Adolescent health and sex education at school: weavings from students' perspectives

Cátia Silene Carrazoni Lopes Viçosa, Emilson Braga Santana, Débora Lopes Viçosa, Quelen Colman Espíndola Lima, Ana Maria D’Andrea, Andréia Caroline Fernandes Salgueiro, Vanderlei Folmer

Abstract


This study aims to research the understanding of students about the importance of approaching the theme "Adolescent Health" in the school space and to investigate their knowledge about Sexual Education. It also presents the results of a dynamic developed with students on these two issues. The qualitative research was carried with students from an elementary public school in southern Brazil. As a data collection instrument, a questionnaire was applied, and the data collected was analyzed using the “Content Analysis” technique. A group dynamic was related to the adolescent health and the sexual education thematic subjects. Results indicated that the students recognize the importance of the school as a promoter of the adolescent health theme. Most students said to have knowledge about sex education. However, the knowledge cited by the students is more related to biological issues, without having a more comprehensive sex education dimension, such as gender relations, interpersonal relationships, body senses and self-esteem. School was cited by the students as the main source of information about sex education. During the group dynamics, it was possible to perceive the students' interest in participating in activities that address questions about health and sex education. It is concluded that the school is a significant space for the problematization on this theme. Furthermore, it is imperative to develop school-based sex education strategies that meet the needs of the students, in a personalized, human and qualified way, considering social, cultural and emotional aspects of the students.


Keywords


Health education; Sex Education, Educational strategies.

References


Almeida, S. A., Nogueira, J. A., Silva, A. O. & Torres V. (2011). Orientação sexual nas escolas: fato ou anseio? Revista Gaúcha de Enfermagem, 32(1). doi: https://doi.org/10.1590/S1983-14472011000100014.

Altmann, H. (2013). Diversidade sexual e educação: desafios para a formação docente. Sexualidad, Salud y Sociedad, n. 13, p. 69-82. doi: https://doi.org/10.1590/S1984-64872013000100004.

Araujo, M. S., Rodrigues, E. E. S., Pacheco, A. L. D., Souza, L. P. G. & Castro, O.W. (2017). Influência familiar e de outras fontes de informações na construção dos conhecimentos dos adolescentes acerca da sexualidade. Congresso Nacional de Pesquisa, Ensino e Ciências. Editora: Realize. Campo Grande.

Argentina. Presidencia de la Nación, Cultura, Ciencia y Tecnología. Ministerio de Educación. Secretaría de Evaluación Educativa (2019). Educación sexual integral en la escuela primaria. Voces de estudiantes, docentes y directivos en Aprender 2018. Buenos Aires: Secretaría de Evaluación Educativa. Recuperado em 29 marzo de: https://www.argentina.gob.ar/sites/default/files/informe_esi_primaria_web.pdf

Barbosa, L. U., Viçosa, C. S. C. L., Sousa, B. S. A. & Folmer, V. (2019). O silêncio da família e da escola frente ao desafio da sexualidade na adolescência. Ensino, Saúde e Ambiente 12(2).

Barbosa, L. U., Viçosa, C. S. C. L. & Folmer, V. (2019). A educação sexual nos documentos das políticas de educação e suas ressignificações. Revista Eletrônica Acervo Saúde 11(10). doi: https://doi.org/10.25248/reas.e772.2019.

Barbosa, L. U. & Folmer, V. (2019). Facilidades e dificuldades da educação sexual na escola: percepções de professores da educação básica. Revasf, 9(19).

Benedet, L. & Gómez, A. (2015). La educación sexual en Uruguay: enfoques en disputa en la genealogía de la política pública. Temas De Educación, 21(1).

Brancaleoni, A. P. L., Oliveira, R. R. (2016). Educação sexual na promoção do respeito à diversidade sexual e de gênero. ELO Diálogos em Extensão, 5(2). doi: https://doi.org/10.21284/elo.v5i2.170.

Chaves, A. P., Bezerra, E. O., Pereira, M. L. & Wagner, W. (2014). Conhecimentos e atitudes de adolescentes de uma escola pública sobre a transmissão sexual do HIV. Revista Brasileira de Enfermagem, 67(1). doi: https://doi.org/10.5935/0034-7167.20140006.

