Teaching knowledge in academic studies related to the history of mathematics in the last five years

Ana Carolina Costa Pereira, Verusca Batista Alves, Antonia Naiara de Sousa Batista, Francisco Wagner Soares Oliveira

Abstract


In research in the scope of Mathematics Education, it is possible to notice works that point out the potential of the history of mathematics for teacher training. As we can observe, the importance of history rests on the fact that it provides some knowledge necessary for the teacher's work, for example, there are those that refer to the content to be taught, because history can indicate the process of knowledge construction. In the field of education, knowledge has been used to think about teacher training from the perspective of some scholars, such as Shulman (1986, 1987) and Tardif (2000, 2002). In this sense, it is noted that the theoretical basis on knowledge can support research that seeks to articulate the history of mathematics and teacher education. In this perspective, the objective was to present a survey of research from the last 5 years that deal with teacher education based on an approximation between the history of mathematics and the teaching knowledge. For that, we worked under the methodological support of the investigation method of a systematic literature review. The cataloged and analyzed research revealed that the work with the history of mathematics in teacher education has not been articulated and / or subsidized by the references that deal with teaching knowledge. Some research even brings considerations from authors like Lee Shulman, however they have not been explored as a theoretical framework to look at teacher education. A very incipient approach was noted, a fact that possibly minimizes the possibilities of thinking about the education of mathematics teachers.


Keywords


Teacher training; Teaching knowledge; Mathematics history.

References


Altet, M. (2000). Análise das práticas dos professores e das situações pedagógicas. Porto: Porto Editora.

Atallah, N. A. & Castro, A. A. (1997). Revisões sistemáticas da literatura e metanálise: a melhor forma de evidência para tomada de decisão em saúde e a maneira mais rápida de atualização terapêutica. Diagnóstico & Tratamento, 2(2), 12-15.

Balestri, R. D.; Cyrino, M. C. C. T.; Savioli, A. M. P. D. (2008). A participação da História da Matemática na formação de professores de matemática na ótica de professores/ pesquisadores. Universidade Estadual de Londrina, p. 1-14.

Barbosa Neto, V. P.; Costa, M. da C. (2016). Saberes docentes: entre concepções e categorizações. Tópicos Educacionais, 22(2).

Baroni, R. L. S.; Teixeira, M. V.; Nobre, S. R. (2004). A Investigação Científica em História da Matemática e suas Relações com o Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática. In: Bicudo, Maria Aparecida Viggiane; Borba, Marcelo de Carvalho. Educação matemática: pesquisa em movimento. (pp. 164-185). São Paulo: Cortez.

Borges, L. de C. (2019). A história da matemática na formação inicial de professores de matemática: um estudo em teses e dissertações brasileiras. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Educação em Ciências, Universidade Federal de Itajubá, Itajubá.

Chaquiam, M. (2017). Ensaios temáticos história e matemática em sala de aula. Belém: SBEM.

Civiero, P. A. G. (2016). Educação matemática crítica e as implicações sociais da ciência e da tecnologia no processo civilizatório contemporâneo: embates para formação de professores de matemática. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-graduação em Educação Científica e Tecnológica, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Clarke, M.; Chalmers, I. (2018). Reflections on the history of systematic reviews. BMJ Evidence-based Medicine, 23(4), p.121-122.

Curi, E.; Pires; C. M. C. (2008). Pesquisas sobre a Formação do Professor que Ensina Matemática por Grupos de Pesquisa de Instituições Paulistanas. Educação Matemática Pesquisa, 10, p. 151-189.

Figueiredo, M. C. (2018). Uma proposta de trabalho didático com a geometria projetiva. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Educação Matemática, Universidade Federal de Juiz de Fora, Juiz de Fora.

Gauthier, C. (1998). Por uma teoria da pedagogia: Pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: Unijuí.

