Validation of evaluation items of physical activity knowledge for Physical Education in Primary Education

Adiel Oliveira da Silva, Evanildo Cardoso de Medeiros Filho, Leandro Araujo de Sousa, José Airton de Freitas Pontes Junior

Abstract


The purpose of this study was to elaborate and validate items for the evaluation of the knowledge of elementary school students about the effects of physical activity on the body, based on the Reference Matrix for Large Scale Cognitive Evaluation of the Contents of Physical Education in Primary Education (9th year) - ACEF9. The final version of the instrument was composed of 24 items, since only those that obtained a level of agreement among the judges of IVC> 0,80 were considered valid. The items are of multiple choice with four alternatives contemplating the following general contents: i) Physiology of the Exercise, ii) Introduction to Nutrition, iii) Physical Evaluation, iv) Anatomy and v) Biochemistry. Such contents on the effects of physical activity on the body are directly or indirectly based on the National Curricular Common Base and the National Curricular Guidelines of the undergraduate course in Physical Education. The instrument resulting from this research can be used by physical education teachers in elementary school to analyze and / or check students' knowledge about the effects of physical activity on the body. Finally, we suggest that the instrument for this validated study be applied to a group of students for construct analysis, as well as other validation studies of instruments similar to this one, with reference to the ACEF9 Matrix.


Keywords


Educational evaluation; Physical Education; Physical activity; Health

References


Alexandre, N. M. C., & Coluci, M. Z. O. (2011.). Validade de conteúdo nos processos de construção e adaptação de instrumentos de medida. Ciência e Saúde Coletiva, 16(7), 3061-3068. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000800006

Bagrichevsky, M., Palma, A., & Estevão, A. (2003). A saúde em debate na educação física. (R. M. Senger, Ed.). Blumenau SC: Edibes.

Brasil. (2018). A Base Nacional Comum Curricular (BNCC): Educação é a base. Brasília: Ministério da Educação, 2018. Acesso em 22 abril, em basenacionalcomum.mec.gov.br

Brasil. (2018). Parecer CNE/CES no: 584/2018. Diretrizes Curriculares Nacionais do curso de graduação em Educação Física, 2018. Acesso em 22 abril, em http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=99961-%20pces584-18&category_slug=outubro-2018-pdf-1&Itemid=30192

Brito, A. K. A., Silva, F. I. C. da, & França, N. M. de. (2012). Programas de intervenção nas escolas brasileiras uma contribuição da escola para a educação em saúde. Saúde em Debate, 36(95), 624–632. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-11042012000400014

Farias, E. S., Carvalho, W. R. G., Golçalvez, E. M., & Guerra Júnior, G. (2010). Efeito da atividade física programada sobre a aptidão física em escolares adolescentes. Rev Bras Cineantropom Desempenho Hum, 12(2), 98–105. doi: http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2010v12n2p98

Fernandes, S., & Greenvile, R. (2007). Avaliação da aprendizagem na educação física escolar. Motrivivência, 19(28), 120–138. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-85572005000100004

Ferreira, H. S., Oliveira, B. N., & Sampaio, J. J. C. (2013). Análise da percepção dos professores de educação física acerca da interface entre a saúde e a educação física escolar: conceitos e metodologias. Revista Brasileira de Ciências Do Esporte, 35(3), 673–685. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-32892013000300011

Gaya, A. (2008). Ciências do movimento humano Introdução à metodologia da pesquisa. Porto Alegre: Artmed.

Gomes, B. M. R., & Alves, J. G. B. (2009). Prevalência de hipertensão arterial e fatores associados em estudantes de ensino médio de escolas públicas da região metropolitana do Recife, Pernambuco, Brasil, 2006. Cadernos de Saúde Pública, 25(2), 375–381. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-311X2009000200016

Hallal, P. C., Knuth, A. G., Cruz, D. K. A., Mendes, M. I., & Malta, D. C. (2010). Prática de atividade física em adolescentes brasileiros. Ciencia e Saude Coletiva, 15(2), 3035–3042. doi: https://doi.org/10.1590/S1413-81232010000800008

Paixão, J. A., Aguiar, C. M., & Silveira, F. S. A. (2016). Percepção da obesidade juvenil entre professores de educação física na educação básica. Revista Brasileira de Medicina Do Esporte, 22(6), 501–505. doi: https://doi.org/10.1590/1517869220162206149561

Polit, D. D., & Beck, C. T. (2006). Using research in evidence-based nursing practice. In: Polit, D. F., & Beck, C. T. Essentials of nursing research: methods, appraisal and utilization. Philadelphia (USA): Lippincott Williams & Wilkins, 457-494.

Pontes Junior, J. A. F., & Trompieri Filho, N. (2011). Avaliação do ensino-aprendizagem na educação física escolar. Lecturas Educación Física y Deportes, Buenos Aires, v. 16, n. 161. Acesso em 12 março, em http://www.efdeportes.com/efd161/avaliacao-na-educacao- fisicaescolar.htm.

Pontes Junior, J. A. F. (2014). Matriz ACEF9: matriz de referência para avaliação cognitiva em larga escala dos conteúdos da educação física no ensino fundamental (9º ano). Tese de doutorado, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil. Acesso em 19 abril, em http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/10477

Ribeiro, E. H. C., & Florindo, A. A. (2010). Efeitos de um programa de intervenção no nível de atividade física de adolescentes de escolas públicas de uma região de baixo nível socioeconômico: descrição dos métodos utilizados. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, 15(1), 28–34. Acesso em 11 abril, em http://www.each.usp.br/gepaf/artigos/intervencao_AF_escolas_publicas_metodos.pdf

Santos, W., Macedo, L. R., Matos, J. M. C., Mello, A. S., & Schneider, O. (2014). Avaliação na educação física escolar: construindo possibilidades para a atuação profissional. Educação em Revista, 30(4), 153–179. doi: https://doi.org/10.1590/S0102-46982014000400008.

Santos, W., & Maximiano, F. de L. (2013). Avaliação na Educação Física Escolar: singularidades e diferenciações de um comonente curricular. Revista Brasileira de Ciências Do Esporte, 35(4), 883–896. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-32892013000400006.

Santos, W., Paula, S. C., Matos, J. M. C., Frossard, M. L., Schneider, O., & Ferreira Neto, A. (2016). A relação dos alunos com os saberes nas aulas de Educação Física. Journal of Physical Education, 27(1), e2737. doi: https://doi.org/10.4025/jphyseduc.v27i1.2737.

Silveira, E. F., & Silva, M. C. (2011). Conhecimento sobre atividade física dos estudantes de uma cidade do sul do Brasil. Motriz, 17(3), 456–467. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1980-65742011000300009.

Sousa. C. P. (2000). Dimensões da avaliação educacional. Estudos em Avaliação Educacional. 22, 101-118. doi: http://dx.doi.org/10.18222/eae02220002218

Spohr, C. F., Fortes, M. O., Romballdi, A. J., Hallal, P. C., & Azevedo, M. R. (2014). Atividade física e saúde na educação física escolar: efetividade de um ano do projeto: educação física +. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, 19(3), 300–313. doi: https://doi.org/10.12820/rbafs.v.19n3p300.

Zancha, D., Magalhães, G. B. S., Martins, J., Silva, T. A., & Abrahão, T. B. (2013). Conhecimento dos professores de educação física escolar sobre a abordagem saúde renovada e a temática saúde. Revista da Faculdade de Educação Física de UNICAMP, 11(1), 204–217. doi: https://doi.org/10.20396/conex.v11i1.8637638.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i7.1142

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356