Perception of the dwellers of the Capoeirana, municipality of Nova Era (MG), about the socioeconomic and environmental impacts understanded by the exploitation of emerald

Adeilson Freitas Carvalho, Juni Cordeiro, Giovanna Moura Calazans, Cibele Andrade de Alvarenga, Pablo Lopes Quintão, José Luiz Cordeiro, Graziele Lage Alves Santiago

Abstract


The mining is the manual form of the ground exploration that has the purpose of extracting minerals, having an important function for the economy of the country. On the other hand, this activity triggers direct negative impacts, deteriorating the environment. The objective of this study was to analyze the perception of the Capoeirana residents, municipality of Nova Era (MG), about the socioeconomic and environmental impacts triggered by emerald exploration in the region using a questionnaire applied to 180 residents in this locality. Considering the socioeconomic impacts, the improvement in the financial aspects, represented by the acquisition of consumer goods, stands out; and social, since they all live on paved streets, they have piped water and electricity. With regard to the environmental impacts, it is possible to emphasize the withdrawal of the native vegetation for the opening of cavas, which are abandoned after their exhaustion.


Keywords


Economic Development; Mineral Exploration; Sustainability.

References


AMADE, P.; LIMA, H. M. Desenvolvimento sustentável e garimpo – O caso do Garimpo do Engenho Podre em Mariana, Minas Gerais. REM: R. Esc. Minas, Ouro Preto, 62 (2): 237-242, abr. jun. 2009. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2017.

APPOLINÁRIO, F. Metodologia da ciência: filosofia e prática da pesquisa. 1 ed. Cengage Learning: São Paulo, 2009.

BACCI, D. de L. C.; LANDIM, P. M. B.; ESTON, S. M. de. Aspectos e impactos ambientais de pedreira em área urbana. Rem: Rev. Esc. Minas, Ouro Preto, v. 59, n. 1, 2006.

BITAR, O.Y. Avaliação da recuperação de áreas degradadas por mineração na região metropolitana de São Paulo. Tese de Doutorado em Engenharia Mineral. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. São Paulo, 1997. 184 p.

BRASIL. Constituição (1988), Constituição Brasileira de 1988. Texto constitucional de 5 de outubro de 1988 com alterações adotadas pelas emendas constitucionais n.1/1992 a 56/2007 e pelas emendas de revisão de n. 1 a 6/1994. Brasília. Disponível em . Acesso em: 12 jun. 2017.

BRASIL. Lei nº 11.685, de 2 de junho de 2008. Institui o Estatuto do Garimpeiro e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2017.

CORNEJO, C. Minerais e pedras preciosas do Brasil. Carlos Cornejo, Andrea Bartorelli. São Paulo: Solaris Edições Culturais. Primeira reimpressão, 2014.

CORREA, S. M. B. B. Probabilidade e estatística. 2ª ed. Belo Horizonte: Universidade Católica de Minas Gerais, 2003.

DARDENNE, M. A. Metalogênese do Brasil. Marcel Auguste Dardenne e Carlos Schobbenhaus. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001. 392 p.

DEPARTAMENTO NACIONAL DE PRODUÇÃO MINERAL (DNPM). Cadastro Mineiro. 2017. Disponível em: . Acesso em: 27out. 2017.

ENRIQUEZ, M.A. Mineração: Maldição ou Dadiva? Os dilemas do desenvolvimento sustentável a partir de uma base mineira. Maria Amélia Enrique. São Paulo: Signus Editora, 2008. 424.p:

FARIAS, C. E. G. A mineração e o meio ambiente no Brasil. Relatório preparado para o CGE, Outubro de 2002 Disponível em: . Acesso em: 22 jun. 2017.

FARID, L.H. Diagnóstico preliminar dos impactos ambientais gerados por garimpos de ouro em Alta Floresta, Mato Grosso um estudo de caso, série tecnologia ambiental, v.2, CETEM CNPq, 1992.