Coutinho, R. X., Santos, W. M., Folmer, V. & Puntel, R. L. (2013). Prevalência de comportamentos de risco em adolescentes. Caderno Saúde Coletiva, 21 (4). doi: https://doi.org/10.1590/S1414-462X2013000400013.

Furlani, J. (2011) Educação sexual na sala de aula: Relações de gênero, orientação sexual e igualdade étnico-racial numa proposta de respeito às diferenças. Belo Horizonte: Ed. Autêntica,

Gil, A. C. (2007). Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas.

Gonçalves, R. C., Faleiro, J. H. & Malafaia, G. (2013). Educação sexual no contexto familiar e escolar: impasses e desafios. Revista Holos, 29(5). doi: https://doi.org/10.15628/holos.2013.784.

Gonzalez, B. M. (2017). Orientação sexual nas escolas: análise dos dizeres dos documentos oficiais do Brasil e da Argentina. Dissertação Mestrado- Universidade Federal de Uberlândia, Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos. Recuperado em 23 de março de http://repositorio.ufu.br/handle/123456789/21281.

Lanes, K. G., Lanes, D. V. C., Pessano, E. F. C., Folmer, V. (2014). O ensino de Ciências e os Temas Transversais sugestões de eixos temáticos para práticas pedagógicas no contexto escolar. Contexto & Educação, 29 (92). doi: https://doi.org/10.21527/2179-1309.2014.92.21-51.

LEMOS, L. M.P. (2016). Nuvem de tags como ferramenta de análise de conteúdo: uma experiência com as cenas estendidas. Revista Lumina, 10(01). doi: https://doi.org/10.34019/1981-4070.2016.v10.21192.

López, C. R. (2015). Evolución y desarrollo actual de los Temas Transversales: posibilidades y limites. Foro de Educación, 13(18). doi: http://dx.doi.org/10.14516/fde.2015.013.018.008.

Magalhães, J. C. (2008). Fala Sério ou com Certeza? In: Ribeiro, P. R. C.; Quadrado, R. P. (Orgs.). Corpos, Gênero e Sexualidade: questões possíveis para o currículo escolar. 2.ed. rev., 123 p., Rio Grande: Editora da FURG.

Marina, M. (2009). Educación Sexual para la Educación Primaria. Contenidos y Propuestas para el aula. Serie Cuadernos ESI. Buenos Aires: Ministerio de Educación de la Nación. Recuperado el 01 de abril de 2020 de: https://www.argentina.gob.ar/sites/default/files/esi_primaria_2018.pdf

Mendes, M.S., Nóbrega, T.P. (2004) Corpo, natureza e cultura: contribuições para a educação. Revista Brasileira de Educação. São Paulo: Brasil, n. 7.

Moreira, M. A. (2011). Metodologia de Pesquisa em Ensino. Ed.: Livraria da Física. 1ed., São Paulo.

Moreira, B.L.R., Rocha, J. B. & Folmer, V. (2011). Educação sexual na escola: implicações para a práxis dos adultos de referência a partir das dúvidas e curiosidades dos adolescentes. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 10(01). Recuperado em 18 de janeiro de http://reec.uvigo.es/volumenes/volumen10/ART4_Vol10_N1.pdf.

Moreira, B.L.R., Folmer, V. (2015). Percepções de professores de ciências e educação física acerca da educação sexual na escola. Revista Experiências em Ensino de Ciências, 10(2). Recuperado em 23 de janeiro de http://if.ufmt.br/eenci/artigos/Artigo_ID282/

v10_n2_a2015.pdf.

Noro, D. (2017). Discussões relacionadas a gênero nos Planos de Educação: o respeito à diversidade nas políticas públicas educacionais. Dissertação de Mestrado. PPG Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde, UFRGS, Porto Alegre. Recuperado em 06 de fevereiro de https://bit.ly/37DZT44.

