Storage account: healthy food promotion tool in a public nursery

Andrea Nunes Mendes de Brito, Raksandra Mendes dos Santos, Hilda Maria Martins Bandeira, Maria do Socorro Leal Lopes

Abstract


Storytelling is an important teaching-learning tool for children's development, as it stimulates children's imagination and promotes social development. This work aims to report the contributions of a storytelling experience about healthy eating carried out in Teresina, Piaui. This is an experience report of actions developed with students from two to three years of age from a municipal nursery located in Teresina. The action developed is part of the "EducaMonte: Approaching health and school" extension project developed by the Multiprofessional Residency in Family and Community Health of the State University of Piauí. From the original story, the retelling of the "John and Mary" narrative of the Grimm brothers was carried out using storytelling techniques and auxiliary resources. The activity was organized in stages: selection of the resources (dramatization), characterization of the characters, construction of the scenario and presentation of the retelling "John and Mary and Healthy Eating" as well as the discussion with the children about the importance of healthy eating. In this way, it is evident that history is an important pedagogical tool and that, although it seems intuitive to do so, it has a theoretical and practical framework to guide its adequate development.


Keywords


Contação de histórias; Promoção da saúde; Alimentação saudável; Ensino infantil; Educação infantil.

References


Beltrame, L.M. et al (2015). Contação de histórias: caminho de descobertas e compreensão do mundo. In: Educere, 12.

Bolfer, M. M.M.O (2003). Imagens- Representações de professora na Literatura Infantil: um confronto entre a tradição e a inovação. Dissertação de Mestrado- Unicamp, Campinas/São Paulo.

Brasil (2012a). Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. – Brasília : Ministério da Saúde.

Brasil (2012b). Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Secretaria de Vigilância em Saúde. Glossário temático: Promoção da Saúde. Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Secretaria de Vigilância em Saúde. Brasília: Ministério da Saúde.

Brasil (2015). Ministério da Saúde. Caderno do gestor do PSE. Ministério da Saúde, Ministério da Educação. – Brasília : Ministério da Saúde.

Brito, G. E.G. et al (2018). O Trabalho Na Estratégia Saúde Da Família e a Persistência das Práticas Curativistas. Revista Trabalho, Educação e Saúde, 16(3):975–95.

Bussato, C (2003). Contar e encantar: pequenos segredos da narrativa. Petrópolis: Vozes.

Cabral, K.F.D. et al (2016). Análise da Eficiência na Atenção Primária à Saúde sob a Ótica dos Profissionais da Área. Revista de Gestão em Sistemas de Saúde, 5(2):71–83.

Cesar, C. et al (2014). As contribuições da contação de histórias como incentivo à Leitura na educação infantil. Revista Interação, 2(10).

Chaves, O.O (1963). A arte de contar história. 3. ed. Rio de Janeiro: Confederação Evangélica do Brasil.

Costa, F. S. et al (2008). A importancia da interface educação e saúde no ambiente escolar comopratica de Promoção da saúde. Informe-se em promoção da Sáude, 4(2):30–33.

Dohme, V.D.A (2010). Técnicas de Contar histórias: Um guia para desenvolver as suas habilidades e obter sucesso na apresentação de uma história. São Paulo: Informal Editora.

Domingos, C. M. et al (2015). Potencialidades da Residência Multiprofissional em Saúde da Família: o olhar do trabalhador de saúde. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, 19(55): 1221–32.

Gubert, F.A. et al (2009). Tecnologias educativas no contexto escolar: estratégia de educação em saúde em escola pública de Fortaleza-CE. Revista Eletronica de Enfermagem, 11(1):165–72.

Houaiss, A. (2009) Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Instituo Antonio Houaiss Objetiva.

Jaime, P.A. et al (2011). Ações de alimentação e nutrição na Atenção Básica: A experiência de organização no Governo Brasileiro. Revista de Nutrição, 24(6):809–24.

Maia, E.R.et al (2012). Validation of active teaching-learning methods for promoting healthy eating habits in schoolchildren. Revista De Nutricao, 25(1):79–88.

Mateus, A.N.B. et al (2013). A importância da contação de história como prática educativa na educação infantil. Revista de Pedagogia, 5(1).

Minayo, M. C. S (2010). O desafio da pesquisa social. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes.

Miranda, V.L.S. et al (2010). Quem conta, encanta e ensina o recontar. In: O professor PDE e os desafios da escola pública paranaense. Paraná, 1.

Paulino, S.C. et al (2015). De Grimm a Gaiman: passeando pela floresta com João e Maria. Textura-ulbra, 17(35).

Pinna, D (2006). Animadas Personagens Brasileiras: a linguagem visual das personagens do cinema de animação contemporâneo brasileiro. Dissertação de Mestrado, PUC-Rio.

Ramos, C. I. et al (2013). A Promoção Da Saúde Na ‘ Terra do Nunca’: Uma Experiência Interdisciplinar”. Revista Brasileira de Promoção da Saude, 26(3):436–41.

Ribeiro, E (2010). A contribuição da contação de histórias para a Aprendizagem na educação infantil.Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Curitiba.

Rampaso, D.A.L. et al (2011). Teatro de fantoche como estratégia de ensino: Relato da vivência. Revista Brasileira de Enfermagem, 64 (4):783–85.

Silva, J.R.M. et al (2013). Promotion of healthy eating at schools in the Federal District of Brazil. Revista de Nutrição, 26(2):145–58.

Silva, M.X. et al (2013). Abordagem lúdico-didática melhora os parâmetros de educação nutricional em alunos do ensino fundamental. Ciência cognitiva,18(2):136–48.

Sisto, C (2007). Contar histórias, uma arte maior. In: Medeiros, F.H.N. et al. Memorial do Proler: Joinville e resumos do Seminário de Estudos da Linguagem. Joinville.

Souza, L.O.et al (2011). A Contação De Histórias Como Estratégia Pedagógica Na Educação Infantil e Ensino Fundamental. Educere et Educare, 6(12):235–49.

Triviños, A.N.S (2008). Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 2008.

Van Der Linden, S. (2011). Para ler o livro ilustrado. 1. ed. Cosac Naif.

Yokota, R.T.C. et al (2010). Projeto ‘A escola promovendo hábitos alimentares saudáveis’: Comparação de duas estratégias de educação nutricional no Distrito Federal, Brasil. Revista de Nutrição, 23(1):37–47.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i1.1865

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com