The evidence of scientific literacy in na Amazon science club

Amanda Sylmara da Rocha Moreira, Edilene da Silva e Silva, João Manoel da Silva Malheiro

Abstract


The following work is a study with a qualitative approach, carried out to understand what are the assumptions, characteristics and evidence of scientific literacy present in the Science Club Prof. Dr. Cristovam W. P. Diniz. The study data were collected from an activity developed among students aged between 9 and 12 years old, from public municipal and state schools and who are part of this project in the non-formal learning space located at the Federal University of Pará in Castanhal. From this, we tried to identify the indicators of scientific literacy present in an investigative teaching sequence called The problem of the submarine. Thus, it was observed that the moment of approximation with reality is shown as the stimulator of scientific literacy when students wrote and / or drew leaving their own information about the activity and how it was related to daily life and with that they could understand the phenomenon and bring it into your experience.


Keywords


Scientific literacy; Science club; Sequence of investigative teaching.

References


Brandão, C. R. (2006). A pesquisa participante e a participação da pesquisa. BRANDÃO, CRe STECKER, DR Pesquisa Participante: a partilha do saber. Aparecida, SP: Idéias e Letras.

Carmo, A. B. D.; Carvalho, A. M. P. D. (2009). Construindo a linguagem gráfica em uma aula experimental de física. Ciência & Educação (Bauru), 15(1), 61-84.

Carvalho, A. D. (2013). O ensino de ciências e a proposição de sequências de ensino investigativas. Ensino de ciências por investigação: condições para implementação em sala de aula. São Paulo: Cengage Learning, 1-20.

Chassot, A. I. (2000). Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. Ed. Unijuí.

Flick, C. (2016). Informed consent and the Facebook emotional manipulation study. Research Ethics, 12(1), 14-28.

Fourez, G. (1994). Alphabétisation scientifique et technique: essai sur les finalités de l'enseignement des sciences.

Lemke, J. L. (2006). Investigar para el futuro de la educación científica: nuevas formas de aprender, nuevas formas de vivir. Enseñanza de las ciencias: revista de investigación y experiencias didácticas, 24(1), 5-12.

Delizoicov, D., & Lorenzetti, L. (2001). Alfabetização científica no contexto das séries iniciais. Ensaio Pesquisa em educação em Ciências, 3(1), 37-50.

Malheiro, J. M. S. (2016). Atividades experimentais no ensino de ciências: limites e possibilidades. ACTIO: Docência em Ciências, 1(1), 108-127.

Sasseron, L. H., Carvalho, A. M. P. D. (2009). O ensino de Ciências para a alfabetização científica: Analisando o processo por meio das argumentações em sala de aula. Argumentação e ensino de ciências

Sasseron, L. H. (2017). Alfabetização científica como objetivo do ensino de ciências.

Sasseron, L. H. (2008) Alfabetização científica no ensino fundamental: estrutura e indicadores deste processo em sala de aula. Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i5.3111

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com