Continuing Teacher Education and its Implications for Teaching

Antonio Gomes, Edione Teixeira de Carvalho, Cilene Maria Lima Antunes Maciel

Abstract


The aim of this article is to investigate with teachers, aiming to find out where, how and when their continuing education happens, as well as to verify if this received formation satisfied them or not. For this purpose, we used the interview technique recorded with twenty teachers. The research was conducted in four public schools in Mato Grosso, two in Cuiabá and two in Pontes e Lacerda. This research is qualitative in nature and went through the triangulation bias, being the data categorized, coded and analyzed by the content analysis method. The survey showed that all respondents had higher education in various areas of knowledge and that all participated in the training offered in schools and they had between one and twenty five years of experience in teaching. Among other mitigating factors, the degree of teachers' (in) satisfaction was evidenced, considering the need for the trainers to know the needs and the school realities. Still, according to the interviewees, continuing education should be carried out in a local service of pedagogical practice; However, it does not mean that this way it will immediately solve the problems of a pedagogical character, but it will enable a teaching practice based on the action-reflection-action tripod.


Keywords


Teaching; Continuing Training of Teachers in Service; do pedagogical.

References


Alarcão, I. (2011). Professores Reflexivos Em Uma Escola Reflexiva. 8.Ed. São Paolo: Col. Questões De Nossa Época. Cortez.

Anastasiou, L. Das G. C. & Pimenta, S. (2014). Docência No Ensino Superior. 5, Ed. Cortez. São Paulo.

Arroyo, G. M. (2007). Indagações Sobre O Currículo: Educandos E Educadores: Seus Direitos E O Currículo. (Org.) Janete B, Sandra D. Pagel, Aricélia Do Nascimento. Brasília: Mistério Da Educação, Seb.

G. (2014). Docência No Ensino Superior. 5, Ed. Cortez. São Paulo.

Bardin, L. (2016). Análise De Conteúdo. Ed. 70, Ltda. Lisboa.

Bauer, M. W. & Gaskell, G. (2012). Pesquisa Qualitativa Com Texto, Imagem E Som: Um Manual Prático. 10 Ed. Petrópolis: Vozes.

Brasil. 2013. Mec.Seb.Secadi.Sept.Cne.Cneb. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais Da Educação Básica. Mec. Dicei.

Bettega, M. H. S. (2010). Educação Continuada Na Era Digital. 2.Ed. Sp: Cortez.

Bodgan, R.; Biklen, S. K. (1994). Investigação Qualitativa Em Educação: Uma Introdução À Teoria E Aos Métodos. Porto: Porto Editora.

Candau, V. M. (1997). Magistério: Construção Cotidiana. Petrópolis: Vozes.

Colombo, S. C. & Maciel, C. M. L. A. (2007). Ensino Superior Em Debate: O Ensino Profissionalizante E A Pratica Da Docência. Papel Do Professor No Ensino Superior. (Org.). Adriana Venturoso. Cuiabá-Mt. Kcm Editora.

Demo, P. (2002). O Professor E Seu Direito De Estudar. In: Neto, Alexandre S.; Maciel, L E S.B. Reflexões Sobre A Formação De Professores. Campinas, Sp: Papirus.

Delors, J. (2012). Educação: Um Tesouro A Descobrir. (Coord. Jacques Delors). Relatório Para A Unesco Da Comissão Internacional Sobre Educação Para O Século Xxi. 7ed. Revisada-São Paulo: Cortez: Brasília, Df: Unesco, 2012.

Franco, M. A. Do R. S. (2012). Pedagogia E Prática Docente. Ed. São Paulo. Cortez.

Freire, P. (1976). Pedagogia Da Autonomia: Saberes Necessários À Prática Educativa. São Paulo: Paz E Terra,

Ghedin, E; Oliveira, E. S. De & Almeida, W. A. De. (2015). Estágio Com Pesquisa. Sp: Cortez.

Ghedin, E. & Franco, M. A. S. (2011). Questões De Métodos Na Construção Da Pesquisa Em Educação. 2 Ed. Sp: Cortez.

Imbernón, F. (2006). Formação Docente E Profissional: Formar-Se Para A Mudança E A Incerteza. 6 Ed, São Paulo: Cortez.

Imbernón, F. (2011). Formação Docente E Profissional: Formar-Se Para A Mudança E A Incerteza. 9 Ed, São Paulo: Cortez.

Imbernón, F. (2009). Formação Permanente Do Professor: Novas Tendências. (Trad.) Sandra Trabucco Valenzuela- Sp: Cortez.

Jensen, K. B.; Jankowski, N. M. (1993). Metodologias Cualitativas De Investigación En Comunicación De Masas. Barcelona.

Kenski, V. M. (2015). Tecnologias E Ensino Presencial E A Distância. Campinas, Sp: Papirus.

Nóvoa, A. (1992). (Org.). Os Professores E A Sua Formação. Portugal, Lisboa: Publicação Don Quixote. Instituto De Inovação Educacional.

Pimenta, S. G. Anastasiou, L. Das G. C. (2014). Docência No Ensino Superior. 5 Ed. São Paulo: Cortez.

Pimenta, S. G.; Ghedin, E. (2012). Professor Reflexivo No Brasil: Gênese E Crítica De Um Conceito. 7 Ed. São Paulo: Cortez.

Sacristàn, J. G. (2017). O Currículo: Uma Reflexão Sobre A Prática. (Trad. Ernani F. Da Fonseca Rosa. 3 Ed. Porto Alegre: Penso.

Shön, D. A. (2007). Educando O Profissional Reflexivo. Um Novo Design Para O Ensino E A Aprendizagem. (Trad. R. C. Costa). Artmed. Porto Alegre.

Tardif, M. (2012). Saberes Docentes E Formação Profissional. 14 Ed. Petrópolis: Vozes.

Triviños, A. N. Da S. (2015) . Introdução À Pesquisa Em Ciências Sociais: A Pesquisa Qualitativa Em Educação. Ed. Sp: Atlas.

Vasconcellos, C. Dos S. (2011) Para Onde Vai O Professor? Resgate Do Professor Como Sujeito De Transformação. Sp: Libertad.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i10.1385

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356