Gamification and teaching: the dialogue game as an active and innovative didactic strategy

Paulo César Ausani, Marcos Alexandre Alves

Abstract


It investigates the contributions of the gamification of the dialogue, in the hermeneutic perspective, and their contributions to education, aiming at the engagement of students, motivating them to open and reflective participation, in the process of promoting active learning. The exploratory and descriptive method was adopted, based on bibliographic research, whose intention was to demonstrate, from the literature and some examples of experiences, the relationship between the hermeneutic dialogue, used as a methodological strategy to awaken the reflective and creative awareness of individuals in the teaching-learning process, and gamification, aimed at engaging and motivating students through the use of mechanics and game-based thinking, offering possibilities for promoting innovative teaching. Finally, it appears that dialogic gamification, as a didactic strategy, puts traditional teaching in question and contributes to the development of active learning.


Keywords


Hermeneutics; Interpretation; Language.

References


Almeida, M. L. (1992). Como elaborar monografias. Belém: CEJUP.

Alves, F. (2015). Gamification: como criar experiências de aprendizagem engajadoras. Um guia completo: do conceito à prática. 2. ed. São Paulo: DVS Editora.

Alves, M. A. (2011a). Interpretação e compreensão: da hermenêutica metodológica à experiência hermenêutica como crítica e fundamento do saber filosófico. Princípios (UFRN. Impresso), v. 18, p. 181-198.

Alves, M. A. (2011b). O modelo estrutural do jogo hermenêutico como fundamento filosófico da educação. Ciência e Educação (UNESP. Impresso), v. 17, p. 235-248.

Batista, M. L. S.; Quintão, P. L. & Lima, S. M. B. (2008) Um Estudo sobre a Influência dos Jogos Eletrônicos sobre os Usuários. Revista Eletrônica da Faculdade Metodista Granbery. n. 4, p. 1/11, jun..

Burke, B. (2015). Gamificar: como a gamificação motiva as pessoas a fazerem coisas extraordinárias. 1. ed. São Paulo: DVS editora.

Castells, M. (2007). A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra.

EFUTURO, São Gonçalo (2019). Disponível em https://www.efuturo.com.br/. Acesso em: 08 jul. 2019.

Fardo, M. L. (2013). A gamificação como estratégia pedagógica: Estudo de elementos dos games aplicados em processos de ensino-aprendizagem. 104 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Caxias do Sul.

Fávero, E. A. G. (2007). Direitos das pessoas com deficiência: garantia de igualdade na adversidade. 2. ed. Rio de Janeiro: WVA.

Gadamer, H-G. (2000). La educación es educarse. Barcelona: Paidós.

Gadamer, H-G. (2002). Verdade e método II. Complementos e Índice. 2. ed. Petrópolis: Vozes.

Gadamer, H-G. (2007b). Verdade e método I: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. 8. ed. Petrópolis: Vozes.

Hein, R. (2013). Como usar a gamificação para envolver os funcionários. Cio. 10 de junho. Disponível em https://cio.com.br/como-usar-a-gamificacao-para-envolver-os-funcionarios/. Acesso em 21 jun. 2019.

Hermann, N. (2002). Hermenêutica e Educação. Rio de Janeiro: DP & A.

Kapp, K. (2012). The gamification of learning and instruction: game-based methods and strategies for training and education. Pfeiffer.

Larrosa, J. (2002). Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação. N.º 19, Jan/Fev/Mar/Abril.

Lawn, C. (2007). Compreender Gadamer. Petrópolis: Vozes.

Marques, M. O. (2003). Formação do profissional da educação. 4. ed. Ijuí: Ed. UNIJUÍ.

Minayo, M. C. de S. (org.). (2001). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes.

Recuero, R. (2009). Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina.

Schmidt, L. K. Hermenêutica. (2012). Petrópolis, RJ: Vozes.

Severino, A. J. (2017). Metodologia do trabalho científico. 23. ed. rev. e atual. São Paulo: Cortez.

Smith-Robbins, S. (2011). How to improve the gamification of education. Educause Review Online. Disponível em: https://er.educause.edu/articles/2011/2/this-game-sucks-how-to-improve-the-gamification-of-education. Acesso em 24 jun. 2019.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. (2017). Cenários da educação. [2017]. Cartaz, color. Disponível em: https://www.todospelaeducacao.org.br/pag/cenarios-da-educacao. Acesso em: 11 mar. 2020.

Tolomei, B.V. A (2017) Gamificação como Estratégia de Engajamento e Motivação na Educação. Revista EaD em foco, Rio de Janeiro, v. 7, p. 145–156, 2017. ORCID: 0000-0001-6201-4326. Disponível em: https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/440. Acesso em: 11 mar. 2020.

Vianna, Y; Vianna, M; Medina, B; Tanaka, S. (2013). Gamification, Inc: como reinventar empresas a partir de jogos. MJV Press: Rio de Janeiro.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i6.2736

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com