Quality of working life of administrative staff in education at one federal university in Minas Gerais

Tatiane Santos Neves, Luciana de Freitas Campos, Harriman Aley Morais

Abstract


Considering the well-being of workers as a fundamental element for the achievement of organizational interests, in the 1970s the term quality of life at work emerged, initially associated with private companies, but having already reached the public sector. However, for such programs to be effective, it is necessary to investigate the needs of workers. The aim this of this study was to evaluate the technical-administrative in education´s perception about QWL in a federal higher education institution located in the region of Vale do Jequitinhonha, in Minas Gerais. Categories and limits were used to classify QWL in the light of each questionnaire item, and quartiles analysis was used to determine the most critical items. Negative aspects were verified in the eight dimensions analyzed, with emphasis on fair and adequate compensation, working conditions and career opportunities. On the other hand, most respondents highlighted the social relevance and importance of work, considering the geographical location of the University, in one of the most socioeconomic vulnerability of the state. It is concluded that although many critical aspects were detected in the study, some aspects do not depend on the institution for its implementation, especially with regard to salary issues, however, the implementation of still incipient quality of life programs could contribute to mitigate some of people's dissatisfactions and frustrations.


Keywords


Occupational Health; Public sector; University High School; Personnel management.

References


Aguiar, N. G. de, Carvalho, E. T. de, & Gomes, A. (2019). Estudo sobre a qualidade de vida no trabalho no Instituto Federal de Mato Grosso – Campus Pontes e Lacerda-MT. Research, Society and Development, 8(6), 44861072. doi: 10.33448/rsd-v8i6.1072.

Albuquerque, V. A. de. (2013). A avaliação do nível de qualidade de vida na percepção dos servidores técnicos-administrativos de uma instituição de ensino superior: estudo de caso. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal da Paraíba. Recuperado em 19 de março, 2020, de https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/5258.

Almeida, A. de. (2013). Qualidade de vida no trabalho: estudo com servidores técnico-administrativos de uma instituição de ensino superior federal no Estado de Minas Gerais. Dissertação (Mestrado em Administração) - Faculdade Novos Horizontes. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://www.unihorizontes.br/mestrado2/qualidade-de-vida-no-trabalho-um-estudo-com-servidores-tecnico-administrativos-de-uma-instituicao-de-ensino-federal-no-estado-de-minas-gerais/.

Antunes, R., & Praun, L. (2015). A sociedade dos adoecimentos no trabalho. Serviço Social & Sociedade, (123), 407–427. doi: 10.1590/0101-6628.030.

Araújo, J. N. G. de. (2009). Qualidade de vida no trabalho: controle e escondimento do mal-estar do trabalhador. Trabalho, Educação e Saúde, 7(3), 573–585. doi: 10.1590/s1981-77462009000300011.

Araújo, R. S. de. (2011). A implantação do Reuni na Universidade Federal do Pará: um estudo de caso do campus universitário de Altamira. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://repositorio.ufpa.br/jspui/bitstream/2011/2790/1/Dissertacao_ImplantacaoReuniUniversidade.pdf.

Benevenute, J. M. N., Souza, S. A. D., & Carvalho, Â. M. do A. A. (2019). Qualidade de vida no trabalho: a percepção dos servidores públicos. ORG & DEMO, 20(1), 45–66. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/orgdemo/article/view/7894.

Bernardo, K. M. (2014). Qualidade de vida no trabalho dos servidores administrativos de uma Instituição Federal de Ensino Superior. Dissertação (Mestrado Profissional em Gestão Organizacional) - Universidade Federal de Goiás. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://ppggo.sistemasph.com.br/images/documentos/dissertacoes/2012/karine_marques_bernardo.pdf.

Brasil. (1990). Lei n. 8.112, de 11 de dezembro de 1990. Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Brasília. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://www.planalto.gov.br/CCIVil_03/Leis/L8112cons.htm.

