Consumer profile assessment of soybean (Glycine max) and its derivatives

Rayane Rangel Cunha da Silva, Nathalia Cardoso Nascimento, Irislene Costa Pereira, Risley Nikael Medeiros Silva, Renan Elan da Silva Oliveira, Francisco Cesino de Medeiros Júnior

Abstract


Introduction: Among the agricultural products, soybeans (Glycine max) possui elevated expansão, occupying a prominent position, peel high produtibilidade e for being easy to grow. As a crescent increase in Saudi foods, soy vem ganhando espaço no markets com a elaboración de novos produtos such as: farinhas de soy, sucos enriched with soy, queijos, iogurte de soy, soy leite, extract hydrossolúveis and textured proteins. Objective: To assess or profile the consumer in relation to soybeans and their derivatives. Methods: This is a quantitative study, of a descriptive nature, carried out in Caxias-MA, not 100 participants were interviewed, of both sexes, and different age groups, randomly in locality such as: supermarkets, public market, praças and faculties, through a questionnaire about soy intake and its derivatives. Discussion and Results: A textured soy protein and soy "leite" foram os more produtos conhecidos and consumed hair interviewed, two maioria respondents reported 65% no conhecer os benefits. Conclusion: The base was not small or habit and freqência e consumption of soybeans and their derivatives pela população estuda, mesmo or Brazil being two major world producers do grão. Isso is due so much to lack of information about the benefits of two products, how much lack of costume of popular consumption or as part of the usual food.


Keywords


soybean product, consumption, functional properties.

References


Alezandro, M.R., Granato, D., Lajolo F. M., Genovese, M. I. (2001). Nutritional aspects of second generation soy foods. J. Agri. Food Che., 59 (10): 5490-5497.

Andrade, L. M. S., Bertoldi, M. C. (2012). Atitudes e motivações em relação ao consumo de alimentos orgânicos em Belo Horizonte, MG. Brazilian Journal of Food Technology, 15: 31-40.

Arruda, É. F, Oliveira, A, De Oliveira, A. D. (2017). Avaliação de sorvete tipo iogurte à base de soja com a adição de microrganismos probióticos. Episteme Transversallis, 9 (2).

Barbosa, A. C. L. et al. (2006). Teores de isofl avonas e capacidade antioxidante da soja e produtos derivados. Ciênc. Tecnol. Alim., 26 (4): 921-926.

Bedani, R., Miguel, D. P., Chaves, I. R., Jung, E. B., Oliveira, P. F., Guaglianoni, D. G., & Rossi, E. A. (2008). Consumo de soja e seus produtos derivados na cidade de Araraquara-SP: um estudo de caso. Revista Alimentos e Nutrição Araraquara, 18(1), 27-34.

Bedani, R., Vieira, A.D.S., Rossi, E.A., Saad, S.M.I. (2014). Tropical fruit pulps decreased probiotic survival to invitro gastrointestinal stress in synbiotic soy yoghurt with okara during storage. LWT Food Sci. Technol., 55 (2): 436-443.

Behrens, J.H., Da Silva, M.A.A.P. (2004). Atitude do consumidor em relação à soja e produtos derivados. Ciênc. Tecnol. Aliment., 24(3): 431-439.

Blum, J. E. S., Ramoni, E. O. & Balbi, M. E. (2016). Elaboration of aqueous extract (milk) seed from germinated sunflower (Helianthus annus L., Asteraceae). Visão Acadêmica, 17: 1-12.

Cardoso, M. H., Costa, J. F., Marto, R.H. & Neves, M. F. T. (2015). Soybean, mango and ginger beverage: nutritional information, sensory evaluation and consumption intent. Revista HUPE, 14 (1):18-26.

Dotto, D.M.R, Colpo, R.R, Iop, S.C.F. & Cirolini, A. (2015). Percepção dos consumidores de soja e derivados na cidade de Júlio de Castilhos (Rs) – Brasil. Rev. Agro. Amb., 8 (3):585-600.

Forest, R. (2017). Análise das variáveis que interferem na produção de soja na região de Ponta Porã/MS. Revista Magsul de Administração e Contabilidade, 1 (1): 62-76.

Felix, M. A., Canniatti, B. S. G., Vasques, F. M., Flávia, M. (2011). Análise sensorial dos grãos de soja (Glycine max (L.) Merril) tostados por diferentes tratamentos. Ciência e Tecnologia de Alimentos, 31 (1).

