Concept Maps and promoting active classroom participation

Cristiano Tolfo

Abstract


In higher education today, teachers face the challenge of encouraging active student participation in order to promote meaningful learning. Considering this context, this article aims to analyze the use of concept maps as a didactic resource to promote the active participation of students in expository lessons. To meet this goal, we analyze the use of concept maps in a discipline of the Computer Science course at the Federal University of Pampa. Observing the menu and the objectives of the discipline called “Introduction to science and technology”, it is possible to use concept maps in expository lessons and lectures. Thus, we seek to provide the active participation of students, who need to overcome the performance of simple spectators. In this study, it is also intended to verify if the concept maps can be a useful tool for the professor to plan and present the syllabus and objectives of the subject. As a result, some conceptual maps elaborated based on the menu, objectives and expected content for the subject studied are presented.


Keywords


Teaching Resource; Meaningful Learning; Higher Education.

References


Anastasiou, L. das G. C. & Alves L. P. (2012) Estratégias de ensinagem. In: Anastasiou, L. das G. C. & Alves L. P. Processos de ensinagem na universidade. Pressupostos para as estratégias de trabalho em aula. 10 ed. Joinville: Univille, p. 75-107.

Araújo, M. S. T., & Formenton, R. (2015). Utilização de mapa conceitual como ferramenta de análise de trabalhos científicos. HOLOS, 1, 171-181. doi:https://doi.org/10.15628/holos.2015.2130.

Araújo, P. C. R., & dos Santos, E. B. (2016). A construção colaborativa de mapas conceituais como estratégia de sensibilização do corpo docente de uma escola técnica da área da saúde: Relatos e desafios. Revista Com Censo: Estudos Educacionais do Distrito Federal, 3(3), 79-85.

Bertucci, J. L. D. O. (2009). Metodologia básica para elaboração de trabalhos de conclusão de cursos (TCC): ênfase na elaboração de TCC de pós-graduação Lato Sensu. São Paulo: Atlas, 116p.

Cervo, A. L., & Bervian, P. A. (2007). Metodologia científica. McGraw Hill.

Correia, P. R., Aguiar, J. G., Viana, A. D., & Cabral, G. C. (2016). Por que vale a pena usar mapas conceituais no ensino superior?. Revista de Graduação USP, 1 (1), 41-51. doi:https://doi.org/10.11606/issn.2525-376X.v1i1p41-51

Dantas, M. P., da Silva, F. U., & da Silva Borges, J. C. (2018). Uso dos mapas conceituais como ferramenta de avaliação qualitativa, com ênfase no ensino de Física. HOLOS, 3, 186-200. doi:https://doi.org/10.15628/holos.2018.5932.

Ferrão, I. G., Tolfo, C., & da Silva, S. A. (2015). Mapas mentais e conceituais como instrumentos educacionais na disciplina introdução a ciência e tecnologia. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, 7(1).

Forproex (2012). Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras. Política Nacional de Extensão Universitária. Manaus. Disponível em: . Acesso em 17 ago. 2019.

IHMC. (2019). Cmap Tools. Retrieved august 19, from: http://cmap.ihmc.us/.

Júnior, A. J. V., & Princival, G. C. (2014). Modelos didáticos e mapas conceituais: biologia celular e as interfaces com a informática em cursos técnicos do IFMS. HOLOS, 2, 110-122. doi:https://doi.org/10.15628/holos.2014.1954.

Machado, C. T., & Carvalho, A. A. (2019). Os efeitos dos mapas conceituais na aprendizagem dos estudantes universitários. ETD-Educação Temática Digital, 21(1), 259-277. doi:https://doi.org/10.20396/etd.v21i1.8652010

Moreira, A. M. (2010a) Mapas conceituais e aprendizagem significativa. 1. ed. São Paulo: Centauro.

Moreira, M. A. (2010b). O que é afinal aprendizagem significativa? 2010. Aula Inaugural do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências Naturais, Instituto de Física, Universidade Federal do Mato Grosso, Cuiabá, MT, 23 de abril de 2010. Aceito para publicação, Qurriculum, La Laguna, Espanha, 2012. Cuiabá: 2010. Disponível em: . Acesso em 16 ago. 2019.

Novak, J. D., & Cañas, A. J. (2010). A teoria subjacente aos mapas conceituais e como elaborá-los e usá-los. Práxis Educativa, 5(1), 9-29.

Pedrancini, V. D., Corazza-Nunes, M. J., Galuch, M. T. B., Moreira, A. L. O. R., & Ribeiro, A. C. (2007). Ensino e aprendizagem de Biologia no ensino médio e a apropriação do saber científico e biotecnológico. Revista Electrónica de Enseñanza de las ciencias, 6 (2), 299-309.

PEÑA, A. O. et al. (2005) Mapas Conceituais: uma técnica para aprender. São Paulo: Loyola.

Platão. (1997). A República. Tradução de Enrico Corvisieri. Editora Nova Cultural: São Paulo.

Queiroz, I. R., Mendes, N. F., de Almeida Galdino, D. A., da Silva Amaral, J. H., & de Oliveira Andrade, L. (2018). Metodologia Mapas Conceituais Aplicada ao Ensino Superior: uma Experiência com a Disciplina de Biologia Celular. Revista EducaOnline, 12(3), 69-87.

Reis, N. A., & da Silva, E. L. (2015). Estrutura da matéria: buscando discutir história da ciência e mapas conceituais no ensino superior. Scientia Plena, 11 (6), 1-11.

Rosa, I. S. C., & Landim, M. F. (2015). Mapas conceituais no ensino de Biologia: Um estudo sobre aprendizagem significativa. Scientia Plena, 11 (3), 1-10.

Ruiz, J. Á. (2008). Metodologia Científica: guia para eficiência nos estudos. 6ª ed. São Paulo: Atlas.

Santos, M. P., Galvão, L. C. D. M. S., & de Siqueira Pinto, A. (2019). Percepções de alunos da primeira série do ensino médio acerca das mudanças climáticas globais. Scientia Plena, 15 (1), 1-15. doi:http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2019.012701

Silva, E. C. (2015). Mapas Conceituais: propostas de aprendizagem e avaliação. Administração: ensino e pesquisa, 16(4), 785-815.

Souza, G. F., Pinheiro, N. A. M., & Miquelin, A. F. (2018). Mapas conceituais como recurso de aprendizagem: uma experiência nos anos iniciais. Revista de Educação, Ciências e Matemática, 8 (2), 32-47.

Souza Júnior, M. V., Célio, V. C. C., Nogueira, S. C. O., Martins, A. F., Freitas, K. H. G., & Sousa, F. F. (2017). Mapas conceituais no ensino de física como estratégia de avaliação. Scientia Plena, 13 (1), 1-11 . doi:http://dx.doi.org/10.14808/sci.plena.2017.012723

Tolfo, C. (2017). Mapas Conceituais: aplicações no ensino, pesquisa e extensão. São Cristóvão: Editora da UFS.

UNIPAMPA (2013). Universidade Federal do Pampa, Curso de Ciência da Computação - Campus Alegrete. Projeto Pedagógico De Curso Ciência Da Computação. Alegrete, RS. Disponível em: . Acesso em: 17 ago. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i1.1630

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com