Multimodality in reading activities in the Portuguese Language textbook

Wanderleya Magna Alves, Cazimiro de Sousa Campos

Abstract


This work aims to reflect on the conception of reading that guides the proposals for the activity of the textbook: Portuguese languages, from theoretical assumptions of the social semiotics, in dialogue with the dialogical theory/analysis of Discourse, extending to some of its debaters and studies developed in the field of Textual linguistics among others. For this, we selected three reading proposals, which can show that conception and what reading practices are adopted in the didactic material. Our general objective is to investigate the reading practices of multimodal texts proposed by the textbook in question, In order to reflect on the conception of underlying reading, as well as about its contribution or not to the construction of meanings. Methodologically, this study is subsified by the qualitative approach, characterized as a bibliographic research, of descriptive and interpretative data analysis procedures. Thus, the corpus of this work is constituted on the orientations for reading activities of multimodal texts. The results of our analysis indicate that despite assuming a discursive perspective regarding reading, there is still a very sharp direction for the use of the text as a pretext for the mere grammatical classification, as well as for the exploitation of non-verbal texts, whose activities, in most cases, are still of superficial questions. In this case, the metalinguages are reflected as tools that can lead to reading and, consequently, the expansion of learning for the integration of social and cultural literacy.


Keywords


Textbook. Portuguese language. Non-verbal texts. Visual literacy.

References


Antunes, I. (2010) Análise de textos: fundamentos e práticas. Irandé Antunes. São Paulo: Parábola Editorial.

Antunes, I. (2009) Língua, texto e ensino: outra escola possível / Irandé Antunes. São Paulo: Parábola Editorial.

Antunes, I. (2006). Avaliação da produção textual no Ensino Médio. In: MENDONÇA, M. & BUNZEN, C. (Org.). Português no ensino médio e formação do professor. São Paulo: Parábola editorial, p.163-180.

Antunes, I. (2003). Aula de Português: encontro e interação. – São Paulo: Parábola Editorial.

Araújo, A. D. (2011). Gêneros multimodais: mapeando pesquisas no Brasil. In: Linguagem em Foco – Revista de Pós-graduação em Linguística Aplicada da UECE / Universidade Estadual do Ceará. 3(5):13-24, mai./jun.

Bakhtin, M. (2016). Os gêneros do discurso. Organização, tradução, posfácio e notas de Paulo Bezerra. Notas a edição russa de Serguei Botcharov. São Paulo: Editora 34.

Bezemer. J; Kress. G. (2014). Young people, Facebook and pedagogy: Recognizing contemporary forms of multimodal text making. In: Kontopodis M et al. (eds) Youth, Tube, Media: Qualitative Insights and International Perspectives. Berlin: Waxmann. p. 1-25.

Brasil. (1998). Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília. MEC/SEF.

Cani, J.B; Coscarelli, C.V. (2016). Textos multimodais como objeto de ensino: Reflexões em propostas didáticas. In: Dorotea Frank Kersch; Carla Viana Coscarelli; Josiane Brunetti Cani (Orgs.). Multiletramentos e Multimodalidade: Ações pedagógicas aplicadas à linguagem. Campinas-SP: Pontes.

Cereja, W. R. (2012). Português: linguagens, 6º ano: língua portuguesa. William Roberto Cereja; Thereza Cochar Magalhães (Orgs.). – 7. ed. reform. – São Paulo: Saraiva.

Descardeci, M. A. A. S. (2002) Ler o mundo: um olhar através da semiótica social. Etd Educação Temática Digital, Campinas – SP, 3(2): 19-26. jan./fev.

Dionísio, A. P. (2006) Gêneros multimodais e multiletramento. In: Karwoski, A. C.; Gaydeczka, B.; Brito, K. S. Gêneros textuais: reflexões e ensino. 2.ed. Rio de Janeiro: Lucerna, p. 131-144.

Dolz, J. & Pasquier, A. (1996) Um decálogo para ensinar a escrever. Cultura y Educación, 2: 31-41. Madrid: Infância y aprendizaje. Tradução de R. H. R. Rojo. Circulação restrita.

Gaydeczka, B.; Brito, K. S. (2006). Gêneros textuais: reflexões e ensino. 2.ed. Rio de Janeiro: Lucerna, p. 131-144.

Geraldi, J. W. (2012). Unidades básicas do ensino de português. In: O texto na sala de aula. Geraldi, J. W. (org.). – São Paulo: Anglo. 136p.

Gomes, L. F. (2012) Hipertextos multimodais: leitura e escrita na era digital. Jundiaí: Paco Editorial.

Gualberto, C. L. (2016). Multimodalidade em livros didáticos de língua portuguesa: Uma análise a partir da semiótica social e da gramática do design visual. 2016. 181 f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós–graduação em Estudos Linguísticos, Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Lopes-Rossi, M. A. G. (2008). Práticas de leitura de gêneros discursivos: A reportagem como proposta. In: Petroni, M. R. (Org.). Gêneros do discurso, leitura e escrita: experiências de sala de aula. São Carlos: Pedro & João Editores. Cuiabá: EduFMT, p. 51-68.

Maroun, C. R. G. B. (2006). A multimodalidade textual no livro de Língua Portuguesa. 2006. 118 f. Tese (Doutorado) - Curso de Programa de Pós-graduação em Linguística, Departamento de Linguística, Línguas Clássicas e Vernáculas, Universidade de Brasília, Brasília.

New London Group. (1999) A pedagogy of multiliteracies: Designing social futures. Harvard

Educational Review, 66(1).

Oliveira, S. (2006). Texto visual e leitura crítica: o dito, o omitido, o sugerido. Linguagem e Ensino, v.9, n.1, p. 15-39

Ottoni, M. A. Resende et al. (2010). A presença e a abordagem de gêneros multimodais em livros didáticos de língua portuguesa do ensino médio. Polifonia, 17(21): 85-116 Jul/dez.

Reinaldo, M. A. G. M. (2005). A orientação para produção de texto. In: Bezerra, M. A. Dionísio, A. P. O Livro Didático de Português: múltiplos olhares. 3 ed. Rio de Janeiro: Lucerna, p. 89-101.

Rottava, L. (2004). Concepções de leitura e de escrita: um contraponto entre professores em formação de português, inglês e espanhol. In: ROTTAVA, L.; LIMA, M. S. (Orgs.) Linguística aplicada: relacionando teoria e prática no ensino de línguas. Ijuí: Ed. UNIJUÍ, p. 111-138.

Salles, M. M. C. W. S. (2014). Textos multimodais e letramento: o trabalho com os textos imagéticos em livros didáticos de língua portuguesa. 118 f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos, Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Silva, M. Z. V. (2016). O letramento multimodal crítico no ensino fundamental: investigando a relação entre a abordagem do livro didático de língua inglesa e a prática docente. 2016. 339 f. Tese (doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Centro de Humanidades, Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza.

Silva, M. Z. V., Araújo, A. D. (2015). Multimodalidade e ensino sob a ótica de língua inglesa da escola pública. Antares, 7(1): 313- 335, jul./dez.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i1.1399

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com