Contributions of human performance evaluations to the achievement of objectives in the public sector

Ricardo L.A. Souza, Andreia Teixeira de Oliveira Santos, Carlos Alberto Dias, Ciro Meneses Santos

Abstract


The Brazilian public administration has undergone great changes, and in this context human performance evaluations have emerged as a means of promoting improved government performance. Based on this assumption, this work aimed to identify in the national literature the contributions of performance evaluations to the achievement of strategic objectives in the public sector between 2009 and 2019. For this purpose, a bibliographic survey was conducted on the platform of the Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), based on publications from 2009 onwards. As a result, 8 articles were obtained on performance management and evaluation, motivation and server development. It was concluded that the implementation of the private model in public administration without in-depth debate does not provide improvements in public service. Therefore, human resource managers should adapt it to the reality of the public sector to make it more effective.

Keywords


Human Performance Evaluation. Strategic Planning. Public Service.

References


Abreu, A.C. D.; Helou, A. R. H.; Fialho, F. A. P. (2013) Possibilidades epistemológicas para a ampliação da Teoria da Administração Pública: uma análise a partir do conceito do Novo Serviço Público. Cad. EBAPE. BR, v. 11, nº 4, artigo 7, Rio de Janeiro, p. 613-620. https://doi.org/10.1590/S1679-39512013000400009

Akim, E. K.; Mergulhão, R. C. (2015) Panorama da produção intelectual sobre a medição de desempenho na gestão pública. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 49, n. 2, p. 337-366. https://doi.org/10.1590/0034-7612126126

Alday, H.; Contreras, E. (2000) O planejamento estratégico dentro do conceito de administração estratégica. Revista FAE, v. 3, n. 2, Curitiba, p. 9-16. Disponível em: http://bit.ly/2sVC9cQ. Acesso em: 19 de dez. 2019.

Almeida, M. I. R. (2003) Manual de planejamento estratégico: desenvolvimento de um plano estratégico com a utilização de planilhas Excel. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

Andion, C. (2012) Por uma nova interpretação das mudanças de paradigma na administração pública. Cad. EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. l0, n.1, p. 1-19. Disponível em: http://bit.ly/2Y3sM5f. Acesso em: 04 de out. 2019.

Barbosa, E. R.; Brondani, G. (2004) Planejamento Estratégico Organizacional. Revista Eletrônica de Contabilidade, v. 1, n. 2, p. 123. http://dx.doi.org/10.5902/198109466235

Botelho, L. L. R.; Cunha, C. C. A.; Macedo, M. (2011) O método da revisão integrativa nos estudos organizacionais. Revista eletrônica Gestão e Sociedade, v. 5, n. 11, p. 121-136. https://doi.org/10.21171/ges.v5i11.1220

Brasil. Constituição da República Federativa do Brasil. (1988) Presidência da República. Brasília, DF, 05 de out. Disponível em: http://bit.ly/2rKFY3Z. Acesso em: 09 de out. 2019.

Brasil. Decreto nº 5.825, de 29 de junho de (2019). Estabelece as diretrizes para elaboração do Plano de Desenvolvimento dos Integrantes do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, instituído pela Lei no 11.091, de 12 de janeiro de 2005. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 29 de jun. 2019. Disponível em: http://bit.ly/34Aoru9. Acesso em: 09 de out. 2019.

Brasil. Lei nº 11.091, de 12 de janeiro de (2005). Dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educação, e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 12 de jan. 2005. Disponível em: http://bit.ly/2VzVbCs. Acesso em: 09 de out. 2019.

Brasil. Lei nº 11.784, de 22 de setembro de (2008). Dispõe sobre a reestruturação do Plano Geral de Cargos do Poder Executivo. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 22 de set. 2008. Disponível em: http://bit.ly/2V8MVd7. Acesso em: 08 de jan. 2019.

Carmo, L. J. O.; Assis, L. B. D.; Martins, M. G.; Saldanha, C. C. T.; Gomes, P. A. (2018) Gestão estratégica de pessoas no setor público: percepções de gestores e funcionários acerca de seus limites e possibilidades em uma autarquia federal. Rev. Serv. Público, Brasília, v. 69, n. 2, p. 163-191, Abr/Jun. Disponível em: http://bit.ly/2Mm66JZ. Acesso em: 19 de dez. 2019.

Corrêa, I. M. (2007) Planejamento estratégico e gestão pública por resultados no processo de reforma administrativa do estado de Minas Gerais. Revista de Administração Pública. Rio de Janeiro, v. 41, no 3 p. 487-504, maio/jun. 2007. https://doi.org/10.1590/S0034-76122007000300006

Cunha, M. R.; Kratz, L. (2016) Fatores críticos de sucesso no processo de implementação do balanced scorecard: um estudo de caso nas instituições federais de ensino superior. Revista de Ciências da Administração, v. 18, n. 46, p. 96-108, Dez, 2016. https://doi.org/10.5007/2175-8077.2016v18n46p96

De Mello, A. F. (2007) Para construir uma universidade na Amazônia: realidade e utopia. Editoria Universitária, UFPA.

Gavazini, A. A.; Dutra, A. (2016) Avaliação multicritério de desempenho do servidor público: O caso do poder judiciário. Revista de Carreiras e Pessoas (ReCaPe), v. 6, n. 2, Mai/Jun/Jul/Ago. Disponível em: http://bit.ly/2P3ud0y. Acesso em 07 de out. 2019.

