Conceptions of students of a rural school about digital information and communication Technologies

Cíntia Moralles Camillo

Abstract


This study aimed to analyze the conception of students from a rural school in relation to technologies, as well as to verify issues related to access and its use. It is a qualitative and case study, developed with 54 students of 6th, 7th, 8th and 9th years of a public school, located in the municipality of Santa Maria in Rio Grande do Sul. A questionnaire was applied with open and closed questions, in which it was found that most students use television and cell phones in their daily lives. To this end, the importance of these being understood as more than mere tools to support pedagogical practice or simple tools to make the class more interesting is highlighted. The use of TDIC in schools needs to have a critical appropriation in what involves students and teachers before the construction of knowledge, these need to be built collectively.


Keywords


Educational Technologies; Computer labs; Rural Schools; TDIC.

References


Arroyo, M. G. (2014). Outros Sujeitos, Outras Pedagogias. 2. Ed. – Petrópolis, RJ: Vozes.

Bierhalz, C. D.; Fonseca, E. M.; Oliva, I. (2019). Concepções dos estudantes de uma escola do campo sobre tecnologia. Revista Brasileira de Educação do Campo. DOI: http://dx.doi.org/10.20873/uft.rbec.v4e3297.

Brasil. MEC. (2018) Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Notas Estatísticas: Censo Escolar 2018. [Online]. Brasília: Inep. Disponível em: < http://download.inep.gov.br/educacao_basica/censo_escolar/notas_estatisticas/2018/notas_estatisticas_censo_escolar_2018.pdf>. Acesso em: 03 de março de 2020/.

Camillo, C. M. (2019). Mapeamento e utilização dos laboratórios de informática educacionais nas escolas do campo da 8ª CRE. Dissertação de Mestrado. PPGter - Programa de Pós-Graduação em Tecnologias Educacionais em Rede/UFSM.

Camillo, C. M.; Severo, J. N. dos S.; Medeiros, L. M. (2018) Análise da Tendência do uso das TDICs no Brasil. Anais 7º Fórum Internacional Ecoinovar.

Camillo, C. M. (2018). Análise Comparativa da Frequência das Palavras por meio da Linguística de Corpus e da Linguística Computacional. Anais Evidosol/Ciltec Online.

Casagrande, G. N. (2016). As contribuições das tecnologias digitais da informação e comunicação (TDIC) no processo ensino/aprendizagem. Monografia - Programa de Especialização da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis – SC.

Cysneiros, P. G. (2004). Competências para ensinar com novas tecnologias. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 4, n. 12, p. 23-33, maio/ago.

Costa, S. R. S.; Duqueviz, B. C.; Pedroza, R. L. S. (2015). Tecnologias Digitais como instrumentos mediadores da aprendizagem dos nativos digitais. Revista Quadrimestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, SP. Volume 19, Número 3, setembro/dezembro.

Fontana, F. F.; Cordenonsi, A. Z. (2015). TDIC como mediadora do processo de ensino-aprendizagem da arquivologia. ÁGORA, Florianópolis, v. 25, n. 51, p. 101-131, jul./dez.

IBGE. (2018) Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em: < https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/20073-pnad-continua-tic-2016-94-2-das-pessoas-que-utilizaram-a-internet-o-fizeram-para-trocar-mensagens> Acesso em: 04 de março de 2020.

Lalueza, J. L., Crespo, I., & Camps, S. (2010). As tecnologias da informação e da comunicação e os processos de desenvolvimento e socialização. Em C. Coll, & C. Monereo (Orgs.), Psicologia da Educação Virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e da comunicação (N. Freitas, Trad., pp. 47-65). Porto Alegre: Artmed.

Marconi, M. A.; Lakatos, E. M. (2011). Fundamentos de Metodologia Científica. 7º ed. São Paulo: Atlas.

Moran, J. (2013). Desafios que as tecnologias digitais nos trazem. In: Novas Tecnologias e Mediação Pedagógica, Papirus, 21ª ed., 2013, p. 30-35.

Munarim, I. (2014). As tecnologias digitais nas escolas do campo: contextos, desafios e possibilidades. Tese de doutorado. Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação. Florianópolis, SC.

Prensky, M. (2001). Digital natives, digital immigrants. On the Horizon. NBC University Press, v. 9, n. 5, oct.

Quijano, A. (2010). Colonialidade do poder e classificação social. In: Santos Boaventura de Souza; Meneses, M. P. (Org.). Epistemologias do Sul. São Paulo: Cortez.

Silva, E. S.; Arnt, A. (2018). O acesso as escolas do campo e o transporte escolar. In: GEPEC - Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação no Campo. I Seminário Internacional e IV Seminário Nacional de Estudos e Pesquisas sobre Educação no Campo.

Silva, L. R. (2008). Unesco: Os quatro pilares da “educação pós-moderna”. Inter-Ação: Rev. Fac. Educ. UFG, 33 (2): 359-378, jul./dez.

UNESCO. (2010). Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Educação um Tesouro a Descobrir. Disponível em: < http://unesdoc.unesco.org/images/0010/001095/109590por.pdf> Acesso em: 04 de março de 2020.

Weisheimer, N. (2005). Juventudes Rurais: Mapa de Estudos Recentes. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i4.3006

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356