FIÚZA, A.L.C; COELHO, Y.C. L; PINTO, N.M.A. Família e relações de gênero no garimpo: um estudo de caso em Capoeirana, Nova Era, MG. Caratinga, MG. Disponível em:. Acesso em: 08 jun. 2017.

FUNDAÇÃO NACIONAL DA SAÚDE (FUNASA). Manual de Saneamento. Ministério da Saúde. Brasília, 2004.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GOOGLE. Google Earth. Versão 7.1.5.1557. 2015. Nota (Nova Era - MG). Disponível em: . Acesso em: 16 ago. 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEMAS E METAIS PRECIOSOS (IBGM). Políticas e ações para a cadeia produtiva de gemas e jóias. Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos; Hécliton Santini Henriques, Marcelo Monteiro Soares (coords.). Brasília: Brisa, 2005.116 p.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Carta internacional ao milionésimo. 2010a. Disponível em: Acesso em: 21 ago. 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Nova Era. 2010b. Disponível em: . Acesso em: 07 jul. 2017.

KLEIN, C.; DUTROW, B. Manual de ciência dos minerais. Tradução e revisão técnica: Rualdo Menegat. 23ª edição. Porto Alegre: Bookman, 2012. 716p.

LICCARDO, A. Turismo Mineral em Minas Gerais. Global Turismo. v. 3, n. 2. 2007. Ouro Preto. Disponível em: . Acesso em: 20 out. 2017.

LIMA, D. M. A.; BOMFIM, Z. A.C. Vinculação afetiva pessoa-ambiente: diálogos na psicologia comunitária e psicologia ambiental. Psico, Porto Alegre, PUCRS, v. 40, n. 4, pp. 491-497, out./dez. 2009.

MAROTTI, J; GALHARDO, A. P. M; FURUYAMA, R. J; PIGOZZO, M. N; CAMPOS, T. N; LAGANÁ, D. C. Amostragem em pesquisa clínica: tamanho da amostra. Rev Odontol. v. 20, p. 186-94, 2008. Disponível em: . Acesso em: 02 nov. 2017.

OLIVEIRA, W.; VIEIRA, V.C. A Condição Social e Econômica do Garimpeiro da cidade de Diamantina: Uma história contada por seus protagonistas. Revista Vozes dos Vales da UFVJM. nº. 02, Ano I, 2012.

RAMPAZZO, L. Metodologia científica. 3° edição. Edições Loyola, São Paulo, Brasil, 2002.

RIBEIRO, R. A. S.; CUNHA, D. C.; HIGUCHI, M. I. G. Apego e cuidado ambiental. II Congresso de Iniciação Científica PIBIC/CNPq. PAIC/FAPEAM, Amazonas, Manaus, 2013. Disponível em:. Acesso em: 02 nov. 2017.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1989.

SÁNCHEZ, L.E. Avaliação de impacto ambiental: conceitos e métodos. São Paulo: Oficina dos Textos. 2010. 495p.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho científico.23. ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SECRETARIA DE OBRAS E SERVIÇOS URBANOS (SOSU). Coleta de lixo tem novo cronograma. Nova Era, 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 jun. 2017.

SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL (CPRM). Uso do subsolo. MME - Ministério de Minas e Energia, 2002. Disponível em:. Acesso em: 30 jun. 2017.

SILVA, A. Encantos de minas. Minas Gerais, 2016. Disponível em Acesso em: 13 jul. 2017.

SILVA, J. P. S. Impactos ambientais causados por Mineração. Revista Espaço da Shopia. N°8. Novembro/2007. Ano I. Brasília, 2007.

SOARES, K.J. Educação e Transferência de Renda: Uma leitura do programa Bolsa- família em Ceilândia sob a ótica do desempenho escolar. Monografia (graduação). Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Serviço Social, 2007.

ZENTENO, P. G. Tratamiento normativo de la fase minera poste operacional en los países mineras. Latinos-americanos y planificación del cierre. Montivideo: IIPM/IDRC, 1999. 172 p.




DOI: http://dx.doi.org/10.17648/rsd-v7i2.162

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com