Proposal of potentially significant teaching units for the study of energy sources

Eliane de Lourdes Fontana Piffero, Caroline Pugliero Coelho, Márcia Maria Lucchese

Abstract


This study brings a didactic proposal that contributes to the formation of a citizen participant and aware of his role in society and of a teaching that must be developed in a relevant social context in order to provide meaningful learning. The proposal is for an exploratory research descriptive of the proposal for a UEPS based on the CTS approach. Aiming to propose, within the school context, the theme of energy sources using the CTS approach through a Potentially Significant Teaching Unit (UEPS), a teaching methodology proposed by Moreira (2011) for contextualized learning on this theme establishing relationships between Science, Technology, Society in an analysis within the proposals suggested by the skills to be worked on at BNCC. After analyzing the steps and objectives of each segment in order to think about the possibility of application in the classroom, it is understood that the proposal has great pedagogical possibilities to contribute to the teaching-learning process, meeting the objective proposed by this research. It is believed in the success of this proposal, since the planned UEPS met the guidelines based on the author and contemplates the theme foreseen for the curricular component. The use of this sequence of activities for science education arouses the student's curiosity and promotes the reflective emancipation of their experience, invests in the meaning of the concepts and moves towards the formation of a critical and active citizen in society, meeting those provided by the BNCC, from work with a CTS focus.


Keywords


UEPS; Meaningful learning; Science-Technology-Society; BNCC.

References


Andrade M. L. F. & Massabni V. G. (2011). O desenvolvimento de atividades práticas na escola: um desafio para os professores de ciências. Ciênc. educ. 17: (4).

Arruda, S. M. & Laburú, C. E. (1998). Considerações sobre a função do experimento no ensino de ciências. In: Nardi, R. (Org.). Questões atuais no ensino de ciências . São Paulo: Escrituras.

Ausubel, D. P., Novak, J. D. & Hanesian, H. (1980). Psicologia educacional. 2ed. Rio de Janeiro: Interamericana.

Berbel, N. A. N. (1996). Metodologia da Problematização no Ensino Superior e sua contribuição para o plano da praxis. Semina. 17.

Borges, T. (2002) Novos rumos para o laboratório escolar de ciências. Caderno Brasileiro de Ensino de Física. 19: (3).

Brasil. (2018). Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Ministério da Educação e Cultura. Brasília, DF. Acesso em 06 de abril de 2020. http://download.basenacional comum.mec.gov.br/

Castro, E.; Gonçalves J. & Bessa S. (2017). Aplicação da Metodologia da Problematização. In. EDUCERE. Congresso Nacional de Educação.

Coelho, C. P.; Soares, R. G. & Roehrs, R. (2019). Visões Sobre Inclusão Escolar No Contexto De Educação Especial: PCN X BNCC. Revista Educação e Políticas em Debate. 8: (2), p. 158-174.

Datrino, R. C. & Datrino I. F. & Meireles, P. H. (2010). Avaliação como processo de ensino-aprendizagem. Revista de Educação. 13: (15).

Dattein, R. W. & Araújo, M. C. P. (2019). O enfoque CTSA na BNCC em ciências da natureza e suas tecnologias. Anais: Salão do Conhecimento – UNIJUI. XXVII Seminário de Iniciação Científica. XXIV Jornada de Pesquisa. XX Jornada de Extensão. IX Seminário de Inovação e Tecnologia.

Leite, R. F. & Ritter, O. M. S. (2017). Algumas representações de ciência na bncc – base nacional comum curricular: área de ciências da natureza. Temas & Matizes, 11: (20), p. 1 – 7.

Luckesi, C. C. (1998). Avaliação de aprendizagem escolar. São Paulo: Cortez.

Manassero Mas, M. A.; Vázquez Alonso, A. & Acevedo Díaz, J. A. (2004). Evaluación de las actitudes del profesorado respecto a los temas CTS: nuevos avances metodológicos. Enseñanza de las ciencias: revista de investigación y experiências didácticas, 22 : (2), 299-312. Acesso em 02 de abril de 2020: http://www.raco.cat/index.php/Ensenanza/ article/view/21980/21814

Martin, E. & Solé, I. (2004). Aprendizagem significativa e a teoria da assimilação. In: Coll, C.; Marchesi, A.; Palacios, J. Desenvolvimento psicológico e educação: psicologia da educação escolar. Porto Alegre: Artmed.

Moreira, M. A. (1983). Uma abordagem cognitivista ao ensino de física. Porto Alegre: UFRGS.

Moreira, M. A. (1997). Aprendizágem significativa: um conceito subjacente. In: Moreira M. A.; Caballero M. C.; Rodriguez M. L. (Coord.) Actas del Encuentro Internacional sobre el Aprendizaje Significativo. Burgos: Universidad de Burgos.

