Peel more and unwrap less: a contextualized and interdisciplinar approach to Science education

Anaquel Gonçalves Albuquerque, Maria José da Silva de Oliveira Quirino

Abstract


Proper nutrition is essential for achieving health and quality of life, as many diseases in today's society are directly related to our habits and can be prevented through minor daily changes. To this end, this article aims to present the project experience report developed with a group of students of youth and adult education, which used labels to quantify the sugars in foods, providing reflection on the composition of foods. and its nutrients as a starting point for the healthy eating approach. Through the reported experience, it becomes possible to verify the importance of promoting spaces for discussion in schools about the practice of a balanced diet, so that students may take a critical stance regarding the information and food to be consumed.


Keywords


Food; Cheers; Quality of life.

References


Brasil. (2010). Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências Naturais. MEC/SEF, Brasília.

Brasil. (2010). Ministério de Educação. Conselho Nacional de Educação. Define diretrizes curriculares para a Educação Básica.

Carvalho, A. M.P. (2011). Ensino e aprendizagem de Ciências: referenciais teóricos e dados empíricos das sequências de ensino investigativas. In: LONGHINI, M.D. O uno e o diverso na educação. Uberlândia: EDUFU, 2011. p. 253-266.

Fazenda, I. (2003). Interdisciplinaridade: qual o sentido? – São Paulo: Paulus.

Ferraz, A.T. (2015). Propósitos epistêmicos para a promoção da argumentação em aulas investigativas de Física. Dissertação de Mestrado em ensino de Ciências- Universidade de São Paulo, São Paulo.

Ferreira, M. G. (2010). Direito humano à alimentação adequada. Brasília: UNB.

Freire, P. (1983) Educação e mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

Galeano, R dos S. (2011). Promoção da alimentação saudável na escola: A busca por práticas pedagógicas alternativas. Universidade de Brasília, Faculdade UnB Planaltina. Trabalho de Conclusão de curso Licenciatura em Ciências Naturais, Junho de 2011. Disponível em http://www.bdm.unb.br/bitstream/10483/4047/1/2011_RosianedosSantosGaleano.pdf Acesso em 02 de Junho de 2019.

Gil, A.C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas.

Guerra, A.; Freitas, J; Reis, J.C; Braga, M.A. (1998) A interdisciplinaridade no ensino das ciências a partir de uma perspectiva histórico- filosófica. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, Florianópolis, 15 (1), p.32-46.

Kato, D.S.; Kawasaki, C.S. (2011). As concepções de contextualização do ensino em documentos curriculares oficiais e de professores de Ciências. Ciência & Educação, 17(1) p.35-50.

Libâneo, J. C. (1998). Adeus professor, adeus professora ?: novas exigências educacionais e profissão docente. São Paulo: Cortez.

Lobo, M.; Azevedo, T.; Martins, I. (2013). O conhecimento científico como recurso para a educação alimentar em aula de Ciências: limites e (im) possibilidades. In: Encontro nacional de pesquisa em educação em Ciências, 9. Águas de Lindoia/SP.

Mattar, F. N. (2001). Pesquisa de marketing. 3.ed. São Paulo: Atlas.

Minayo, M. C. de S. (2004). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 23. Ed. Petrópolis: Vozes.

Molin, V.T.S.D.; Soares, F.A.A. (2016). Uso de seminários na disciplina de Química como estratégia para promoção da saúde. Experiências em ensino de Ciências, 11(1), p.126-137.

Mortimer, E. F.; Santos, P.L.W. (2003). Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem C-T-S (Ciência-Tecnologia-Sociedade) no contexto da educação brasileira. Ensaio- Pesquisa em educação em Ciências. 02(2). Dezembro de 2003.

Pombo, O. (2005). Interdisciplinaridade e integração dos saberes. Liinc em Revista, 1(1), p. 3 -15, mar.

Poulain, J.P.; Proença,R.P.C. (2003). O espaço social alimentar: um instrumento para o estudo dos modelos alimentares. Revista de Nutrição, 16(3), p.245-256.

Rizzini, I.; Castro, M.R.; Sartor, C.D. (1999). Pesquisando: guia de metodologias de pesquisa para programas sociais. Rio de Janeiro: Ed. USU.

Sodré, F. C. R.; Mattos, C. R. de. (2013). Complexificando o conhecimento cotidiano: incluindo a Física na problematização da alimentação. Alexandria Revista de Educação em Ciências e tecnologia, 6(2), p. 53-79.

Tamayo, A.P.; Nino, L.V.M.; Juanez, J.C. (2015).Analysis and intervention of student knowledge of nutrition and sexuality at a penal institution. Journal of Baltic Science Education, 14(4), p.513-523.

Valente, F.L.S.V. (2002). Do combate à fome à segurança alimentar e nutricional: o direito à alimentação adequada. In: Valente FLSV, org. Direito humano à alimentação: desafios e conquistas. p. 37-70. São Paulo: Cortez.

Wharta, E.J.; Alário, A.F. (2005). A contextualização no ensino de Química através do livro didático. Revista Química Nova na Escola, 22.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i10.1349

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356