Analysis of family and school partnership in the teaching and learning process resignification

Joelma Moraes Silva, Eniel Espírito Santo

Abstract


This essay objective thus, is to analyze the relation among family and school in the scientific literature and its implications to the learning and teaching process. It evokes the concern of the school agents, in the tangent to the creation of means to establish a significant relationship between the peers, in order to reestablish the appreciation of a systematized education for the socio-intellectual growth of the subject. Under the theoretical light of Evangelista, Gomes (2003), Parolin (2005), Petrine (2008), Cortella (2016) and other scholars of the theme, it seeks to analyze the barriers that hamper such partnership and, consequently, the low productivity in the scholar formation. This is a descriptive exploratory research with a qualitative approach that uses as data acquisition procedures a bibliographic study about the previous mentioned thematic. The bibliographic review indicates that the difficulty of interaction between family and school is due to several factors, among them the lack of critical awareness about different and related roles, as well as the interdependence of both for the development of the teaching and learning process. For various reasons parents and / or guardians do not fulfill their responsibility regarding the education of their children, a situation that causes frailty of ethical and moral values and in some cases, constitutes indiscipline at school.  The school, on the other hand, is overloaded and is not able to excel its true role. A worrisome reality that compromises the development of the individual in the society. In this context, the study of this issue requires priority in the ruling of discussions of the educational sphere, with views on the potentiality of these two important agents of transformation of the subject.


Keywords


Partnership. Family.School. Teaching and Learning.

References


ARIES, Philippe. A história social da criança e da família. Tradução Dora Flaksman. 2. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1981.

BEM, Lauro Alonso de; WAGNER, Adriana. (Org.) Reflexões sobre a construção da parentalidade e o uso de estratégias educativas em famílias de baixo nível socioeconômico. Psicologia em Estudo, Maringá, v. 11, n. 1, p. 63-71, jan/abr. 2006. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pe/v11/n1 a 08.pdf. Acesso em: 06 de jan. 2016.

BIASOLI-ALVES, Zélia Maria Mendes. Cuidado e negligência na educação da criança na família. In: MOREIRA, Lucia. CARVALHO, Ana M. A. Família e Educação: olhares da psicologia. 1. ed. São Paulo: Paulinas 2008.

CORTELLA, Mario Sérgio. A escola passou a ser vista como um espaço de salvação. Disponível em: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,cortella-a-escola-passou-a-ser-vista-como-um-espaco-de-salvacao,1168058> Acesso em 14 mar. 2016.

DESSEN, Maria Auxiliadora; BRAZ, Marcela Pereira. Rede Social de apoio durante transições familiares decorrentes do nascimento de filhos. Psicologia: Teoria e Pesquisa. Brasília, v. 16, n. 3, set./dez. 2000.

ESTEVES, José M. A terceira Revolução Educacional: a educação na sociedade do conhecimento. São Paulo: Moderna, 2004.

EVANGELISTA, F; GOMES, P. de T. (Org.). Educação para o pensar. Campinas: Alíneas, 2003.

FALCÃO, Gérson Marinho. Psicologia da aprendizagem. 3. ed. São Paulo: Ática, 1986.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. 43. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

GIL, A.C. Métodos e Técnicas da Pesquisa Social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

NEVES, Demóstenes; RISTUM, Marilena; DAZZANI, Maria Virginia. A relação família-escola: parceria e desencontros. In Família: recurso pessoal e social, o caso do Brasil. Salvador, 2013. Disponível em: http://tede.ucsal.br/tde_arquivos/1/TDE-2013-05-03T143249Z-278/Publico/Janete%20dos%20Santos%20Reis.pdf. Acesso em: 12 jan. 2017.

ORSI, Maria Julia Junqueira Scicchitano. A família atual: constituição, organização e repercussão na educação dos filhos e na aprendizagem escolar. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá, Paraná, 2003.

PARO, V. H. A qualidade de ensino: a contribuição do pais. São Paulo: Xamã, 2007.

PAROLIN, Isabel. Professores formadores: a relação entre a família, a escola e aprendizagem. Curitiba: Positivo, 2005.

PETRINI. João Carlos. Família na abordagem relacional de Pierpaolo Donati. In: DONATI, Pierpaolo. Família no século XXI: abordagem relacional. Petrine. São Paulo: Paulinas, 2008.

PIAGET, Jean. Para onde vai à Educação? Rio de Janeiro: José Olímpio, 2007.

POLONIA, Ana da Costa. A família e a escola como contextos de desenvolvimento humano. Paidéia. Distrito Federal. v. 17, n. 36, p. 21-32. 2007. Disponível em:

REIS, Risolene Pereira. Família/Escola: A importância dessa relação no desempenho escolar. In: Mundo Jovem, n 373. fev. 2007, p. 6.

ROMANELLI, G. Autoridade e poder na família. In: Carvalho, M. C.B.A. Família Contemporânea em debate. São Paulo: EDUC/Cortez, 2005.

SARTI, Cyntia Andersen. Algumas questões sobre família e políticas sociais. In: JACQUET, Christine; COSTA, Lívia Fialho (Org.). Família em mudança. São Paulo: Companhia Ilimitada, 2004.

SZYMANSKI, Heloísa. A família como um locus educacional: perspectivas para um trabalho psicoeducacional. Ver. Bras. de Est. Pedag., Brasília, v. 81, n, 197, , jan/abr, 2000, p. 14-25. Disponível em http://www.rbcp.inep.gov.br/index.php/RBEP/article/view/153. Acesso em: 11 de jan. 2016.

TIBA, Içami. Disciplina: limite na medida certa. 8. ed. São Paulo: Editora Gente, 1996.

TIBA, Içami. Quem ama educa. São Paulo: Gente, 2002.

VASCONCELLOS, Celso dos Santos. Disciplina: construção da disciplina consciente e interativa em sala de aula e na escola. 7. ed. São Paulo: Libertad, 1989.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.