Lopes, G. L. de O. (2017). A criatividade matemática de John Wallis na obra Arithetica Infinitorum: Contribuições para ensino de cálculo diferencial e integral na Licenciatura em Matemática. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-graduação em Educação, Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

Mendes, I. A. (2009). Investigação histórica no ensino da matemática. Rio de Janeiro: Ciência Moderna.

Miguel, A. ; Miorim, M. A. (2004). História na Educação Matemática: propostas de desafios: Tendências em Educação Matemática. Belo Horizonte: Autêntica Editora.

Mizukami, M. da G. Ni. (2004). Aprendizagem da docência: algumas contribuições de L. S. Shulman. Educação, 29(2), p. 33-50.

Moraes, S. R. A. de. (2018). A história da matemática e sua articulação com a educação básica em disciplinas dos cursos de formação de professores de universidades federais localizadas no estado de Minas Gerais. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Educação em Ciências, Universidade Federal de Itajubá, Itajubá.

Nacarato, A. M.; Fiorentini, D.; Pinto, R.A. (1999). Saberes da experiência docente em Matemática e Educação Continuada. Quadrante (Lisboa), 8(1-2), p. 33-60.

Nóvoa, A. (1992). Formação de professores e profissão docente. (org.). In: Os professores e a sua formação. Lisboa: Publicações, Dom Quixote.

Perrenoud, P. et al. (1999). As competências para ensinar no século XXI: a formação dos professores e o desafio da educação. 1. ed. Porto Alegre: ARTMED.

Perrenoud, P. et al. (2000). 10 novas competências para ensinar. Porto Alegre: ArtMed.

Perrenoud, P. (1999). Construir competências é virar as costas aos saberes? Pátio – Revista Pedagógica, 11, p. 15-19, nov. 1999.

Pimenta, S. G. (1997). Formação de professores - saberes da docência e identidade do professor. Revista da Educação da Aec do Brasil, 104, p. 45-61.

Pimenta, S. G. (1998). Formação de professores: os saberes da docência. Revista de Educação Em Debate, p. 57-63, 1998.

Pimenta, S. G. (2016). Saberes Pedagógicos e atividade docente. 8. ed. São Paulo: Cortez Editora.

Ponte, J. P. da. (1996). “Professores de Matemática: das concepções aos saberes profissionais”. In: IV Seminário de Investigação em Educação Matemática. Atas, Lisboa, APM.

Saito, F. (2016). Construindo interfaces entre história e ensino da matemática. Ensino da Matemática em Debate, 3(1), p.3-19.

Saviani, D. (1996). Os saberes implicados na formação do educador. In: BICUDO, Maria A. V.; SILVA JR, C. (Orgs). Formação do educador. (pp. 145-155). São Paulo: UNESP.

Schön, D. (1987). Educating the reflective practitioner; Donald Schön’s presentation to the 1987 meeting of the American Educational Research Association. Washington, DC.

Schön, D. (1997). Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, A. (Org.). Os professores e a sua formação. Pp. 79-91. Lisboa: Dom Quixote.

Schön, D. (2000). Educando o profissional reflexivo: um novo design para o ensino e a aprendizagem. Porto Alegre, Artmed.

Serrazina, L. (2001). A formação para o ensino de matemática: perspectivas futuras. In: A formação para o ensino da matemática na Educação Pré-Escolar e no 1.º ciclo do Ensino Básico. Lisboa/ Porto, Inafop.

Shulman, L. S. (1986). Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Research, 15(2), p. 4-14.

Shulman, L. S. (1987). Knowledge and teaching: foundations of a new reform. Harvard Educational Review, 57 (1), p. 1-22.

Silva, G. dos S. (2016). História da Matemática na Formação de Professores: Sistema de numeração antigos. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Ensino de Ciências Naturais e Matemática, Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

Tardif, M. (2000). Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas conseqüências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação, Belo Horizonte, 13, p. 5-24.

Tardif, M. (2002). Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Editora vozes.

Utsumi, L. M. S. (2016). Um estudo sobre os saberes formativos do formador de professores de matemática do curso de licenciatura em pedagogia. Tese (Doutorado) - Curso de Educação, Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2429

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com