Analysis of environmental perception of students about the Guanabara Bay through drawings

Ana Helena Gonzalez, Marcelo Borges Rocha

Abstract


Considering the demand for actions that strengthen attitudes towards the recovery of Guanabara Bay (GB), it is necessary to understand the resident´s perceptions about the (bay´s) environment, to develop interventions and processes in environmental education. Thus, the study  analyze the environmental perception of students about GB using drawings produced by themas a methodological strategy. The research was carried out with 19 students of the 7th year of an elementary school located in Ilha do Governador. The drawings were analyzed through the principles of Content Analysis. The results show that students perceive the environment in itnatural and human aspects, and although they recognize BG as a marine environment they also made reference to the municipality in which they live by representing urban elements, which shows that f the city is also part of the GB scenario. It was also evidenced the student´s perception of the GBas a polluted environment. The relations established by the students with an environment impacted by anthropic action demonstrate that pollution and degradation strongly permeate the imaginary of the investigated students towards this space.


Keywords


Environmental perception; Environmental education; Guanabara Bay; Drawings.

References


Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Bernardino, D. & Franz, B. (2016). Lixo flutuante na Baía de Guanabara: passado, presente e perspectivas para o futuro. Desenvolvimento e Meio Ambiente, 38.

Catanhede, A. M., Silva, R. L., Silva, H. A., Borges, T. C. (2016). Análise da percepção ambiental, por meio de desenhos, de alunos do ensino fundamental numa escola da zona rural, Chapadinha-MA. Revista da SBEnBio. 9. 6561-6570.

Dias, F. G. (2003). Educação Ambiental: princípios e práticas. 8 Ed. São Paulo: Gaia.

Gunther, H., Elali, G.A., Pinheiro, J.Q. (2008). A abordagem multimétodos em Estudos Pessoa-Ambiente: características, definições e implicações. In J. Q. Pinheiro & H. Günther (Orgs.). Métodos de pesquisa nos estudos pessoa-ambiente. São Paulo: Casa do Psicólogo. 369-396.

Kehrig, A. H., Malm, O., Palermo, A. F. E., Seixas, G. T., Baêta, P. A., Moreira, I. (2011). Bioconcentração e biomagnificação de metilmercúrio na Baía de Guanabara, Rio de Janeiro. Química Nova, 34(3), 377-384.

Machado, L. M. C. P. (1999). A percepção do meio ambiente como suporte para a educação ambiental. Perspectivas na Limnologia no Brasil. União, 1-13.

Marcomin, F. E. (2014). Educação Ambiental: uma incursão na percepção ambiental e na sensibilização imagética. REMEA-Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental, 31(2), 106-126.

Oliveira, K. A., & Corona, H. M. P. (2011). A percepção ambiental como ferramenta de propostas educativas e de políticas ambientais. Revista Científica ANAP Brasil, 1(1), 32-45.

Pedrini, A., Costa, E. A., Ghilardi, N. (2010). Percepção ambiental de crianças e pré-adolescentes em vulnerabilidade social para projetos de educação ambiental. Ciência & Educação, 16(1), 163-179.

Pires, O. I. (2010). Manguezais da região do recôncavo da Baía de Guanabara: revisita através dos mapas. Revista da Gestão Costeira Integrada, 2(3), 89-99.

Profice, C. C., Pinheiro, J. Q., Fandi, A. C., Gomes, A. R. J. (2013). Janelas para a percepção infantil de ambientes naturais. Psicologia em Estudo, 18(3), pp. 529-539.

Sauvé, L. (2005). Educação Ambiental: possibilidades e limitações. Educação e Pesquisa, São Paulo, 31(2), 317-322.

Schwarz, M. L., Sevegnani, L., André, P. (2007). Representações da Mata Atlântica e de sua biodiversidade por meio dos desenhos infantis. Ciência & Educação, 13(3), 369-388.

Soares, L. D. Os impactos ambientais no Geossistema Baia de Guanabara. Anais... XVI Encontro Nacional dos Geógrafos. Porto Alegre, 2010.

Telles, C. A. & Silva, G. L. F. (2012). Relação criança e meio ambiente: Avaliação da percepção ambiental através da análise do desenho infantil. Revista Tecnoeng. 6(3), 23-40.

Tomazello, C. G. M. & Ferreira, C. R. T. (2001). Educação Ambiental: que critérios adotar para avaliar a adequação pedagógica de seus projetos? Ciência & Educação, 7(2), 199-207.

Vargas, L. A. (2008). Baía de Guanabara: a origem de um belo e conturbado cartão postal do Rio de Janeiro, e um desafio para a educação ambiental. REMEA-Revista Eletrônica do Mestrado de Educação Ambiental, 21(2), 93-108.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i9.1239

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356