Epidemiology of tuberculosis in a northeast brazilian state

Maryanna Tallyta Silva Barreto, Gleyson Moura dos Santos, Mísia Joyner de Sousa Dias Monteiro, Ruan Luiz Rodrigues de Jesus, Gliane Silva Barbosa, Victor Alves de Oliveira

Abstract


This study seeks to outline and describe the epidemiological profile of notified and confirmed tuberculosis patients in the state of Piauí, from 2010 to 2015. This is a retrospective research, with a descriptive and exploratory approach, of a quantitative nature. In which secondary data were used, obtained from the Disease Information and Notification System. For tabulation and data analysis, the programs Tabwin 3.6 and Microsoft Office Excel 2013 were used. The results showed that in the period studied the disease had a higher and lower incidence in the years 2011 and 2015 respectively, being prevalent in people with incomplete elementary school. (42.59%), aged 40 to 59 years (35.04%), brown (69.31%), male (64.50%) and residing in the urban area (73.12%). Demonstrating that the risk of coming into contact with the bacillus and becoming ill from tuberculosis increases considerably in populations with an unfavorable socioeconomic level, compared to the population with higher purchasing power. Of the confirmed cases of tuberculosis, 5.23% and 5.57% of the sample had co-infection with AIDS and HIV respectively. It is concluded that this study has limitations for using secondary data, however it allowed to better understand the tuberculosis scenario in Piauí, as well as to observe during the analyzed years, that the number of tuberculosis cases in the state is still expressive, although there was a decrease in incidence in that period.


Keywords


Tuberculosis; Epidemiology; Public health.

References


Araujo, A. S.; Vieira, S. S.; Lucena Junior, B. (2017). Fatores condicionantes ao abandono do tratamento da tuberculose relacionados ao usuário e à equipe de saúde. Caderno de Saúde e Desenvolvimento, 10(6), 18-33.

Brasil. (2017). Boletim Epidemiológico. Indicadores prioritários para o monitoramento do Plano Nacional pelo Fim da Tuberculose como Problema de Saúde Pública no Brasil. Secretaria de Vigilância em Saúde. Ministério da Saúde, 48(8), 1-11.

Brasil. (2012). Conselho Nacional de Saúde. Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. Resolução Nº 466 de 12 de dezembro de 2012. Dispõe sobre diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisa envolvendo seres humanos. Bioética, 4(2), 15-25.

Brasil. (2015). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dados Demográficos do Piauí.

Brasil. (2019). Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil, Brasília.

Brasil. (2013). Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Recomendações para o manejo da coinfecção TB-HIV em serviços de atenção especializada a pessoas vivendo com HIV/AIDS. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil. (2016). Ministério da Saúde. Série histórica da taxa de incidência de tuberculose. Brasil, Regiões e Unidades Federadas de residência por ano de diagnóstico (1990 a 2015), Brasília.

Brasil. (2015). Ministério da Saúde. Situação Epidemiológica da Tuberculose nos Estados Partes e Associados do MERCOSUL 2009 a 2013, Brasília.

Brasil. (2010). Ministério do Planejamento. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Brasília.

Coutinho, L. S. A.; Oliveira, D. S.; Souza, G. F.; Fernandes Filho, G. M. C.; Sarava, M. G. (2012). Perfil Epidemiológico da Tuberculose no Município de João Pessoa – PB, entre 2007 2010. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, 16(1), 35-42.

Freitas, W. M. T. M.; Santos, C. C.; Silva, M.M.; Rocha, G. A. (2016). Perfil clínico-epidemiológico de pacientes portadores de tuberculose atendidos em uma unidade municipal de saúde de Belém, Estado do Pará, Brasil. Revista Pan-Amazônica de Saúde, 7(2), 45-50.

Guimarães, A. B. G.; Mello, D. C.; Sousa, L. A. C.; Silva, S. T. F.; Souza, V. F. (2018). A história da tuberculose associada ao perfil socioeconômico no Brasil: uma Revisão da Literatura. Cadernos de Graduação, 3(3), 43-52.

Lírio, M.; Santos, N. P.; Passos, L. A. R.; Kritski, A. L.; Galvão-Castro, B.; Grassi, M. F. R. (2015). Completude das fichas de notificação de Tuberculose nos municípios prioritários da Bahia para controle da doença em indivíduos com HIV/AIDS. Ciência & Saúde Coletiva, 20(4), 1143-1148.

Maciel, E. L. N.; Sales, C. M. M. (2016). A vigilância epidemiológica da tuberculose no Brasil: como é possível avançar mais? Epidemiologia e Serviços de Saúde, 25(1), 175-178.

Pedro, A. S.; Oliveira, R. M. (2013). Tuberculose e indicadores socioeconômicos: revisão sistemática da literatura, Revista Panamericana de Salud Publica, 33(4), 294–301.

Santos, N. P.; Lírio, M.; Passos, L. A. R.; Dias, J. P.; Kritski, A. L.; Galvão-Castro, B.; Grassi, M. F. R. (2013). Completude das fichas de notificações de tuberculose em cinco capitais do Brasil com elevada incidência da doença. Jornal Brasileiro de Pneumologia, 39(2), 221-225.

Sessão Clínica em Rede. (2016). Sessão Clínica: Tuberculose Extrapulmonar – TBEP. Centro de Inovação Unimed – BH, Belo Horizonte.

Silva, D. R.; Muñoz-Torrico, M.; Duarte, R.; Galvão, T.; Bonini, E. H.; Arbex, F. F.; Arbex, M. A.; Augusto, V. M.; Rabahi, M. F.; Mello, F. C. Q. (2018). Fatores de risco para tuberculose: diabetes, tabagismo, álcool e uso de outras drogas. Jornal Brasileiro de Pneumologia, 44(2), 145-152.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i7.3643

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com