Guimarães, T. A.; Nader, R. M.; Ramagem, S. P. (1998) Avaliação de desempenho de pessoal: uma metodologia integrada ao planejamento e à avaliação organizacionais. Revista de Administração Pública, v. 32, n. 6, p. 43-61. Disponível em: http://bit.ly/2PRmEfj. Acesso em: 16 de dez. 2019.

Lacerda, R. T. O.; Ensslin, L.; Ensslin, S. R. (2012) Uma análise bibliométrica da literatura sobre estratégia e avaliação de desempenho. Gestão & Produção, v. 19, n. 1. https://doi.org/10.1590/S0104-530X2012000100005

Leite. J. M. M. et al. (1999) Análise do instrumento utilizado no processo de avaliação de desempenho da equipe de enfermagem do Hospital Universitário da USP. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v.33, n.3, p.265-78, set. 1999. https://doi.org/10.1590/S0080-62341999000300008

Longo, F. (2007) Mérito e flexibilidade: a gestão de pessoas no setor público. São Paulo: Fundap, 2007.

Lotta, G. S. (2002) Avaliação de desempenho na área pública: perspectivas e propostas frente a dois casos práticos. RAE-eletrônica, v. 1, n. 2, p. 1-12. https://doi.org/10.1590/S1676-56482002000200012

Marconi, M. A.; Lakatos, E. M. (2003) Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas.

Marques, A. L; Borges, R.; Morais, K.; Silva, M. C. (2014) Relações entre resistência a mudança e comprometimento organizacional em servidores públicos de Minas Gerais. Revista de Administração Contemporânea – RAC, Rio de Janeiro, v. 18, n. 2, art. 3, pp. 161-175, Mar./Abr. https://doi.org/10.1590/S1415-65552014000200004

Meyer Jr, V.; Meyer, B. (2004) Planejamento estratégico nas instituições de ensino superior: técnica ou arte?. IV Colóquio Internacional sobre Gestão Universitária na América do Sul. Disponível em: http://bit.ly/2EJ4Xbh. Acesso em: 19 de dez. 2019.

Neto, A. S.; Gomes, R. M. (2003) Reflexões sobre a avaliação de desempenho: uma breve análise do sistema tradicional e das novas propostas. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa (RECADM), v. 1, n. 1. Disponível em: http://bit.ly/393iFnb. Acesso em: 17 de dez. 2019.

Nogueira, R. P.; Santana, J. P. (2015) Human resources management and public sector reforms: trends and origins of a new approach. Discussion Paper, n. 115. Brasília: Ipea, jan. 2015. Disponível em: http://bit.ly/394DMpm. Acesso em: 19 de dez. 2019.

Oliveira, D. P. R. (2007) Planejamento estratégico: conceitos, metodologia e práticas. São Paulo: Atlas.

Paula, A. P. P. (2005) Administração Pública Brasileira: entre o gerencialismo e a Gestão Social. Revista de Administração de Empresas, v 45, n. 1, p. 36-52, Jan/Mar. Disponível em: http://bit.ly/2swvWEc. Acesso em 05 de out. 2019.

Paulo, L. F. A. (2013) Comentários sobre o PPA 2012-2015: gestão para resultados ou painel de políticas. Revista Brasileira de Planejamento e Orçamento, v. 3, p. 44-64. Disponível em: http://bit.ly/2tEgeY1. Acesso em: 17 de dez. 2019.

Pereira, L. C. B. (1998) Reforma do Estado para a cidadania: a reforma gerencial brasileira na perspectiva internacional. Brasília: ENAP/ Editora 34, 1998.

Pinto, J. De F.; Behr, R. R. (2015) Contradições na avaliação de desempenho dos servidores técnico-administrativos em educação na universidade pública. Cadernos EBAPE.BR, v. 13, n. 4, p. 795–820, dez. https://doi.org/10.1590/1679-395132365

Reynaud, P. D.; Todescat, M. (2017) Avaliação de desempenho humano na esfera pública: estado da arte na literatura internacional e nacional. REGE-Revista de Gestão, v. 24, n. 1, p. 85-96. https://doi.org/10.1016/j.rege.2016.10.002

Rodrigues, W. A.; Reis Neto, M. T.; Gonçalves Filho, C. (2014) As influências na motivação para o trabalho em ambientes com metas e recompensas: Um estudo no setor público. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 48, n. 1, Jan./Fev. Disponível em: http://bit.ly/2R4SIgD. Acesso em: 08 de out. 2019.

Schikmann, R. (2010) Gestão estratégica de pessoas: bases para a concepção do curso de especialização em gestão de pessoas no serviço público. In: Camões, M. R. de S.; Pantoja, M. J.; Bergue, S. T. (Orgs.). Gestão de pessoas: bases teóricas e experiências no setor público. Brasília: Enap. Disponível em http://bit.ly/392bUCc. Acesso em: 17 de dez. 2019.

Silveira, J. P.; Garces, A. Gestão pública orientada para resultados no Brasil. Revista^ do Serviço Público. Brasília, v. 53, n. 4, Out-Dez, 2002. https://doi.org/10.21874/rsp.v53i4.294

Souza, M. T.; Silva, M. D.; Carvalho, R. (2010) Revisão integrativa: o que é e como fazer. Revista Einstein, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 102-106. https://doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134

Vidigal, F.; Campos, L. W. (2015) Do Planejamento Estratégico à Prática de Gestão na Universidade Pública: um estudo na UFG. XV Colóquio Internacional de Gestão Universitária – CIGU, 2015. Disponível em: http://bit.ly/2ZhcCXZ. Acesso em: 19 de dez. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i4.2881

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356