Sustainability analysis in the city of Parauapebas - Amazon, Pará, Brazil

Marina Morhy Pereira, Gabriel Villas Boas de Amorim Lima, Diêgo Lima Crispim, Lindemberg Lima Fernandes

Abstract


This article aims to analyze the degree of Sustainable Development of the city of Parauapebas, located in the state of Pará in a region of great importance in the context of mineral exploration in the Amazon. In this scenario, urban sustainability analysis are difficult to conduct, making it difficult to implement public policies oriented to sustainable development in the city. Given this problem, a quantitative analysis was carried out by calculating the Municipal Sustainable Development Index (IDSM) of the three dimensions that constitute the Triple Bottom  Line approach: Social, Economic and Environmental. Thus, a comparative calculation methodology was used involving variables collected in official government bases that represent the scenarios at municipal and state levels, allowing a comparison of regional realities with the studied city. The results showed an average IDSM value of 0.71, a measure classified as acceptable. Finally, the efficiency of the methodology used was analyzed regarding the realistic social, economic and environmental scenarios found in the municipality that has one of the largest mineral wealth in Latin America.


Keywords


Sustainable Development; Amazon; Municipal Sustainability.

References


Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. (2010). Ranking IDHM Municípios 2010. Disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/pt/consulta/. Acesso em: 21 out. 2019.

Borges, F.Q., & Borges, F.Q. (2011). Royalties minerais e promoção do desenvolvimento socioeconômico: uma análise do Projeto Carajás no município de Parauapebas no Pará. Planejamento e Políticas Públicas, (36), 63-86.

Brasil. Matriz de Informação Social. Disponível em: http://aplicacoes.mds.gov.br/sagi- data/misocial/tabelas/mi_social.php. Acesso em: 15 dez. 2019

Carvalho, J. R. M., Fadlo Curi, W., De Araújo Carvalho, E. K. M. A., & Catão Curi, R. (2011). Proposta e validação de indicadores hidroambientais para bacias hidro-gráficas: estudo de caso na sub-bacia do alto curso do rio Paraíba, PB. Sociedade & Natureza, 23(2), 295-310.

Crispim, D. L., Fernandes, L. L., & Albuquerque, R. L. de O. (2019). Aplicação de técnica estatística multivariada em indicadores de sustentabilidade nos municípios do Marajó-PA. Revista Principia - Divulgação Científica e Tecnológica do IFPB, (46), 145-154.

Crispim, D. L., Fernandes, L. L., Ferreira Filho, D. F., & Lira, B. R. P. (2020). Comparação de métodos de agrupamentos hierárquicos aglomerativos em indicadores de sustentabilidade em municípios do estado do Pará. Research, Society and Development, 9(2), e60922067.

Governo do Pará. Anuário Estatístico do Pará 2015. Disponível em: http://www.fapespa.pa.gov.br/anuario_estatistico/social.html. Acesso em: 15 dez. 2019.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Base de Dados 2010-2015 – Pará. Disponível em: ftp://ftp.ibge.gov.br/Pib_Municipios/2015/base. Acesso em: 14 dez. 2019.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Informações Completas – Pará – Parauapebas. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/parauapebas/panorama. Acesso em: 14 dez. 2019.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Indicadores de Desenvolvimento Sustentável: Brasil 2015. Diretoria de Geociências (Estudos e Pesquisas). Rio de Janeiro: IBGE, 2015. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/recursosnaturais/ids/default_2015.

shtm. Acesso em: 14 dez. 2019.

Leal, A. L., de Sá, M. E. R., Nascimento, N. S. F., & Cardoso, W S. (2012). Produção mineral no estado do Pará e reflexos na (re) produção da miséria: Barcarena, Marabá e Parauapebas. Revista de Políticas Públicas, 16(1), 157-167.

Macedo, L. O. B., Cândido, G. A., de Aguiar Costa, C. G., & da Silva, J. V. F. (2016). Avaliação da sustentabilidade dos municípios do estado de Mato Grosso mediante o emprego

Índice de Desenvolvimento Sustentável Para Municípios. Revista Brasileira de

Gestão e Desenvolvimento Regional, 12(3), 323-345.

Martins, M. F., & Cândido, G.A. Índice de Desenvolvimento Sustentável para Municípios (IDSM): metodologia para análise e cálculo do IDSM e classificação dos níveis de sustentabilidade – uma aplicação no Estado da Paraíba. João Pessoa: Sebrae, 2008.

Martins, M. F., & Cândido, G.A. (2012). índices de desenvolvimento sustentável para localidades: uma proposta metodológica de construção e análise. Revista de Gestão Social e Ambiental, 6(1), 03- 19.

Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Balança comercial brasileira: Municípios. Disponível em: http://www.mdic.gov.br/comercio-exterior/estatisticas-de-comercio-exterior/balanca-comercial-brasileiramunicipios?item=2010-12. Acesso em: 15 dez. 2019.

Objetivo do Milenio. 8 Jeitos de Mudar o Mundo. Disponível em: http://www.objetivosdomilenio.org.br/. Acesso em: 15 dez. 2019.

Portal da Saúde. DATASUS. Disponível em: http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/. Acesso em: 15 dez. 2019.

Pereira, A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J., & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da Pesquisa Científica. [e-book]. (1ª ed). Santa Maria: UAB/NTE/UFSM. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa

-Cientifica.pdf?sequence=1. Acesso em: 14 dez. 2019.

Prodanov, C. C, Freitas, E. C. (2013). Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. [e-book]. (2a ed). Novo Hamburgo: Universidade Feevale. Disponível em: http://www.feevale.br/Comum/midias/8807f05a-14d0-4d5b-b1ad-1538f3aef538/E-book%20Metodologia%20do%20Trabalho%20Cientifico.pdf Acesos em: 14 dez. 2019.

Rezende, G. B. de M., Cândido, G. A., Lopes Rezende, H., & Silva, F. P. (2017). Sustentabilidade de Barra do Garças sob a ótica do índice de desenvolvimento sustentável para municípios. Desenvolvimento em Questão, 15(39), 203-235.

Sales, L. G., & Cândido, G. A. (2013). Análise da Sustentabilidade Hidroambiental dos municípios pertencentes a sub-bacia do Rio do Peixe-PB. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, 8(5), 22-40.

Sistema Nacional de Informação sobre Saneamento. Série Histórica. Ministério do Desenvolvimento Regional. Brasília: MCIDADES, SNSA. Disponível em: http://app.cidades.gov.br/serieHistorica/. Acesso em: 15 dez. 2019.

VALE. (2016). A Vale em Parauapebas. Relatório Informativo. Disponível em: http://www.vale.com/brasil/PT/initiatives/environmental-social/iniciativas-sociais-para/Docu

ments/Relatorio_Vale_em_Parauapebas_2016.pdf. Acesso em: 15 dez. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i3.2343

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com