Reference matrix for the assessment of Exercise Physiology content in Physical Education undergraduate courses

Francisca Nimara Inácio da Cruz, José Airton de Freitas Pontes Junior

Abstract


The present study aims to develop and validate a reference matrix for the assessment of Exercise Physiology contents in the Physical Education undergraduation courses of the Federal Institute of Education, Science and Technology of Ceará - IFCE. This is a qualitative study. A questionnaire containing Likert-scale descriptors in terms of response was prepared. The sample consisted of five (05) professors currently working with the Exercise Physiology of IFCE, who were the expert judges for content validation via the Content Validity Index (CVI). Regarding the content validity, the results showed that based on the descriptors constructed and presented to the judges, 07 were not modified, 11 were adjusted (following the request of the evaluating judges), however all had acceptable CVI, 01 was excluded and 04 were included. Thus, the final version of the Reference Matrix for the evaluation of Exercise Physiology contents is composed of 22 descriptors. One may conclude that it was possible to develop and validate a reference matrix for the evaluation of Exercise Physiology content in Physical Education undergraduate courses.

Keywords


Educational measurement; Validation study; Teaching.

References


Alexandre, N. M. C., & Coluci, M. Z. O. (2011). Validade de conteúdo nos processos de construção e adaptação de instrumentos de medidas. Ciência & Saúde Coletiva, 16(7), 3061–3068. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000800006

Abreu, S., Sabóia, W., & Nobrega-Therrien, S. (2019). Formação docente em educação física: Perspectivas de uma racionalidade pedagógica do corpo em movimento. Educação & Formação, 4(12), 191-206. doi: https://doi.org/10.25053/redufor.v4i12.897

Base Nacional Comum Curricular (2018). Recuperado em 10 de janeiro, 2020 de http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/bncc-20dez-site.pdf

Coluci, M. Z. O., Alexandre, N. M. C., & Milani, D. (2015). Construção de instrumentos de medida na área da saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 20(3), 925-936. doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232015203.04332013

Forjaz, C. L. M., & Tricoli, V. (2011). A Fisiologia em Educação Física e Esporte. Rev. bras. Educ. Fís. Esporte, 25, 7-13. Recuperado em 15 de janeiro, 2020 de http://www.scielo.br/pdf/rbefe/v25nspe/02.pdf

Jacinto L. C., Fernandes B. T. T., & Oliveira D. S. (2019). Use of CMAP tools® software to teaching muscle contraction: an experience with undergraduates students in physical education. Motriz, 25(1).

Joventino, E. S. (2010). Construção e validação de escala para mensurar a auto-eficácia materna na prevenção de diarréia infantil. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, Brasil. Recuperado em 12 de fevereiro, 2020 de http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1796

Leal, A. C. F. (2015). Conhecimento de profissionais da saúde sobre conceitos relacionados à ciência do exercício: um estudo transversal. Universidade Federal de Goiás, Jataí, Brasil. Recuperado em 20 de março, 2020 de https://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/4892

Leis, G. (2018). Importancia de la motivación en un aula de un centro de educación compensatoria. Educação & Formação, 3(7), 24-43. doi: https://doi.org/10.25053/redufor.v3i7.170

Ministério da Educação (2018). Cadastro e-MEC de Instituições e Cursos de Educação Superior. Recuperado em 10 de janeiro, 2020 de http://emec.mec.gov.br/

Mcardle, W. D., Katch, F. I., & Katch, V. L. (2016). Fisiologia do exercício: nutrição, energia e desempenho humano. 8 ed. São Paulo: Guanabara Koogan.

Nunes, A. G., Sousa, L. A., Cruz, F. N. I., Vale, M. R. L., & Pontes Junior, J. A. F. (2020). Validação de conteúdo de um instrumento para mensuração do conhecimento sobre musculação, alimentação e suplementação. Research, Society and Development, 9(2), 1-12. doi: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i2.1972

Pérez, Q. Q., Cardoso, J. J. P., Martínez, R. C., Fernández, G. S., & Perdomo, S. L. (2014). Elaboración de ejercicios interactivos de autoevaluación con el programa Hot Potatoes para las asignaturas Morfofisiología Humana I y IV. Rev. Ciencias Médicas, 18(5), 893-905. Recuperado em 12 de março, 2020 de http://scielo.sld.cu/pdf/rpr/v18n5/rpr17514.pdf

Plowman, S.A.; Smith, D.L. (2009). Fisiologia do exercício para saúde, aptidão e desempenho. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

Polit, D. F., Beck, C. T., & Hungler, B. P. (2004). Fundamentos de pesquisa em enfermagem: métodos, avaliação e utilização. 5. ed. Porto Alegre: Artmed.

Portaria nº 481, de 6 de junho de 2017. Publicada no Diário Oficial de 8 de junho de 2017, Seção 1, pág. 30. Recuperado em 12 de janeiro, 2020 de http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/19105853/do1-2017-06-08-portaria-n-481-de-6-de-junho-de-2017-19105787

Prodanov, C. C., & Freitas, E. C. (2013). Metodologia do trabalho científico. 2. ed. Novo hamburgo: Feevale.

Resolução nº 6, de 18 de dezembro de 2018. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais dos Cursos de Graduação em Educação Física e dá outras providências. Recuperado em 12 de dezembro, 2020 de http://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/55877795

Santos, A. L. B. (2017). Instrumento de mensuração dos determinantes da não adesão à prática de exercício físico durante a gestação: desenvolvimento e validação de conteúdo. Dissertação de mestrado, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, Brasil. Recuperado em 22 de janeiro, 2020 de http://uece.br/cmasp/dmdocuments/ANA%20LUISA%20BATISTA%20SANTOS.pdf

Sousa, L. A., Oliveira, K. B. B., Medeiros Filho, A. E. C., Moral, S. O., & Trompieri Filho, N. (2017). Knowledge Related to Health in Physical Education Students in the National Assessment of Student Achievement (ENADE). Motricidade, 13(1), 36-42. Recuperado em 15 de março, 2020 de http://www.scielo.mec.pt/pdf/mot/v13s1/v13s1a06.pdf

Sousa, E., & Marques, E. (2019). O processo de constituir-se professor na relação objetividade-subjetividade: significações acerca da mediação social na escolha pela docência. Educação & Formação, 4(11), 82-96. doi: https://doi.org/10.25053/redufor.v4i11.841

Vale, M. R. L., Santos, W. S., Pontes Junior, J. A. F., Diniz, R. B., & Avila, M. M. (2019). Evidence for the reliability and validity of a measurement tool to assess Food and Nutritional Security among adolescents. Ciencia & Saude Coletiva, 24, 1-10. Recuperado em 20 de março, 2020 de http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br/en/articles/evidence-for-the-reliability-and-validity-of-a-measurement-tool-to-assess-food-and-nutritional-security-among-adolescents/17223




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i7.3772

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com