Moreira, M. A. (1999). Teorias de aprendizagem. São Paulo: EPU.

Moreira, M. A. (2006). A teoria da aprendizagem significativa e sua implementação em sala de aula. Brasília: Editora UnB.

Moreira, M. A. (2008a). Negociação de significados e aprendizagem significativa. Ensino, Saúde e Ambiente. 1: (2). Acesso em 02 de abril de 2020: http://www.ensinosaude ambiente.uff.br/index.php/ensinosaudeambiente/article/view File/30/30

Moreira, M. A. (2008b). Organizadores prévios e aprendizagem significativa. Revista Chilena d Educación Científica. 7: (2). Acesso em 20 de abril de 2020: https://www.if.ufrgs.br/ ~moreira/ORGANIZADORESport.pdf.

Moreira, M. A. (2011). Metodologias de pesquisa em ensino. São Paulo: LF Editorial.

Moreira, M. A. (2012a). Teorias de aprendizagem. 2. ed. São Paulo: EPU.

Moreira, M. A. (2012b). Unidades de ensino potencialmente significativas – UEPS. Porto Alegre: UFRGS, Instituto de Física.

Moreira, M. A. & Masini, E. F. S. (1982). Aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Editora Moraes.

Moreira, M.A & Masini, E.F.S. (2006). Aprendizagem significativa: a teoria de David Ausubel. São Paulo: Centauro.

Movimento pela Base Nacional Comum. (2019). Ciências da Natureza na BNCC: foco no desenvolvimento do pensamento científico. Acesso em 06 de abril de 2020 em. http://movimentopelabase.org.br/wp-content/uploads/2019/06/2018_12_keyshift_Cie% CC%82ncias-da-Natureza-na-BNCC_v01.pdf.

Novak, J. (1084). Aprender a aprender. Lisboa: Plátano Edições Técnicas.

Paiva, R. U. P. (2012). Petróleo e a física: uma visão contextualizada para o ensino médio. 236 p. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2012. Acesso em 02 de abril de 2020: http://www.biblioteca.pucminas.br/teses/EnCiMat_PaivaRUP_1.pdf.

Pereira, A.S.; Shitsuka, D. M.; Parreira, F. J. & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. Acesso em 22 de abril de 2020. https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1

Pérez, D. G. & Vilches, A. (2006). Educación ciudadana y alfabetización científica: mitos y realidades. Revista Iberoamericana de Educación, 42, p. 31-53. Acesso em 31 de março de 2020: http://rieoei.org/rie42a02.htm.

Pinho-Alves, J. (2000). Atividades experimentais : do método à prática construtivista. Tese (Doutorado em Educação) Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Pradella, M. (2014). Estudo dos conceitos da termodinâmica no ensino médio por meio de uma UEPS. 120 p. Dissertação. (Mestrado Profissional em Ensino de Física) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto de Física, Porto Alegre, 2014. Acesso em 31 de março de 2020: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/108538/000948693. pdf?sequence=1.

Rosa, C. T. W.; Cavalcanti, J. & Perez C. A. S. (2016). Unidade de ensino potencialmente significativa para a abordagem do sistema respiratório humano: estudo de caso. R. bras. Ens. Ci. Tecnol. 9: (3).

Santos, W. L. P.& Mortimer, E. F. (2000). Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (Ciência-Tecnologia-Sociedade) no contexto da educação brasileira. Ensaio: pesquisa em educação em ciências, 2: (2) , p.110-132. Acesso em 31 de março de 2020: http://www.scielo.br/pdf/epec/v2n2/1983-2117-epec-2-02-00110.pdf.

Sestari, F. B.; Garcia, I. K. & Santarosa, M. C. P. (2020). Integração de conceitos no contexto do ensino técnico integrado ao ensino médio a partir de Unidades de Ensino Potencialmente Significativas (UEPS). Research, Society and Development. 9: (4).

Vasconcelos, F. V.; Pontes, M. M. & Feitosa, R. A. (2020). Utilização do enfoque Ciência Tecnologia e Sociedade: uma abordagem dinâmica e lúdica numa perspectiva de aprendizagem significativa no ensino fundamental. Research, Society and Development. 9: (2).

Vega Marcote, P. & Álvarez Suárez, P. (2005). Planteamiento de un marco teórico de la educación ambiental para un desarrollo sostenible. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias. 4: (1). Acesso em 31 de março de 2020: http://reec.uvigo.es/volumenes/ volumen4/ART4_Vol4_N1.pdf.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i7.3631

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com