Historical knowledge and the search for truth: a reading of subjectivity and objectivity in the duality between subject and object

Fernando Tadeu Germinatti, Alessandra de Melo

Abstract


The present article presents the systematization of theoretical reflections about the debate of neutrality in the human sciences. From the presentation of the conception of scientific neutrality defended by the positivist perspective, a reflection is made on the relation between researcher and object of historical research and its imbrications to the present day. The focus is on the subjective factor and its decisive contribution to research in human science. Thus, the great epistemological richness contained in subjectivity is demonstrated. The methodology used was a bibliographical study, made from researches in classic works of historical science.


Keywords


Neutrality; Positivism; History.

References


BLOCH, Marc. Apologia a História ou o Ofício do Historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.

BACHELARD, G. A Epistemologia. trad. Fátima Lourenço Godinho; Mário Carmino Oliveira. Lisboa/Portugal : Edições 70, 2006.

BURKE, Peter. (org.). A escrita da história da história: novas perspectivas. São Paulo: Editora UNESP,1992.

BURKE, Peter. Variedades da história cultural. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001.

CANDIDO, Antonio. A personagem de ficção. São Paulo: Perspectiva, 1999.

CARR, E.H. Que é História. São Paulo: Paz e Terra, 2002.

CERTEAU, Michel de. A escrita da História. Rio de Janeiro. Forense Universitária, 2000.

CHARTIER, Roger. História positivista. In: LE GOFF, Jacques; CHARTIER, Roger; REVEL, Jacques et al. (Org.). A nova história. Trad. Maria Helena Arinto e Rosa Esteves. Coimbra: Almedina, 1978. p. 516-518

DUARTE, Regina Horta. Lógica histórica, sujeito e criação: temas de pesquisa na história do Brasil, século XIX e XX. História da historiografia, UFOP (5) 2010, p. 115-33.

FICO, Carlos. História que temos vivido. In: VARELLA, Flávia e outros (Orgs.). Tempo presente & usos do passado. Rio de Janeiro: FGV, 2012

FONTES, Virgínia. História e verdade. IN: FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria. Teoria e Educação no Labirinto do Capital, 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade: curso no Collège de France (1975-1976). São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu, SILVA, Glaydson José da. Teoria da história. 1. ed. São Paulo: Brasiliense, 2008.

GADAMER, Hans-Georg. O Problema da Consciência Histórica. Rio de Janeiro: Ed. FVG, 1998.

GINZBURG, Carlo. O queijo e os Vermes: o cotidiano e as idéias de moleiro perseguido pela inquisição. São Paulo: Companhia das Letras, 1987

GINZBURG, Carlo. Mitos, emblemas, sinais. Morfologia e história. São Paulo: Companhia das Letras, 1989

GUMBRECHT, Hans Ulrich. Produção de Presença. O Que o Sentido Não Consegue Transmitir. São Paulo/Rio de Janeiro: Contraponto/PUC Rio, 2010.

GUATTARI, F. & ROLNIK, S. (1996). Cartografias do Desejo. Petrópolis/RJ: Vozes

KUHN, Thomas S. A estrutura das revoluções científicas. 5. ed. São Paulo: Editora Perspectiva S.A, 1997.

LACEY, H. Valores e atividade científica. São Paulo, Discurso Editorial, 1998.

LE GOFF, J., (1996). Memória e história. Campinas: Editora da UNICAMP

LE GOFF, J. Prefácio. In: BLOCH, Apologia da história ou O ofício de historiador, op.cit., p. 19.

LÖWY, M. Método dialético e teoria política. 3. ed. São Paulo: Paz e Terra Filosofia, 1985.

LÖWY, M . As aventuras de Karl Marx contra o Barão de Münchhausen. Marxismo e positivismo na sociologia do conhecimento. 2. ed. São Paulo: Editora Busca Vida, 1988.

HOBSBAWM, Eric. Não basta a história da identidade. In: __________. Sobre história: ensaios. Tradução de Cid Knipel Moreira. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

MARTINS, L. M. (2004). A natureza histórico-social da personalidade. Caderno Cedes, 62 (24), 82-99.

MORIN, E. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.

PESAVENTO, Sandra J. Imaginário Social e Utopia: um outro olhar sobre a história. Em: PESAVENTO, S. J. (org.) 500 anos de América: imaginário e utopia. Porto Alegre: Ed. Universidade / UFRG, 1992.

ORLANDI, L. B. L. Que estamos ajudando a fazer de nós mesmos. In: RAGO, M.; ORLANDI, L. B. L.; VEIGA-NETO, A. (Org.). Imagens de Foucault e Deleuze: ressonâncias deleuzeanas. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

REIS. José Carlos. História &teoria: historicismo, modernidade, temporalidade e verdade. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003.

REIS. José Carlos. A história entre a filosofia e a ciência. São Paulo: Editora Ática, 1996.

SANTOS, Boaventura de Souza. Um discurso sobre as Ciências na transição para uma ciência pósmoderna. Estudos Avançados, v. 2 nº. 2, São Paulo, IEA/USP, 1988, p. 55.

SARTRE, Jean Paul. (1965). Esboço de uma teoria das emoções. Rio de Janeiro: Zahar.

SEVERINO, A.J. Metodologia do trabalho científico. Rio de Janeiro: Cortez, 2007.

SCHUELER, Alessandra Frota Martinez. Educar em família: o Colégio Imperial Amorim Carvalho na Corte Imperial (1882 – 1889). Revista Histedbr on line, n. 27, set 2007, p. 65 – 77.

SCHAFF, Adam. História e Verdade. 6 ed. São Paulo. Martins Fontes. 1995.

THOMPSON, Edward Palmer. A miséria da teoria: ou um planetário de erros – uma crítica ao pensamento de Althusser. Rio de Janeiro. Zahar Editores, 1981

VAINFAS, Ronaldo e CARDOSO, Ciro F. Domínios da História - ensaios de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Ed. Campus, 1997.




DOI: http://dx.doi.org/10.17648/rsd-v7i5.320

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com