Eyes and voices of children: possibility of research in kindergarten

Diana Machado, Suzana Feldens Schwertner

Abstract


This article presents a possibility of investigation considering the child as a participant and active subject. The intention is to discuss that children are able to reflect on their experiences, their own way of learning, their potentialities, and they may become researchers and proposers of alternatives. The methodology, presented with qualitative bias, sought inspiration from the ethnographic case study, and was based on Sarmento's theories (2011). This research aims was to analyze the participants' perceptions regarding the kindergarden. In this sense, look and hearing what children have to say about school spaces, in order to reveal what they think, feel, or even experience about their own childhood. The concern in this investigation is with the process, so the methodological choices sought to value and perceive children as participating subjects. This methodological resource is still a challenge to studies that focus on listening and children's observations, because the adult researcher must know how to renounce what has historically been said about children. Thus it was not intended to intervene on the subject to be studied, but to present and reflecting with him about his ways of being and acting in the school space, making possible a research with eyes and voices of children.


Keywords


Kindergarden; Research with children; Sensitive listening.

References


Barbosa, M. C. S. (2007). Por amor e por força: Rotinas da Educação Infantil. Porto Alegre: Artmed.

Bogdan, R. & Biklen, S. (1994). Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Portugal: Porto.

Brasil. (2018). Base Nacional Comum Curricular. Educação é a Base. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Brasília: MEC/CONSED/UNDIME.

Brasil. (1998) Ministério da Educação. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal.

Brasil. (2010). Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC/SEB.

Brasil. (1996). Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília.

Brasil. (2006). Parâmetros Básicos de Infraestrutura para Instituições de Educação Infantil. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC/SEB, 2006.

Brasil. (2006). Política Nacional de Educação Infantil: pelo direito das crianças de zero a seis anos à educação. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Brasília: MEC/SEB.

Brasil. (1998). Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/SEF.

Campos, M. M. (2008). Por que é importante ouvir a criança? A participação das crianças pequenas na pesquisa científica. In: CRUZ, Silvia Helena Vieira. A criança fala: a escuta de crianças em pesquisas. São Paulo: Cortez (pp. 35-42).

Delgado, A.C. & Müller, F. (2005). Sociologia da Infância: pesquisas com crianças. Educação e Sociedade: Revista de Ciências da Educação, 26(91): 351-360, mai./ago. 2005.

Filho, A. J. M. & Barbosa, M. C. S. (2010). Metodologias de Pesquisa com crianças. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, 18(2): 8-28, jul./dez.2010.

Fischman, G. E. & Cruder, G. (2003). Fotografias escolas como evento na pesquisa em educação. Educação & Realidade, Porto Alegre, 28(2): 39-53, jul./dez. 2003. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/educacaoerealidade/article/view/25603. Acesso em: 05 set. 2019.

Gerhardt, T. E. & Silveira, D. T. (2009). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

Graue, E. & Walsh, D. (2003). Investigação etnográfica com crianças: teorias, métodos e ética. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Kramer, S. (2001). A política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce. (6ª ed.). São Paulo: Cortez.

Kuhlmann, M. J. (1998) Infância e Educação infantil: uma abordagem histórica. Porto Alegre: Editora Medicação.

Lajeado. (2015). Projeto Político Pedagógico da EMEI Espaço Criança. Secretária Municipal de Educação.

Lajeado. Resolução COMED nº 05/2008. Estabelece Normas e Diretrizes Curriculares para a oferta da Educação Infantil no Sistema Municipal de Ensino de Lajeado, Estado do Rio Grande do Sul.

Martins, G. A. (2008). Estudo de caso: uma estratégia de pesquisa. (2ª ed.). São Paulo: Atlas.

Moraes, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência e Educação, 9(2):191-211. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ciedu/v9n2/04.pdf. Acesso em: 14 abr. 2018.

Moraes, R. & Galiazzi, M. C. (2006). Análise textual discursiva: processo construído de múltiplas faces. Ciência e Educação, v.12, n.1, p.117-128, 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1516-73132003000200004&script=sci_abstract&tlng=pt Acesso em: 5 set. 2019.

Moraes, R. & Galiazzi, M. C. (2011). Análise Textual Discursiva. Ijuí: Editora Unijuí.

Moreira, M. A. (2011). Metodologias de Pesquisa em Ensino. São Paulo: Editora Livraria da Física.

Oliveira-Formosinho, J. (Org.). (2008). A escola vista pelas Crianças. Portugal: Porto Editora, 2008.

Oliveira-Formosinho, & J. Formosinho, J. (2017) Pedagogia-em-Participação: a documentação pedagógica no âmago da instituição dos direitos da criança no cotidiano. Em Aberto, Brasília, 30(100):115-130.Disponível em: http://emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/view/3391. Acesso em: 5 set. 2019.

Sarmento, M. J. (2011) O Estudo de Caso Etnográfico em Educação. In: Zago, N. Carvalho, M. P. & Vilela, R. A. T. (Org.). Itinerários de Pesquisa - Perspectivas Qualitativas em Sociologia da Educação. Rio de Janeiro: Lamparina (pp. 137-179). Disponível em https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/36757/1/Etnografia.pdf. Acesso em: 5 set. 2019.

Sarmento, M.J. & Cesiara, A.B. (2001) Crianças e Miúdos: perspectivas sociopedagógicas na infância e Educação. Porto: edições ASA.

Sarmento, M.J. & Pinto, M. (1997). As crianças e a infância: definindo conceitos delimitando o campo. In: Pinto, M. Sarmento, M.J. (Orgs). As crianças: contextos e identidades. Braga: Centro de Estudos da Criança.

Schwertner, S.F. & Conrad, J.M. (2016). Um click na escola: olhares e discursos de estudantes sobre a instituição escolar contemporânea. Revista Caderno Pedagógico, Lajeado, 13(2): 28-46.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i1.1558

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356