Performance in Mathematics of Young and Adults in Lower Secondary Education in Encceja

Maria Irilene Alves dos Santos, Grasiany Sousa de Almeida, Leandro Araujo de Sousa, Solonildo Almeida da Silva

Abstract


The evaluation of the educational performance of youngsters and adults can occur through the National Exam for Certification of Competences of Youngsters and Adults. The tests that comprise the exam have among the purposes, to be evaluation instruments to manage the quality of education focused on the modality of Youth and Adult Education, assessing the skills and abilities foreseen in each test, as well as assessing the learning resulting from curricular components common to education such as Mathematics. The objective of this study is to analyze the performance of participants of the National Exam for Certification of Competences of Youngsters and Adults, Lower Secondary Education, in the Mathematics test of the year 2014. The research is of quantitative approach. The microdata available from the National Institute for Educational Studies and Research "Anísio Teixeira" (Inep) were used. For the analysis of the data was used descriptive statistics and the SPSS Software (Statistical Package for the Social Sciences). The results showed that males obtained better means in mathematics than females; As for location, the urban area presented a higher average than the rural area, indigenous community and quilombola community; already compared to the Brazilian region, the participants of the Southeast Region showed a better average in the component than in the South, Central West, North and Northeast regions. We suggest studies that re-analyze if the competences related to Mathematics are being reached, and how socioeconomic factors can interfere when related to the variables analyzed in this study. It is also suggested to use more sophisticated statistical tests for data analysis.


Keywords


Educational performance; Mathematics; Youth and Adult Education.

References


Andrade, M., Franco, C., & Carvalho, J. P. (2016). Gênero e Desempenho em Matemática ao final do Ensino Médio: Quais as relações?. Estudos em Avaliação Educacional, 27, 77-96. doi: http://dx.doi.org/10.18222/eae02720032178.

Bezerra, M. G., & Kassouf, A. L. (2006). Análise dos fatores que afetam que o desempenho escolar das escolas nas áreas urbanas e rurais no Brasil. Anais do XLIV CONGRESSO DA SOBER. São Paulo: Brasil.

Brasil. (1996). Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional n 9.394/1996. Senado Federal, Brasília, Brasil.

Brighenti, C. A. (2017). Entre o universal e os específicos na construção da educação escolar indígena. Revista de Educação Pública, 26(62), 391-403. doi: http://dx.doi.org/10.29286/rep.v26i62/1.5001.

Carvalho, M. P. (2014). O financiamento da EJA no Brasil: repercussões iniciais do FUNDEB. Revista Brasileira de Política e Administração da Educação-Periódico científico editado pela ANPAE, 30(3), 635-655. doi: https://doi.org/10.21573/vol30n32014.57.

Castigo, M. J. (2017). Desempenho dos Estudantes Portugueses: Modelos de Regressão Multinível. Dissertação Mestrado publicada, Universidade do Minho, Portugal

Catelli Junior, R., Gisi, B., & Serrão, L. F. S. (2013). Encceja: cenário de disputas na EJA. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 94(238), 721-744. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S2176-66812013000300005.

D'Ambrósio, U. (2012). Educação Matemática: da teoria à Prática. São Paulo, Brasil.

Ferreira, A. A., & Martinelli, S. C. (2016). Estudantes da Educação de Jovens e Adultos: considerações sobre o perfil e desempenho escolar. Educação: teoria e prática, 26(52), 312-331.

Hoffmann, C., Zanini, R. R., Corrêa, A. C., Siluk, J. C. M., Schuch Júnior, V. F., & Ávila, L. V. (2014). O desempenho das universidades brasileiras na perspectiva do Índice Geral de Cursos (IGC). Educação e Pesquisa, 40(3), 651-666. doi: http://dx.doi.org/10.1590/s1517-97022014041491.

Januario, G., Freitas, A. V., & Lima, K. (2014). Pesquisas e Documentos Curriculares no Âmbito da Educação Matemática de Jovens e Adultos. Bolema: Boletim de Educação Matemática, 28(49), 536-556. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1980-4415v28n49a04.

Lima, I. B., & Selva, A. C. V. (2013). Jovens e Adultos Construindo e Interpretando Gráficos. Bolema, 27(45), 233-253. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-636X2013000100012.

Machado, A. F., Moro, S., & Rios, J. (2008). Qualidade do ensino em Matemática: determinantes do desempenho de alunos em escolas públicas estaduais mineiras. Revista da Anpec, 9(1).

Magalhães Júnior, A. G., Lima, D., & Farias, M. A. (2013). Política de avaliação educacional no estado do Ceará: histórico dos programas de avaliação da secretaria de educação básica do Ceará (SEDUC). Tópicos Educacionais, 19(2), 54-75.

Marchelli, P. S. (2010). Expansão e qualidade da educação básica no Brasil. Cadernos de Pesquisa, 40(140), 561-585. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742010000200013.

Miranda, S. A., Pereira, E. C., & Pereira, V. A. (2017). Importância da Matemática: percepções sobre os saberes matemáticos dos pescadores artesanais. Educação: Matemática Pesquisa, 19(1), 141-159. doi: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2017v19i1p141-159.

Osti, A., & Martinelli, S. C. (2014). Desempenho escolar: análise comparativa em função do sexo e percepção dos estudantes. Educação e Pesquisa, 40(1), 49-59. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1517-97022013005000021.

Prodanov, C. C., & Freitas, E. C. (2013). Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Editora Feevale.

Rodrigues, L. O., Costa, E. M., Silva, V. H. M. C., & Mariano, F. Z. (2017). Migração educacional rural-urbana no Nordeste brasileiro: Uma análise do diferencial de desempenho escolar no ensino médio. Anais do I Congress Latin American and Caribbean Regional Science Association International. Fea/usp: São Paulo, Brasil.

Santos, H. M. N. O sistema de avaliação Nacional e a educação escolar indígena: Contrastando duas realidades a partir do ensino de ciências. Dissertação de Mestrado publicada - Curso de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Federal de Sergipe, São Cristóvão, Brasil.

Santos, J. G., & Silva, J. N. D. (2016). A Influência da Cultura Local no Processo de Ensino e Aprendizagem de Matemática numa Comunidade Quilombola. Boletim de Educação Matemática, 30(56), 972-991. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1980-4415v30n56a07.

Silva, C. M. S., & Sad, L. A. (2009). Avaliação em Matemática no Contexto da Educação Indígena. Boletim de Educação Matemática, 22(33).

Silva, M. C. R., Vendramini, C. M. M., & Lopes, F. L. (2010). Diferenças entre gênero e perfil sócio-econômico no exame nacional de desempenho do estudante. Avaliação, 15(3), 185-202. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-40772010000300010.

Soares, J. F., & Alves, M. T. G. (2013). Efeitos de escolas e municípios na qualidade do Ensino Fundamental. Cadernos de Pesquisa, 43(149), 492-517. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-15742013000200007.

Viggiano, E., & Mattos, C. (2013). O desempenho de estudantes no Enem 2010 em diferentes regiões brasileiras. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 94(237), 417-438. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S2176-66812013000200005.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i7.1160

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356