Preceptoria in teaching about men's health from the perspective of the body in light of Merleau-Ponty: an integrative review

Vilza Aparecida Handan de Deus, Rose Mary Costa Rosa Andrade Silva, Eliane Ramos Pereira, Rita de Cássia Ferreira da Silva, Elina Fernandes de Oliveira, Sandra Conceição Ribeiro Chicharo, Eliane Cristina da Silva Pinto Carneiro

Abstract


The aim of this study is to describe the mediations of the preceptor in the field of human health internship and acting as a transforming agent in the exercise of teaching. This is an integrative review of articles from the LILACS, BDENF and MEDLINE databases and the virtual library SciELO, published between 2011 and 2019. For Merleau-Ponty, every possible experience and access to the world occurs through the body. For man, physical strength and sexuality are striking attributes of his body. Theoretical disciplines reaffirm this view, but do not relate it to male specificities and practice issues. The .preceptor nurse brings to his relationship with the undergraduate student the ability to listen, speak and observe, teaching him to care respecting male conceptions. It is concluded that teacher preceptors should lead undergraduates to actions based on this practice.


Keywords


Nursing students; Nurse practitioners; Teaching; Men's health.

References


Abreu, T. O., Spindola, T., Pimentel, M. R. A. R., Xavier, M. L., Clos, A. C., & Barros, A. S. (2014). A monitoria acadêmica na percepção dos graduandos de enfermagem. Revista Enfermagem UERJ, 22(4), 507-512.

Alcantara, V. C. G., Silva, R. M. C. R. A., Pereira, E. R., Silva, D. M., & Flores, I. P. (2020). O trânsito na compreensão de motoristas de ônibus: possibilidades do cuidado interdisciplinar. Research, Society and Development, 9(3), e36932369.

Brasil. (2008). Ministério da Saúde. Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem: princípios e diretrizes. Brasília: Autor. Recuperado de http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_atencao_saude_homem.pdf

Brasil. (2018). Ministério da Saúde. Agenda de Prioridades de Pesquisa do Ministério da Saúde – APPMS. Brasília: Autor. Recuperado de http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/agenda_prioridades_pesquisa_ms.pdf

Carneiro, E. S. S. P., Silva, R. M. C. R. A., Pereira, E. R., Vallois, E. C., Chicharo, S. C. R., & Lima, M. M. S. (2019). Dor pélvica crônica feminina em relato de experiência: o singular norteando condutas. Revista Nursing (São Paulo), 22(253), 2905-2998.

Figueiredo, W. (2005). Assistência à saúde dos homens: um desafio para os serviços de atenção primária. Ciência & Saúde Coletiva, 10(1), 105-109.

Figueiredo, W. S, & Schraiber, L. B. (2011). Concepções de gênero de homens usuários e profissionais de saúde de serviços de atenção primária e os possíveis impactos na saúde da população masculina, São Paulo, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 16(suppl.1), 935-944.

Freire, P. (2000). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa (15a ed). Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Hopia, H., Latvala, E., & Liimatainen, L. (2016). Reviewing the methodology of an integrative review. Scandinavian Journal of Caring Sciences, 30(4), 662-669.

Leal, A. F., Figueiredo, W. S., & Nogueira-da-Silva, G. S. (2012). O percurso da politica Nacional de Atenção à Saúde dos Homens (PNAISH), desde a sua formulação até sua implantação nos serviços públicos locais de atenção à saúde. Ciência & Saúde Coletiva, 17(10), 2607-2616.

Lima, B., Martins, E. R. C., Ramos, R. C. A., Costa, C. M. A., Clos, A. C., & Ferreira, J. I. C. (2014). Os meios alternativos de comunicação como ferramenta para a prevenção do câncer de próstata. Revista Enfermagem UERJ, 22(5), 656-662.

Lopez, S. B., & Moreira, M. C. N. (2013). Políticas Nacionais de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens e à Saúde do Homem: interlocuções políticas e masculinidade. Ciência & Saúde Coletiva, 18(3), 743-752.

Maciel, R. A., Oliveira, M. R. F., & Silva, T. S. (2013). Complexo temático: uma abordagem de Freire e Pistrak na formação em rede da Secretaria Municipal de Educação em Bragança – Pará. Anais do Colóquio Internacional Paulo Freire, Recife, PE, Brasil. Recuperado de http://coloquio.paulofreire.org.br/participacao/index.php/coloquio/viii-coloquio/paper/view/291

Merleau–Ponty, M. (1999). Fenomenologia da percepção (2a ed). São Paulo: Martins Fontes.

Merleau–Ponty, M. (2006). Fenomenologia da percepção (3a ed). São Paulo: Martins Fontes.

Mills, J. E., Francis, K. L., & Bonner, A. (2005). Mentoring, clinical supervision and preceptoring: clarifying the conceptual definitions for Australian rural nurses. A review of the literature. Rural and Remote Health, 5(3), 410.

Miorin, J. D., Camponogara, S., Brutti, T. B., & Ilha, A. G. (2020). Colaboração interprofissional entre as equipes de saúde dos serviços de urgência e emergência: revisão integrativa. Research, Society and Development, 9(2), e78922074.

Moura, E. C., Lima, A. M. P., & Urdaneta, M. (2012). Uso de indicadores para o monitoramento das ações de promoção e Atenção da Política Nacional de Atenção Integral à saúde do Homem (PNAISH). Ciência & Saúde Coletiva, 17(10), 2597-2606.

Pozzati, R., Beuter, M., Rocha, L. S., Santos, N. O., Budó, M. L. D., & Girardon-Perlini, N. M. O. (2013). O cuidado na saúde dos homens: realidade e perspectivas. Revista Enfermagem UERJ, 21(4), 540-545.

Ribeiro, D. B., Terra, M. G., Lacchinni, A. J. B., Camponogara, S., Beuter, M., & Silva, C. T. (2014). Saúde dos homens: abordagem na formação de enfermeiros. Revista Enfermagem UERJ, 22(4), 540-545.

Saviani, D. (2007). Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Revista Brasileira de Educação, 12(34), 152-165.

Schwarz, E. (2012). Reflexões sobre gênero e a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem. Ciência & Saúde Coletiva, 17(10), 2579-2588.

Silva, A. B. M., Costa, C. M. A., Spíndola, T., Ramos, R. C. A., Martins, E. R. C., & Francisco, M. T. R. (2013). Conhecimentos e práticas sobre prevenção do câncer de próstata: uma contribuição para a enfermagem. Revista Enfermagem UERJ, 21(esp.2), 785-791.

Silva, V. C., Viana, L. O., & Santos, C. R. G. C. (2014). Social and pedagogical practice of the nurse-preceptor: a case study. Online Brazilian Journal of Nursing, 13(1), 102-112.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2500

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com