Study on Bus Robbery Occurrences in Belém do Pará, Brazil: an analysis from the victims' profile, characteristics and probabilities

Vanessa Ferreira Monteiro, Cynthia Fernanda Santos Pajeu Santana, Andréa Bittencourt Pires Chaves, Ana Patrícia de Oliveira Fernandez, Silvia dos Santos de Almeida, Simone Souza da Costa Silva

Abstract


News about bus robbery has become frequent in several Brazilian municipalities. The intensification in this type of crime is causing fear and a feeling of insecurity for the population, especially when the victims are the drivers and collectors, as they are exposed daily to public precariousness and its effects. In this context, the present study aimed to feature the profile of bus drivers and collectors, victims of robbery in their work, in five municipalities in the Metropolitan Region of Belém, state of Pará, Brazil, in the years 2017 and 2018 and to verify possible associations between the municipality of occurrence, shift and day of the week with the environment employed to commit the crime. There fore, we used the statistical techniques exploratory data analysis and correspondence analysis, where it was found that the main results are that most of the victims are male, have completed high school, the most common means used to commit the crime it is the firearm and the shift with the highest rate of assault is the night shift. However, it was concluded that public policies on public security that aim to face and curb the crime of bus robbery in the Metropolitan Region of Belém are extremely important.


Keywords


Insecurity; Drivers and collectors; Violence; Public Precariousness.

References


Alcantara, V. C. G. D., Silva, R. M. C. R. A., Pereira, E. R., & Silva, M. A. (2016). A qualidade de vida para motoristas de ônibus: Entre a saúde e o trabalho. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, (SPE4), 101-106.

Alcantara, V. C. G., Silva, R. M. C. R. A., Pereira, E. R., Silva, D. M., & Flores, I. P. (2020). O trânsito na compreensão de motoristas de ônibus: possibilidades do cuidado interdisciplinar. Research, Society and Development, 9(3).

Alves, C. R.S, & de Paula, P. P. (2009). Violência no trabalho: possíveis relações entre assaltos e TEPT em rodoviários de uma empresa de transporte coletivo. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, 12(1), 35-46.

Antunes, E. M., & Simões, F. A. (2013). Engenharia urbana aplicada: um estudo sobre a qualidade do transporte público em cidades médias. Urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana, 5(2), 51-62.

Ayres, M. (2012). Elementos de bioestatística: a seiva do açaizeiro.

Bussab, W.O., & Morettin, P.A. (2011). Estatística básica. São Paulo: Saraiva.

Carvalho, A. (2002). O Geoprocessamento como Recurso para Análise das Ocorrências em Linhas de Ônibus Urbano em Belo Horizonte: Um Estudo de Caso. 55p. Monografia apresentada ao Curso de Especialização em Geoprocessamento - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Brasil.

Cavalcante, L. S., de Almeida, S. D. S., & dos Reis Araújo, A. (2016). O Modus operandi do crime de roubo a transeuntes em Belém. Planejamento e Políticas Públicas, (47).

Corrêa, L. M. A., Silva, E. L. B., Almeida, S. S., & Araújo, A. R. (2016). Perfil das vítimas dos crimes de roubo na Região Metropolitana de Belém. In C. A. N. Chagas, M. Q. G. Baptista, & S. C. M de Oliveira (Orgs.), Segurança Pública :Diagnósticos, conflitos, criminalidade e tecnóloga da informação. (Cap. 14, pp. 269-274). Belém: UFPA, Edições Uni-CV.

Diaz, F. R.; Lopez, F. J. B. (2007). Bioestatística. 1ª ed. Sao Paulo: Thomson Learning.

Fávero, L. P. L., Belfiore, P. P., Silva, F. L. D., & Chan, B. L. (2009). Análise de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões. 1. ed. Rio de Janeiro: Campos Elsevier.

Foucault, M. (2010). Vigiar e Punir. São Paulo: Vozes.

Kato, R. B., Bordalo, B. M., & da Silva Camelo, T. (2016). Análise de percepção qualitativa do transporte público: um estudo de caso na cidade de Belém/PA. REEC-Revista Eletrônica de Engenharia Civil, 11(2).

Lagarde, J. D. (1995). Initiation à l'analyse des données. Paris: Dunod.

Marx, Karl. (2001). Manuscritos Econômicos Filosóficos. São Paulo: Martin Claret.

Mascarola; J. (1991). Enquêtes et Analysis de Données. Vuibert. Paris.

Nogueira, S., & Castelhano, J. (2012). Gestão dos tempos e do percurso profissional: estratégias das mulheres em profissões definidas no masculino. Laboreal, 8(Nº1).

NTU - ASSOCIAÇÃO NACIONAL DAS EMPRESAS DE TRANSPORTES URBANOS. (2016). Pesquisa: “Empresas contabilizam mais de 50 mil assaltos a ônibus em duas décadas”. Revista NTU Urbano. 4(22), 36-37. Disponível em: https://www.ntu.org.br/novo/upload/Publicacao/Pub636072263650945943.pdf. Acesso em 03 março 2020.

OMS – Organização Mundial da Saúde. (2002). Relatório mundial sobre violência e saúde. Genebra: Organização Mundial da Saúde. Disponível em: http://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/wp-content/uploads/2019/04/14142032-relatorio-mundial-sobre-violencia-e-saude.pdf. Acesso em 03 março 2020.

Paes-Machado, E., & Viodres-Inoue, S. (2015). O lado sombrio da estrada vitimização, gestão coercitiva e percepção de medo nos roubos a ônibus interurbanos. Revista Brasileira de Ciências Sociais, 30(89), 9-30.

Pamplona, V. M. S., Ramos, E. M. L. S., Gomes, M. K. T., Araújo, A. R., & Reis, C. P. (2008). Perfil das vítimas de crimes contra a mulher na Região Metropolitana de Belém. In E. M. L. S. Ramos, S. S. Almeida, A. R. Araújo (Orgs.), Segurança pública: uma abordagem estatística e computacional (2º ed., Cap. 1, pp. 17-27). Belém: EDUFPA.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Santa Maria. Ed. UAB/NTE/UFSM. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1. Acesso em 30 março 2020.

Ramos, E. M. L. S., Pamplona, V. M. S., dos Reis, C. P., de Almeida, S. D. S., & dos Reis Araújo, A. (2011). Perfil das vítimas de crimes contra a mulher na Região Metropolitana de Belém. Revista Brasileira de Segurança Pública, 5(1).

Sousa, D. C. B. D., Pitombo, C. S., Rocha, S. S., Salgueiro, A. R., & Delgado, J. P. M. (2017). Violência em transporte público: uma abordagem baseada em análise espacial. Revista de Saúde Pública, 51, 127.

Talone, V. (2018). Evitação e afastamento como dispositivos morais da gramática da desconfiança: Uma leitura pragmatista do deslocamento urbano pela'violenta'cidade do Rio de Janeiro. Dilemas-Revista de Estudos de Conflito e Controle Social, 11(1), 153-172.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i5.3236

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com