Quality of commercial chicken cuts fresh and with seasoning in the southwest of Goiás

Tainara Leal Sousa, Jessyca Pinheiro da Silva, Daniele Silva Lima, Richard Marins da Silva, Mariana Buranelo Egea, Leticia Fleury Viana

Abstract


Due to the good acceptability and being an easily accessible and economically product for consumption, the production of chicken meat has been increasing in the last two decades.That said,it was aimed with this research to evaluate the microbiological, physicochemical quality of fresh and seasoned chicken meat commercialized in the city of Santa Helena de Goiás.The samples were collected in four commercial establishments  and then there were carried out microbiological analyzes for total, thermotolerant coliforms and Salmonella spp, physical and chemical analyzes for pH, acidity and water retention.The results obtained in the microbiological analyzes for total and thermotolerant coliforms showed that the samples were above the limits established by Normative Instruction No. 62, of 09/18/2003, by the Brazilian Ministry of Agriculture, Livestock and Supply.For Salmonella spp. evaluation the microorganism was present in 25g in three from the four samples evaluated.The pH of the samples ranged from 6.17 to 6.53, consistent with values found in the literature.A there was a small variation in the analyzed samples acidity.Only one sample, among the four evaluated showed higher water retention.Thus, it was possible to conclude that the fresh and seasoned chicken cuts analyzed were not in hygienic-sanitary conditions suitable for consumption.


Keywords


deterioration,legislation,food safety,inspection.

Full Text:

PDF

References


Aberc (Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas Manual). 2000. Aberc de práticas de elaboração e serviço de refeições para coletividades. São Paulo.

Abpa. Associação Brasileira Proteína Animal. Mercado Mundial. 2015. Disponível em: http://abpa-br.com.br/setores/avicultura/mercado-mundial.

Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução RDC Nº 216, de 15 de setembro de 2004. Dispõe sobre Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação. Diário Oficial da União, Brasília, 2004. Disponível em:

Brasil. Resolução RDC n. 12, de 02 de janeiro de 2001. Aprova o Regulamento Técnico sobre padrões microbiológicos para alimentos. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF.

Brossi, C.; Contreras-Castillo, C.J.; Amazonas, E.A. & Menten, J.F.M., (2009). Efeitos térmicos durante o pré-abate em frangos de corte. Ciência Rural, 39(4), p. 1296-1305.

Carvalho, A.C.F.B; Cortez, A.L.L; Salotti, B.M; Bürger, K.P; Vidal-Martins, A.M.C. 2005. Presença de microrganismos mesófilos, psicrotróficos e coliformes em diferentes amostras de produtos avícolas. Arquivo Instituto Biologia, 72(3), p.303-307.

Cezar, M.F. & Sousa, W.H. (2007). Carcaças ovinas e caprinas: obtenção, avaliação e classificação. João Pessoa.

Furtado, C.S.; Moura, G.K.; Procópio, A.; Chaves, C.A.; Machado, A. 2015. Manipulação, armazenamento e características físico-químicas de churrasquinhos de rua. Manaus-Am. Nanbiquara-Revista científica da Fametro, 1(1):11-22.

Garcia Erm, Souza Rpp, Cappi N, Ávila Lr, Feliciano Wb, Cruz Fk. 2017. Perfil do consumidor de carne de frango no município de Aquidauana, MS. Vet. e Zootec. Jun.; 24(2): 345-352.

Góez, J.; Silva, A.V.; Fracalossi, L.M. & Kuwano, E.A. (2004). Condições de conservação de alimentos armazenados por refrigeração na cidade de Salvador, Bahia. Revista Higiene Alimentar, 18(125) 2004.

Ial (Instituto Adolfo Lutz).2008. Métodos físico-químicos para análise de alimentos/coordenadores Odair Zenebon, Neus Sadocco Pascuet e Paulo Tiglea, São Paulo.

Jay, James M. Trad. Tondo, Eduardo Cesar Et Al. 2005. Microbiologia de Alimentos. 6. ed. Porto Alegre: Artmed.

Mendes, L. J.; Moura, M. M. Almeida; Maciel,M. P.; Reis,S. T.; Silva,V. G.; Silva,D. B.; Santana De Moura, V. H.; Alves Meneses, I. M.; Sampaio Said, J. L. 2016. Perfil do consumidor de ovos e carne de frango do município de Janaúba-MG. Ars Veterinaria., 32(1): 081-087.

Lima, A., & Nääs, I. 2005. Evaluating two systems of poultry production: conventional and free-range. Revista Brasileira de Ciência Avícola, 7(4), 215–220.

Mapa. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa – IN n° 62, de 18 de setembro de 2003; Anexo. Dispõe sobre os métodos analíticos oficiais para análises microbiológicas para controle de produtos de origem animal e água, 2003.

Olivo, R.; Olivo, N. 2006. O mundo das carnes. 4.ed., Criciúma: Editora do Autor.

Osório, J.C.; Osório, M.T.; Jardim, P. 1998. Métodos para avaliação de carne ovina: "in vivo", na carcaça e na carne. Pelotas: Universidade Federal de Pelotas.

Pereira, A.S. et al. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1. Acesso em: 30 março 2020.

Pinto, M. F., Ponsano, E. H. G., Franco, B. D. G. M., & Shimokomaki, M. 2002. Charqui meats as fermented meat products: role of bacteria for some sensorial properties development. Meat Science, 61(2), 187–191.

Rodrigues, D.P. 2005. Ecologia e prevalência de Salmonella spp. em aves e material avícola no Brasil. In: Conferência Apinco de Ciência e Tecnologia Avícolas, Santos. Anais, v.2, Santos, p.223-228.

Rückert, D. A. S.; Pinto, P. S. A.; Rodrigues, A. C. A.; Bevilacqua, P. D.; Pinto, M. S. 2006. Métodos de pesquisa de Salmonella sp durante o abate de frangos. Revista Higiene Alimentar, 20(146) p. 49-54.

Shimokomaki, M.; Olivo, R.; Terra, N. N.; Franco, B. D. G. M. 2006. Atualidades em ciência e tecnologia de carnes. São Paulo: Livraria Varela.

Silva, J. A.; Azerêdo, G. A.; Barros, C. M. R.; Costa, E. L.; Falcão, M. M. S. 2002. Incidência de bactérias patogênicas em carne de frango refrigerada. Revista Higiene Alimentar, 16(100), p.97-101.

Tirolli, I. C. C.; Costa, C. A. Da. 2006. Ocorrência de Salmonella spp. em carcaças de frangos recém abatidos em feiras e mercados da cidade de Manaus-AM. Acta Amazônica, 36(2): 205 – 208.

Venturini, K. S; Sarcinelli, M. F; Silva, L. C. 2007. Características da carne de frango In: Boletim Técnico, Universidade Federal do Espírito Santo. PIE-UFES.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i5.3268

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com