“Nothing about us without us”: the Specialized Educational Care in the high school based on the perception of students of Special Education

José Douglas de Abreu Araújo, João Lucas Pinto Matias, Romulo Vieira de Oliveira, Wanderson Diogo Andrade da Silva

Abstract


The present study aims to analyze the perception students of special education, enrolled in a high school, about the specialized educational care and its articulation with the common classroom regarding its process of school inclusion. To this end, an exploratory-qualitative study was conducted in a state public high school located in the city of Iguatu/CE that includes special education. The data were collected through the interview recorded in audio format with twelve students of this modality enrolled in the school, being the data analyzed by approximation of the speech analysis. The results indicate a weakening of the process of school inclusion of these students in the common school, where the pecialized educational care, sometimes, is put in substitution to the common education, which goes in the opposite direction to the established by the legislation.


Keywords


Teaching; Basic education; School inclusion.

References


Brasil. Decreto n. 7.611, de 17 de novembro de 2011. Recuperado de: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2011/Decreto/D7611.htm#art11.

Brasil. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Recuperado de: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm.

Brasil. Lei n. 12.796, de 4 de abril de 2013. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para dispor sobre a formação dos profissionais da educação e dar outras providências. Recuperado de: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12796.htm#art1.%20Acesso%20em%2011%20jun.%202018.

Brasil. Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. (2008). Recuperado de: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=16690-politica-nacional-de-educacao-especial-na-perspectiva-da-educacao-inclusiva-05122014&Itemid=30192.

Brasil. Resolução CNE/CEB nº 2, de 11 de setembro de 2001. Institui Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. Recuperado de: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CEB0201.pdf.

Brasil. Resolução n° 4, de 2 de outubro de 2009. Institui Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial. Recuperado de: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/rceb004_09.pdf.

Caregnato, RCA; Mutti, R (2006). Pesquisa qualitativa: análise de discurso versus análise de conteúdo. Texto Contexto Enferm., 15 (4), 679-684.

Duarte, R (2004). Entrevistas em pesquisas qualitativas. Educar, 24, 213-225.

Fávero, EAG (2011). Alunos com deficiência e seu direito à educação: trata-se de uma Educação Especial? In: Mantoan, MTÉ. (org.). O desafio das diferenças nas escolas. (4a ed.) Petrópolis: Vozes.

Garcia, RMC (2013). Política de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva e a formação docente no Brasil. Revista Brasileira de Educação, 18 (52), 101-119.

Gil, AC (2017). Como elaborar projetos de pesquisa. (6a ed.) São Paulo: Atlas.

Kassar, MCC; Rebelo, AS; Oliveira, RTC (2019). Embates e disputas na política nacional de Educação Especial brasileira. Educação em Pesquisa 45, 1-19.

Mantoan, MTE; Baranauskas, MCC; Carico, JSA (2008). Todos Nós – Unicamp acessível. In: Mantoan, MTE. (org.). O desafio das diferenças nas escolas. Petrópolis: Vozes.

Mantoan, TEM (2011). Inclusão escolar: caminhos, descaminhos, desafios e perspectivas. In: Mantoan, MTE. (org.). O desafio das diferenças nas escolas. (4a ed.). Petrópolis: Vozes.

Minayo, MCS (2012). Análise qualitativa: teoria, passos e fidedignidade. Ciência & Saúde Coletiva, 13, (3), 621-626.

Piletti, N (2006). Sociologia da Educação. (18a. ed.). São Paulo: Editora Ática.

Sassaki, RK (2003). Como chamar as pessoas que têm deficiência? In: Sassaki, RK. (org.). Vida independente: história, movimento, liderança, conceito, filosofia e fundamentos. São Paulo: RNR.

Toledo, CC. et al (2010). Detecção precoce de deficiência visual e sua relação com o rendimento escolar. Rev Assoc Med Bra, 56 (4), 415-419.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2476

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com