Science Teaching and Teacher Training: The Child and Scientific Literacy

Fernanda Monteiro Rigue, Micheli Bordoli Amestoy, Guilherme Carlos Corrêa

Abstract


This article presents a bibliographical review, with a qualitative approach and documentary character, about the following problem: "Is there a relation between the teaching of science for the initial years and the training of teachers in the area of natural sciences?". It reflects on the contingencies that produced the process of schooling in the formation of teachers who work in the initial years, in this case the Pedagogues, teaching Natural Sciences for children. It is perceived that there is an emerging and growing concern with the directions that the Natural Sciences area has faced in the early years of Elementary Education, in the sense that the Teaching of Science in the historical process was thought by adults, which as a result may have left the power of the sensitive and the imaginary of the child. This is very important for the child to perceive in the world, thinking and acting guided by the significant knowledge of the Natural Sciences. Whereas the teaching of Science for the initial years requires the planning of strategies by the educator and this production of educational strategies goes beyond the application of scientific methods and the preparation of lesson plans. Therefore, it is necessary to be involved in overcoming the existing gaps in the training and approach of knowledge made in Higher Education and what is presented to children in the classroom.


Keywords


Science Teaching; Teacher’s training; Elementary school.

References


Bazin, M. J. (1997). O cientista como alfabetizador técnico. In Ciência e (in)dependência (pp. 94-98). Lisboa: Livros Horizonte.

Beltrão, I. R. (2000). Corpos dóceis, mentes vazias, corações frios. Didática: o discurso científico do disciplinamento. São Paulo: Imaginário.

Berned, I. S. (2014). Oficinas: a criação de estratégias na educação de surdos. Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil.

Brasil. (1971). Lei nº 5692, de 11 de agosto de 1971. Fixa Diretrizes e Bases para o ensino de 1º e 2º graus, e dá outras providências. Brasília.

Brasil. (1996). Lei nº 9394/96. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília.

Brasil. (1997). Secretária de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências. Brasília.

Brasil. (2006). MEC/CNE. Resolução CNE/CP 1/2006. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em Pedagogia, licenciatura. Brasília.

Carvalho, A. M. P. et al. (1998). Ciências no Ensino Fundamental: o conhecimento físico. São Paulo: Scipione.

Corrêa, G. C. (2000). O que é a escola? In Esboço para uma história da escola no Brasil (pp. 5184). Rio de Janeiro: Achiamé.

Coll, C., Mauri, T., & Onrubia, J. (2010). A incorporação das tecnologias de informação e comunicação na educação: do projeto técnico-pedagógico às práticas de uso. In Psicologia da educação virtual: aprender e ensinar com as tecnologias da informação e educação (pp. 66–93). Porto Alegre: Artmed.

Dalmaso, A., de Oliveira, M., & Corrêa, G. (2018). Pergunta-criança: uma estratégia de aprender (e ensinar) ciências. Revista Tempos e Espaços em Educação, 11(25), 213-226.

Foucault, M. (1992). Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Graal.

Krasilchik, M. (1987). O professor e o currículo das ciências. São Paulo: EPU/EDUSP.

Lorenzetti, L., Delizoicov, D., Lorenzetti, L., & Delizoicov, D. (2001). Alfabetização Científica no contexto das séries iniciais. Ensaio Pesquisa Em Educação Em Ciências (Belo Horizonte), 3(1), 45–61. https://doi.org/10.1590/1983-21172001030104

Mello, G. N. de. (2000). Formação inicial de professores para a educação básica: uma (re)visão radical. São Paulo Em Perspectiva, 14(1), 98–110. https://doi.org/10.1590/S010288392000000100012

Pretto, N. L. (1995). A ciência nos livros didáticos. Campinas: Editora da Unicamp/Salvador: Editora da UFBA.

Torres, D. B. G. R., Shitsuka, R., Silva, A. P. da, Shitsuka, D. M., Pereira, A. S., & Boghi, C. (2019). Ensino de ciências: um estudo de alinhamento de conteúdos no ensino fundamental. Research, Society and Development, 8(1), 1–20.

Unesco Brasil. (2005). Ensino de Ciências: o futuro em risco. Brasília, UNESCO, ABIPTI.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i10.1390

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356