Brasil. (1995). Decreto n. 1.590, de 11 de agosto de 1955. Dispõe sobre a jornada de trabalho dos servidores da Administração Pública Federal direta, das autarquias e das fundações públicas federais, e dá outras providências. Brasília. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/D1590.htm.

Brasil. (2003). Decreto n. 4.836, de 9 de setembro de 2003. Altera a redação do art. 3o do Decreto no 1.590, de 10 de agosto de 1995, que dispõe sobre a jornada de trabalho dos servidores da Administração Pública Federal direta, das autarquias e das fundações públicas f. Brasília. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/2003/D4836.htm.

Brasil. (2005). Lei n. 11.091, de 25 de janeiro de 2005. Dispõe sobre a estruturação do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação, no âmbito das Instituições Federais de Ensino vinculadas ao Ministério da Educação, e dá outras providências. Brasília. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Lei/L11091.htm.

Brasil (2012). Resolução n. 466, de 12 de dezembro de 2012. Aprova as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Recuperado em 19 de março, 2020, de https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html.

Búrigo, C. C. D. (1997). Qualidade de vida no trabalho. Revista de Ciências Humanas, 15(22), 90–111. Recuperado em 19 de março, 2020, de https://periodicos.ufsc.br/index.php/revistacfh/article/view/23495.

Costa, M. C. V. da. (2017). Qualidade de vida no Trabalho de funcionários técnico-administrativos terceirizados e não terceirizados de uma Universidade Pública. Dissertação (Mestrado Interdisciplinar em Educação, Ambiente e Sociedade) – Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino, São João da Boa Vista. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://www.fae.br/mestrado/dissertacoes/2016/qualidade de vida no trabalho de funcionários técnico-administrativos terceirizados e não terceirizados de uma universidade pública.pdf.

Dal Forno, C., & Finger, I. D. R. (2015). Qualidade de vida no trabalho: conceito, histórico e relevância para a gestão de pessoas. Revista Brasileira de Qualidade de Vida, 7(2), 103–112. doi: 10.3895/rbqv.v7n2.3015.

Ferreira, M. C., Alves, L., & Tostes, N. (2009). Gestão de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) no serviço público federal: o descompasso entre problemas e práticas gerenciais. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 25(3), 319–327. doi: 10.1590/S0102-37722009000300005.

França, E. S. (2011). Uma reflexão acerca do Reuni na UFS. In Anais (pp. 1–15). São Cristóvão: UFS. Recuperado em 19 de março, 2020, de http://educonse.com.br/viicoloquio/default.asp?aba=100&id=22

Freitas, A. L. P., Souza, R. G. B. de, & Quintella, H. L. M. de M. (2013). Qualidade de Vida no Trabalho do técnico-administrativo em IES públicas: uma análise exploratória. Revista Brasileira de Qualidade de Vida, 5(2), 1–12. doi: 10.3895/S2175-08582013000200001.

Gordia, A. P., Quadros, T. M. B. de, Oliveira, M. T. C. de, & Campos, W. De. (2011). Qualidade de vida: contexto histórico, definição, avaliação e fatores associados. Revista Brasileira de Qualidade de Vida, 3(1), 40–52. doi: 10.3895/S2175-08582011000100005.

Hora, H. R. da M., Rego Monteiro, G. T., & Arica, J. (2010). Confiabilidade em questionários para qualidade: um estudo com o coeficiente alfa de Cronbach. Produto & Produção, 11(2), 85–103. doi: 10.22456/1983-8026.9321.

Klein, L. L., Pereira, B. A. D., & Lemos, R. B. (2019). Qualidade de vida no trabalho: parâmetros e avaliação no serviço público. Revista de Administração Mackenzie, 20(3). doi: 10.1590/1678-6971/eRAMG190134.

Lacaz, F. A. de C. (2010). Qualidade de vida n(d)o trabalho: um conceito político e polissêmico. Trabalho, Educação e Saúde, 7(3), 565–572. doi: 10.1590/s1981-77462009000300010.

