Teacher training for the use of assistive technology through SCALA software: a case study

Sávio Gurgel Ribas, Geórgia Regina Rodrigues Gomes

Abstract


This paper aims to describe the importance of training teachers to assist in the effective inclusion of students with disabilities, as it is understood that Assistive Technology (AT) seeks to contribute to the autonomy and independence of students through resources that aim to improve their skills. and performance. In the scope of the project we use the software SCALA (Alternative Communication System for Literacy of People with Autism), developed with focus on autistic people. The proposal of a software with simple interface that facilitates human-computer interaction sought to promote teaching practice. The potential of the software to meet the demand of students with other special needs was also observed and from a case study activities and data collection were performed that could collaborate with the teachers in the teaching-learning process in the school environment. It becomes relevant to study the realization of the fundamental role of the teacher well qualified to act in the classroom, with an inclusive pedagogical practice that enables the conception of learning, supported by resources and means that the TA through SCALA software can offer. Continuing with this research, it is known that new Assistive Technologies will certainly contribute to future teaching-learning policies, focused specifically on the teaching practice demanded of the many evidences that we list in this work.


Keywords


Assistive Technology; Computing, Inclusion; People with Disabilities.

References


Alvarenga, N. T. S. (2011). O uso de softwares educativos na alfabetização de alunos com deficiência intelectual no atendimento educacional. Monografia (Especialização em Informática na Educação). Instituto Federal do Espírito Santo, Campus Serra.

Ávila, B. G.; Passerino, L. M. (2011). Scala: um sistema de CAA centrado no contexto do usuário. RENOTE. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 9, p. 1-10.

Bersch, R; Pelosi, M. (2006). Portal de ajudas técnicas para educação: equipamento e material pedagógico para educação, capacitação e recreação da pessoa com deficiência física: tecnologia assistiva: recursos de acessibilidade ao computador II / Secretaria de Educação Especial -Brasília: ABPEE. MEC: SEESP. Retirado em 22 novembro 2017: .

Bersch, R. (2007). Atendimento Educacional Especializado: Deficiência Física. São Paulo: MEC/SEESP.

Bersch, R. (2009) Design de um serviço de Tecnologia Assistiva em escolas públicas. Porto Alegre: UFRGS, 231 p. Dissertação de Mestrado.

Fernandes, G. C. et al. (2013). O uso da tecnologia em prol da educação: importância, benefícios e dificuldades encontradas por instituições de ensino e docentes com a integração novas tecnologias à educação. Saber Digital: Revista Eletrônica do CESVA / Fundação Educacional Dom André Arcoverde. Centro de Ensino Superior de Valença. v. 6, n. 1, p. 140-148, jan./dez.2013 – Valença/RJ: FAA.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra.

Galvão Filho, T. A. (2009) Tecnologia assistiva para uma escola inclusiva [recurso eletrônico]: apropriação, demanda e perspectivas, no estado da Bahia. Bahia: UFBA, 2009. 346 p. Tese de doutorado.

Galvão Filho, T. A.(2012) Tecnologia Assistiva: favorecendo o desenvolvimento e a aprendizagem em contextos educacionais inclusivos. In: Giroto, C. R. M.; Poker, R. B.; Omote, S. (Org.). As tecnologias nas práticas pedagógicas inclusivas. Marília/SP: Cultura Acadêmica, p. 65-92.

Gil, A. C. (2010). Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. 3. Reimpressão. – São Paulo: Atlas.

Bez, M. R.; Passerino, L. M. (2015). Perspectiva histórica do Scala. In: Comunicação alternativa: mediação para uma inclusão social a partir do SCALA [recurso eletrônico]. Liliana Maria Passerino, Maria Rosangela Bez (Org.). Passo fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo.

Péres, D. D. Q. (2013) Tecnologias Assistivas como facilitadoras da aprendizagem significativa de crianças com deficiências. Gestão Contemporânea. Estácio de Sá/Vila Velha – ES. v.3, n.1, p. 121-132.

Salomão, B. R. L. (2013). O atendimento educacional especializado em uma sala de recursos de Brasília: a sistematização do atendimento e o uso do computador como apoio pedagógico – um estudo de caso. Universidade de Brasília. Brasília/DF.

Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura. (1997) Declaração de Salamanca e linha de ação sobre necessidades educativas especiais. Brasília: Corde.

Vygotsky, L. S. (2010). Psicologia Pedagógica. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

Brasil. (1997). Obras escogidas V: fundamentos de defectologia. Madrid: Visor.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i2.2078

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com