Educational games as a strategy for teaching about inorganic salts: a card game of ions

Fabiana Aparecida de Lima Matavelli, Carmem Lúcia Costa Amaral

Abstract


This work describes a classroom experience using a pedagogical game set by the authors with the goal of assist the student in education learning, nomenclature and chemical reactions of inorganic salts, as well as their importance in health. This experience was developed in the chemistry classes of a class of the 1st grade of the High School of a private school in the city of São Paulo. During the application of the game the students could question in, systematize and build up their knowledge about inorganic salts and develop the ability to work in teams. The result of this experience evidences that the game provided moments of fun, narrowing of social relations in the school environment, overcoming difficulties, furthermore the construction of knowledge of structure, nomenclature, reactions and the function of inorganic salts.


Keywords


Educational games; Inorganic Salts; Chemistry teaching

References


CANTO, Alisson Reis; ZACARIAS, Marcelo Augusto. Utilização do jogo Super Trunfo Árvores Brasileiras como instrumento facilitador no ensino dos biomas brasileiros. Ciênc. & Cogn., v. 14, n. 1, p. 144-153, 2009.

CARMO, K.A.; ASSIS JR, P.C.; SOUZA, A.C.N. Jogo dos sais inorgânicos: uma ferramenta para o estudo da formação e nomenclatura em uma escola pública no município de Parintins/AM. Anais do 13 Simpósio Brasileiro de Educação Química, de agosto de 2015.

CUNHA, Marcia Borin. Jogos no Ensino de Química: Considerações Teóricas para sua Utilização em Sala de Aula. Química nova na escola, v. 34, n.2, p. 92-98, 2012. Disponível em:http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2008/anais/pdf/293_114.pdf. Acesso em junho/2017.

DONDI, Claudio; MORETTI, Michela. A methodological proposal for learning games selection and quality assessment. British Journal of Educational Technology, v.38, n.3, p.502- 512, 2007.

FIALHO, Neusa Nogueira. Os jogos pedagógicos como ferramenta de ensino. Anais do VIII Congresso Nacional de Educação da PUCPR (EDUCERE), Paraná, 2008.

GOMES, C. F. A atividade lúdica na relação ensino-aprendizagem: reflexões sobre o papel do ludismo na formação de professores. In: IX Congresso Nacional de Educação e III Encontro Sul Brasileiro de psicopedagogia, 2009, Curitiba. Anais. Curitiba: PUCPR, 2009. p. 10549-10544.

GRANDO, Regina Célia. O jogo e a matemática no contexto da sala de aula. 1.ed. São Paulo: Paulus, 2004.

GUEDES, Marcelo Ribeiro de Almeida; PEREIRA, Carlos Alberto Sanches. Utilização do jogo didático “bingo químico” como auxílio no ensino da química para alunos do primeiro ano do Ensino Médio. Atas do IX Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências – IX ENPEC Águas de Lindoia, SP, novembro de 2013.

KISHIMOTO T. M. O brinquedo na educação: considerações históricas. São Paulo: FDE, 1995.

MATHIAS Gisele Nanini; AMARAL, Carmem Lúcia Costa. Utilização de um jogo pedagógico para discussão das relações entre ciência/tecnologia/sociedade no ensino de química. Experiências em Ensino de Ciências, v.5, n.2, p 107-120, 2010.

MOÇO, Anderson. Vencendo os erros. Nova Escola, 2012. Disponível em: https://novaescola.org.br/conteudo/1964/vencendo-os-erros. Acesso: abril/2018.

MOREIRA, Eliane Jordana da Silva; MOREIRA, Francisca Belkise de Freitas; LIMA, Michele Asley Alencar. Baralho Iônico: Uma maneira alternativa de ensinar química. Anais VII Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação. Tocantins, outubro de 2012.

NÓVOA, António. O professor na Educação do século 21. Revista Gestão educacional. Abril/2014. Disponível em: http://www.todospelaeducacao.org.br/educacao-na-midia/indice/29982/o-professor-na-educacao-do-seculo-21/. Acesso: Janeiro/2018.

QUEIROZ, B. V.; DIÓGENES; F. J. M. O.; FECHINE, P. B. A. Jogo das Soluções: simulando um experimento no laboratório de química utilizando uma proposta lúdica para o Ensino Médio. Rev. Virtual Quim., v.8, n.6, p.2042-2056, 2016.

RUSSEL, John, B. Química Geral. 2a ed. São Paulo: Pearson, 1994.

SANT’ANNA, Alexandre; NASCIMENTO, Paulo Roberto. A história do lúdico na educação. REVEMAT, v. 6, n. 2, p. 19-36, 2011.

SANTOS, S.M.P.; CRUZ, D.R.M. O lúdico na formação do educador. In: SANTOS, S.M.P. O lúdico na formação do educador. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

SILVA, Bruna; CORDEIRO, Marcia Regina; KILL, Keila Bossolani. Jogo didático investigativo: uma ferramenta para o ensino de química inorgânica. Química Nova na Escola, v. 37, n.1, p. 27-34, 2015.

SILVA, Janduir E.; SILVA JR. Carlos N.; OLIVEIRA, Ótom A.; CORDEIRO, Diego O. Pistas orgânicas: um jogo para o processo de ensino e aprendizagem da química. Química Nova na Escola, v. 40, n. 1, p. 25-32, 2018.

SOARES, Márlon Herbert Flora Barbosa. Jogos e Atividades Lúdicas no Ensino de Química: Teoria, Métodos e Aplicações. Anais do XIV Encontro Nacional de Ensino de Química - XIV ENEQ, Paraná, julho de 2008.

SOBRINHO, Antônio Fávero. O aluno não é mais aquele! E agora Professor? A transfiguração histórica dos sujeitos da educação. Anais do I Seminário Nacional: currículo em movimento – Perspectivas Atuais, Belo Horizonte, novembro de 2010.

SOUSA, Martha Reis. Jogos Pedagógicos no Ensino de Química: o que dizem as produções científicas dos eventos da área. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) - Universidade Cruzeiro do Sul, 2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.17648/rsd-v7i8.328

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com