Lima, A. V. de Q. (2014). Qualidade de vida no trabalho e valores organizacionais: a percepção dos técnico-administrativos de uma instituição federal de ensino superior. Dissertação (Mestrado em Administração) - Programa de Pós-Graduação em Administração, Centro de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Federal de Santa Maria. Recuperado em 19 de março, 2020, de https://repositorio.ufsm.br/handle/1/4710.

Lima, K. R. de S. (2013). O Programa Reuni e os desafios para a formação profissional em Serviço Social. Revista Katálysis, 16(2), 258–267. doi: 10.1590/S1414-49802013000200012.

Marques, C. S. (2012). Motivação e qualidade de vida no trabalho: um estudo sobre a flexibilização de carga horária em universidades públicas. Recuperado em 19 março, 2020, de https://lume.ufrgs.br/handle/10183/71369

Padilha, V. (2010). Qualidade de vida no trabalho num cenário de precarização: a panaceia delirante. Trabalho, Educação e Saúde, 7(3), 549–563. doi: 10.1590/S1981-77462009000300009

Passos, G. de O., Quaresma, A. C. de L., & Dias, A. R. dos S. (2017). Efeitos do Reuni no desempenho das Universidades Federais: avaliação baseada em indicadores de gestão. In Anais (p. 12). São Luís: UFMA. Recuperado em 19 março, 2020, de http://www.joinpp.ufma.br/jornadas/joinpp2017/pdfs/eixo13/efeitosdoreuninodesempenhodasuniversidadesfederaisavaliacaobaseadaemindicadoresdegestao.pdf.

Pinto, G. M. C., Pedroso, B., & Pilatti, L. A. (2014). Qualidade de vida e qualidade de vida no trabalho de servidores públicos do setor administrativo de uma instituição de ensino superior do Paraná. Revista Brasileira de Qualidade de Vida, 6(3), 174–183. doi: 10.3895/s2175-08582014000300003.

Pinto, L. B. (2013). Qualidade de vida no trabalho para os servidores técnico-administrativos de uma universidade federal de Minas Gerais. Dissertação (Mestrado em Administração) - Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Lavras. Recuperado em 19 março, 2020, de http://repositorio.ufla.br/bitstream/1/1238/1/dissertação_Qualidade de vida no trabalho para os servidores técnico-administrativos de uma universidade federal em Minas Gerais.pdf.

Ribeiro, S. N. (2016). A relação entre qualidade de vida no trabalho e atividade física: estudo em uma instituição federal de ensino. Projetos, dissertações e teses do Programa de Doutorado e Mestrado em Administração. Belo Horizonte. Recuperado em 19 março 2020, de http://www.fumec.br/revistas/pdma/article/view/4605.

Silva, J. S. da, & Castro, A. M. D. A. (2015). Políticas de expansão para o ensino superior no contexto do Reuni: a implementação do programa na UFRN. Holos, 6, 206. doi: 10.15628/holos.2014.2152.

Silva, R. L. da, Heber, F., & Lins, M. T. G. (2013). A implantação do Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais/REUNI: um estudo de caso. Revista Gestão Universitária Na América Latina, 6(4), 147–170. doi: 10.5007/1983-4535.2013v6n4p147.

Timossi, L. S., Francisco, A. C. de, Santos Júnior, G., & Xavier, A. A. de P. (2010). Análise da qualidade de vida no trabalho de colaboradores com diferentes níveis de instrução através de uma análise de correlações. Produção, 20(3), 471–480. doi:10.1590/S0103-65132010005000031.

Timossi, L. da S., Pedroso, B., Pilatti, L. A., & Francisco, A. C. de. (2009). Adaptação do modelo de Walton para avaliação da Qualidade de Vida no Trabalho. Revista de Educação Física/UEM, 20(3), 395–405. doi:10.4025/reveducfis.v20i3.5780.

Zago, J. de O. (2013). A implantação do programa de Expansão (2003) e do Reuni (2007) na Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Recuperado em 19 de março 2020, de https://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/13944/1/ImplementacaoProgramaExpansao.pdf.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i5.2208

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com