Residential acoustic performance: an applicability study

Ananias Freire da Silva, Michele Gomes de Queiroz

Abstract


The civil construction industry has in recent years presented profound transformations, a fact that imposes on the professional constructor new paradigms of labor practice. Within this context, the standardization of technical procedures in the world has been evolving at a rate proportional to these changes. As an example, NBR 15.575, Brazilian standard that determines performance standards in civil construction fully entered into force in 2013 and with it brought minimum requirements to the acoustic performance in residential buildings. This little discussed theme, often ignored by the productive chain of civil construction, has therefore become more of a challenge to be put into practice in modern constructions. This work, in turn, is a bibliographic study of acoustic performance, focused on the applicability of these procedures. The objective of this work is to analyze the feasibility of using acoustic insulation techniques and materials in residential buildings. Divided methodologically into four parts, the first part dealt with the concept of performance and the historical path covered by NBR 15.575. In the second part an academic study of acoustic was traced, emphasizing the physical aspects of the nature of the sound waves. In the third section there is an in-depth study of the constructive aspects required for a building recommended in NBR 15.575. Finally, in the fourth one, the use of materials and techniques of technological innovation directed to residential acoustic treatment was exemplified, and its objective is to analyze the feasibility in the use of techniques and acoustic insulation materials in residential constructions. The results pointed out that this standard has become a milestone and fully meets its objective. An important fact observed in this research is the clear accountability of the agents involved in the process of construction, sale and acquisition of a residence, leaving each professional, and also user, aware of their duties beforehand.


Keywords


Acoustic Performance; Acoustics; NBR 15,575.

References


Associação brasileira de normas técnicas. (2000). NBR 10.151: acústica –avaliação do ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade – procedimento. Rio de Janeiro, (incorpora errata de 30.06.2003).

Associação brasileira de normas técnicas. (2013). NBR 15.575-1: edificações habitacionais – desempenho parte 1 – requisitos gerais. Rio de Janeiro.

Associação brasileira de normas técnicas. (2013). NBR 15.575-2: edificações habitacionais – desempenho parte 2 – requisitos para os sistemas estruturais. Rio de Janeiro.

Associação brasileira de normas técnicas. (2013). NBR 15.575-3: edificações habitacionais – desempenho parte 3 – requisitos para os sistemas de piso. Rio de Janeiro.

Associação brasileira de normas técnicas. (2013). NBR 15.575-4: edificações habitacionais – desempenho parte 4 – requisitos para os sistemas de vedações verticais internas e externas. Rio de Janeiro.

Associação brasileira de normas técnicas. (2013). NBR 15.575-5: edificações habitacionais – desempenho parte 5 –requisitos para os sistemas de cobertura. Rio de Janeiro.

Associação brasileira de normas técnicas. (2013). NBR 15.575-6: acústica – desempenho parte 3 – requisitos para os sistemas hidrossanitários. Rio de Janeiro.

Akkerman, Davi. (2013). Manual ProAcústica sobre a Norma de Desempenho (1ª ed.). Rio de Janeiro: Associação Brasileira para a Qualidade Acústica.

Bistafa, S. R. (2011). Acústica aplicada ao controle do ruído (2. ed.). São Paulo: Blucher.

Borges, C.A.M. (2008). O conceito de desempenho de edificações e a sua importância para o setor da construção civil no Brasil. São Paulo: EPUSP.

Lima, J.C.S. (2016). Análise dos critérios de atendimento à Norma de desempenho ABNT NBR 15.575. Estudo de Caso em Empresas do Programa Inovacon-CE. Fortaleza

Marques, C.S. (2015). Análise crítica da norma de desempenho, ABNT NBR 15575: 2013 com ênfase em durabilidade e manutenibilidade. Monografia apresentada ao Curso de Especialização em Construção Civil da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte.

Organização mundial de saúde (OMS). Relatório de avalição sobre as

condições ambientais de saúde na Europa. Disponível em: http://www.euro.who.int/en/health-topics/environment-and-health/noise/data-andstatistics. Acesso em: abril de 2018.

Pierrard, J.F; Akkerman, D. (2013). Manual Pro-Acústica sobre a Norma de Desempenho Guia prático sobre cada uma das partes relacionadas à área de 49 acústica nas edificações da Norma ABNT NBR 15575:2013 Edificações habitacionais – Desempenho. Associação Brasileira para a Qualidade Acústica. São Paulo. Disponível em https://goo.gl/ZvPRvR, acesso em 19 de junho de 2017.

Regazzi, R. (2018). Desempenho acústico em edificações, Premissas para a cartilha da feira revest RIO. Rio de Janeiro. Disponível em: https://goo.gl/rWj6pg, acessado em abril de 2018.

Souza, L. C. L. de; Almeida, M. G. de; Bragança, L. (2006). Bê-á-bá da acústica arquitetônica: ouvindo a Arquitetura. (1. Ed.). São Carlos: EdUFSCar.

Valle, S. (2009). Manual Prático de Acústica. (3ª Ed.). Rio de Janeiro. Editora: Música & Tecnologia.

Vittorino, F.(2017). ABNT NBR 15575 Edificações Habitacionais – Desempenho. São Paulo. Editora: IPT.

Zajarkiewicch, D.F.B.(2010). Poluição sonora urbana: Aspectos jurídicos e técnicos. Dissertação, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulos, Brasil.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i9.1320

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356