Hawkes, C., Smith, T. G., Jewell, J., Wardle, J., Hammond, R. A., Friel, S., Thow, A. M., & Kain, J. (2015). Smart food policies for obesity prevention. The Lancet, 385(9985), 2410-2421.

He, F.J., Chen, J.Q. (2013). Consumption of soybean, soy foods, soy isoflavones and breast câncer incidence: Differences between Chinese women and women in Western countries and possible mechanisms. Food Science and Human Wellness, 2: 146-161.

Lemos, J. L. S., Costa De Mello, M., Cabral, L.C. (1997). Estudo da solubilidade das proteínas de extratos hidrossolúveis de soja em pó. Rev. Ciênc. Tecnol. Alim, 17 (3):337-340.

Marin, M., Madruga, N. A., Rodrigues, R. S., Machado, M. R. G. (2014). Caracterização físico-quimica e sensorial de bebida proteica de soja. Boletim Ceppa., 33 (6): 93-104.

Marzarotto, B; Alves, M.K. (2017). Leitura de rótulos de alimentos por frequentadores de um estabelecimento comercial. Ciência e Saúde, 7;10(2):102-108.

Jaekel, L. Z., Rodrigues, R. S., Silva, A. P. (2010). Avaliação físicoquímica e sensorial de bebidas com diferentes proporções de extrato de soja e de arroz. Ciênc Tecnol Aliment., 30 (2): 342-348.

Pereira, F. P., Santos, O. A. R., Resende, R. C. M., Henriques, B. O. (2017). Avaliação comparativa da composição nutricional do leite de soja em relação ao leite de vaca com e sem lactose. Revista Acadêmica Conecta FASF, 1(2).

Pinheiro, A. F., Cardoso, W. S., Chaves, K. F., Oliveira, A. S. B., De Almeida Rios, S. (2015). Perfil de consumidores em relação à qualidade de alimentos e hábitos de compras. Journal of Health Sciences, 13(2):95-102.

Peron, A. P., Dos Santos, J. F., Mantovani, D., Vicentini, V. E. P. (2012). Utilização das isoflavonas presentes na soja (Glycine max (L) Merril) na prevenção e tratamento de doenças crônicas–uma breve revisão. Arquivos do Museu Dinâmico Interdisciplinar, 12(2), 51-57.

Peixoto, J. C., Feijó, A.P., Santana, A.B. (2011). Benefícios da soja no controle da Obesidade. Revista Eletrônica Novo Enfoque, 12: 47-67.

Revillion, J. P. P., Rosa, N. P. (2011). Fatores estratégicos explorados pelas empresas processadoras de lácteos para inserir-se no mercado de bebidas à base de soja. Revista Ciência rural, 41(6):1108-1113.

Ribani, M., Collins, C. H., Grespan, B., Carla, B. (2014). Desenvolvimento e validação de método para separação de isoflavonas em extrato seco de soja. Ciência e Natura, 36(3):501-510.

Roberto, C. A., Swinburn, B., Hawkes, C., Huang, T. T., Costa, S. A., Ashe, M., Zwicker, L., Cawley, J., & Brownell, K. D. (2015). Patchy progress on obesity prevention: emerging examples, entrenched barriers, and new thinking. The Lancet, 385(9985), 2400-2409.

Roviraa, A. P., Casellas, Y. N. M. C. (2012). Efecto del consumo de soja en relación con los síntomas de la menopausia. Revista Espanola de Nutricion Humana y Dietética, 16 (2): 69-67.

Silva, A. M. P. da., & Senger, M. H. (2014). A informação nutricional na rotulagem obrigatória dos alimentos no Brasil: percepções sobre fatores motivadores e dificultadores de sua leitura ecompreensão. Resultados de um estudo exploratório com grupos focais. Nutrire Rev. Soc. Bras. Aliment. Nutr, 39(3), 327-337.

Soares, D. J., Moura, L. G. de, Neto, & Silva, L. M. R. da. (2016). Análise do comportamento dos consumidores com relação à compreensão e entendimento das informações dos rótulos de alimentos. Agropecuária Técnica, 37(1).

Vieira, J. P; Gonçalves, J; Santos, D.C; Egea, M. B. (2018). Estudo do processo fermentativo de bebida de soja (Glycine max) adicionada de frutose e sucralose. Revista Eixo, v. 7, n. 1.

Zakir, M.M., Freitas, I.R. (2015). Benefícios à saúde humana do consumo de isoflavonas presentes em produtos derivados da soja. J. Bioen. Food Sci, 2 (3): 107-116.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i1.1575

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356