Oliveira, F. A., Queiroz, A. M., Chaves, M. A., Castelo Branco, M. & Mendes, I. C. (2017). Atividades lúdicas desenvolvidas com adolescentes escolares sobre prevenção de infecções sexualmente transmissíveis. Revista Interdisciplinar, 10(03). Recuperado em 16 de dezembro de https://revistainterdisciplinar.uninovafapi.edu.br/index.php/revinter/article/view/1124.

Portela, N. C. & Albuquerque, L. P. (2014). Adolescence: sources of information about contraceptive methods. Revista de Enfermagem 3(1). Recuperado em 28 de janeiro de https://bit.ly/2V7NwKW.

Remídio, R. C., Silva, K. & Meireles, C. R. (2019). Educação e diversidade: trabalhando questões de gênero e sexualidade com adolescentes em escolas públicas. Mediação, 1(09). Recuperado em 12 de janeiro de https://bit.ly/2T61tGv.

Santos, W., Coutinho, R. & Puntel, R. (2013). Fatores de risco à saúde na adolescência. Contexto e Saúde, 13(24). doi: https://doi.org/10.21527/2176-7114.2013.24-25.63-65.

Selva, O., Carvalho, E. T. & Borges, S. P. (2019). Sou Menino ou Sou Menina: Discriminações nas Relações de Gênero e Sexualidade na Educação Infantil. Research, Society and Development, 8(9). doi: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i9.1309

Seoane, V. I. (2013). Género, cuerpo y sexualidades. Experiencias de mujeres en escuelas técnicas de la ciudad de La Plata. Buenos Aires: Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales (FLACSO), Programa de Doctorado en Ciencias Sociales. Recuperado em 29 de março de: http://hdl.handle.net/10469/6397.

Silva, C. S. & Bodstein, R. C. A. (2016). Referencial teórico sobre práticas intersetoriais em Promoção da Saúde na Escola. Ciência & Saúde Coletiva, 21(6). doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232015216.08522016.

Silva; R. A. R., Nelson, A. R. C, Duarte, F. H., Nanete, C. C., Holanda, J. R. & Costa, D. R. S. (2016). Conhecimento de estudantes adolescentes sobre transmissão, prevenção e comportamentos de risco em relação as DST/HIV/AIDS. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online, 8(4). doi: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.rpcfo.v8.3634.

Silva, J. O., Anjos, D. F.; Pimentel, P. S., Costa, I. M. & Fonseca, J. H. M. (2019). Identidade de gênero e orientação sexual: a sexualidade no contexto escolar. Research, Society and Development, 8(8). doi: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i8.1182.

Soares, C. B. (2014). Sexualidade na escola: estratégias do projeto saúde e prevenção nas escolas em Uruguaiana/RS. Trabalho de Conclusão de Curso, Ciências da Natureza/Unipampa. Recuperado em 23 de fevereiro de https://bit.ly/38hrKHC.

Soares, E. L., Viçosa, C. S. C. L., Pessano, E. F. C. & Folmer, V. (2018). As representações do corpo humano nos livros didáticos de Ciências. Góndola, Enseñ Aprend Cienc, 13(1). doi: https://doi.org/10.14483/23464712.12018.

Soares, Z. P. & Monteiro, S. S. (2019). Formação de professores/as em gênero e sexualidade: possibilidades e desafios. Educar em Revista, 35(73). doi: https://doi.org/10.1590/0104-4060.61432.

Taha, M. S., Viçosa, C. C. L., Soares, E. L., Silva, F. F. (2018). Fala sério ou com certeza? saúde e sexualidade em rodas de conversa. In: COPETTI, J.; SOARES, R. G.; FOLMER, V. (Org) Educação e saúde no contexto escolar: compartilhando vivências, explorando possibilidades. Universidade Federal do Pampa.

Viçosa, C. S. C. L.; Soares, E. L.; Viçosa, D. L., Pessano, E. F. C. & Folmer, V. (2018). Desafio da formação continuada em abordagens acerca do meio ambiente em uma perspectiva interdisciplinar. Interdisciplinaridade, n. 12. Recuperado em 16 fevereiro de https://revistas.pucsp.br/interdisciplinaridade/article/view/36786.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i6.3613

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com