSKAS, Maria Cecília Calani et al. Uma taxonomia para ambientes de aprendizado baseados no computados. In: VALENTE, José Armando. (Org.) O computador na sociedade do conhecimento. Campinas, SP: NICAMP/NIED, 1999.

BERKOWITZ, Joe. Co Create. 2 Minute Read Technology: Pain Squad Mobile App Gamifies Cancer Treatment For Sick Kids. 2012. Disponivel em: Acessado em: 02 de Nov. 2016.

BOGHI, Cláudio et al. Metodologia ativa: um estudo de pesquisa-ação na disciplina de termodinâmica em um curso de engenharia. Revista ABT de Tecnologia Educacional. v. 214, n. 1, p. 70-82, 2016. Disponível em: . Acesso em: 04 Nov. 2016.

BONA, Berenice de Oliveira. Análise de softwares educativos para o ensino de Matemática nos anos iniciais do ensino fundamental. Experiências em Ensino de Ciências, Carazinho - RS, v.4, p. 35-55, Maio de 2009.

BORIN, J. Jogos e resolução de problemas: Uma estratégia para as aulas de Matemática. 6. ed: São Paulo. 1996.

CARVALHO, Adriana. Tecnologia no Ensino Infantil: Educar para Crescer. Editora Abril. 28 de novembro de 2014. . Acessado em: 04 de Nov. de 2016.

D'AMBROSIO, Ubiratan. Educação Matemática: da teoria à prática. Campinas, São Paulo: Papirus, 1996.

DANTE, Luiz Roberto. Didática da resolução de problemas de Matemática. São Paulo: Editora Ática, 2003.

DAVIS, Philip J.; HERSH, Ruben. A Experiência Matemática. 3. ed., Rio de Janeiro – RJ, Francisco Alves, 1985

FITZ-WALTER, Zac. A brief history of gamification. 2013. Disponível em: < http://zefcan.com/2013/01/a-brief-history-of-gamification/>. Acessado em: 03 de Nov. de 2016.

FONSECA, Solange. Metodologia de Ensino: Matemática. Belo Horizonte, MG: Ed Lê: Fundação Helena Antipoff, 1997.

FOURSQUARE. Sobre nós. Disponível em: . Acessado em: 04 de Nov. De 2016.

GOUVEA, Eduardo P. et al. Um trabalho de pesquisa-ação com uso de metodologia-aativa no ensino de tecnologia da informação. REGS da Faceq. v. 5, n. 20, 2016. Disponível em: . Acesso em: 04 Nov. 2016.

GOUVEA, Eduardo P. et al. Metodologia ativa: estudo de caso sobre o estágio profissional em um curso de tecnologia em redes. REGS da Faceq. v. 6, n. 23, 2016. Disponível em: . Acesso em: 04 Nov. 2016.

KAPP, Karl M. The Gamification of Learning and Instruction: Game-based Methods and Strategies for Training and Education. 2012. Disponivel em . Acessado em: 02 de Nov. de 2016.

MIGUEIS, M.R. & AZEVEDO, M.G. Educação Matemática na Infância. Abordagens e desafios. Vila Nova de Gaia: Edições Gailivro. 2007.

MEC/SEF. Parâmetros curriculares nacionais: Matemática: Ensino de 1ª à 4ª série. 1997. Disponível em: . Acessado em: 04 de Nov. de 2016.

MICHAELIS. Dicionário Escolar Língua Portuguesa. São Paulo – SP: Melhoramentos, 2008.

PALHARES, Isabela. O Estado de S. Paulo: Colégios criam games a serviço da aprendizagem. São Paulo – SP. Nº 44729. Ed: 23h30. 14 de Setembro de 2016.

PIAGET, J. A formação do símbolo na criança: imitação, jogo, imagem e representação. Rio de Janeiro: Zahar. 1971.

ROSA NETO, Ernesto. Didática da Matemática. São Paulo: Editora Ática, 1987.

SALDAÑA, Paulo. Adultos não sabem matemática básica, segundo pesquisa: Levantamento em 25 cidades do País mostra que 75% não sabem médias simples e 63% não resolvem porcentuais. Estadão. Novembro de 2015. Disponível em: < http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,adultos-nao-sabem-matematica-basica--segundo-pesquisa,1789357>. Acessado em: 04 de Nov. de 2016.

SANTOS JUNIOR, Silvio Alves dos. Gamificação: Introdução e conceitos básicos. Novembro de 2014. Disponível em: . Acessado em: 20 Set. 2016.

SOUZA, Maria José Araújo. Informática Educativa na Educação Matemática: Estudo de geometria no ambiente do Software Cabri-Géomètre. 2001. 154 f. Dissertação (Mestreado). Faculdade de Educação da Universidade Federal do Ceará – UFC. Fortaleza, 2001.

SOUZA, Renata Beduschi de. O uso das tecnologias na educação. 2016. Disponível em: . Acesso em: 03 de Nov. de 2016.

VALENTE, José Armando. (Org.) O computador na sociedade do conhecimento. In BARANAUSKAS, Maria Cecília Calani et al. Uma taxonomia para ambientes de aprendizado baseados no computados. Campinas, SP: NICAMP/NIED, 1999

VIANNA, Ysmar et al. Gamification, Inc. Como Reinventar Empresas apartir de Jogos. Rio de Janeiro - RJ. MJV Press, 2013.

YIN, R. K. O estudo de caso. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.17648/rsd-v3i1.40

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com