Gamification as a teaching practice

Marcelo Schaedler Massário, Carlos Henrique da Costa Barreto, Graziela Frainer Knoll, Taís Steffenello Ghisleni

Abstract


The present work seeks to present an important reconfiguration of teaching in the current era in relation to technology: the insertion of the practice of Gamification in teaching. This study will be based on a brief contextualization about the insertion of technology in teaching and how it has been constructed throughout history to this day, thus, it aims to understand the practices related to the Gamification method in context of teaching, aiming to answer the problem of "How to Gamify? ", Using a qualitative, descriptive and exploratory research. From this situation, as a result, it was possible to analyze and reveal different recurrent applications of this method, focused on learning. The research also clarifies the increased interest and motivation of young students, who are exposed daily to Gamification in the school environment, bringing a new format of education and engagement.


Keywords


Gamification; Technology; Learning.

References


Alves, F. (2015). Gamification: como criar experiências de aprendizagem engajadoras: um guia completo: do conceito à prática. 2.ed. São Paulo: DVS Editora.

Braga, J. L. (2011). Dispositivos interacionais. Trabalho apresentado ao Grupo de Trabalho Epistemologia da Comunicação, do XX Encontro da Compós, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, de 14 a 17 de junho.

Burke, B. (2015). Gamificar. Como a gamificação motiva as pessoas a fazerem coisas extraordinárias. Tradução: Sieben Gruppe. São Paulo: DVS Editora.

EI, Portal. (2017). Experiências: Com jogos eletrônicos e tradicionais, escola em Nova York tem currículo inovador. 2017. Recuperado em: 24 jan. 2019, de https://educacaointegral.org.br/experiencias/com-jogos-eletronicos-e-tradicionais-escola-em-nova-york-tem-curriculo-inovador/

Fardo, M. L. (2013). A gamificação aplicada em ambientes de aprendizagem. Revista Renote Novas Tecnologias na Educação. v. 11, n. 1 jul. 2013. Recuperado em 11 nov. 2018 de https://seer.ufrgs.br/renote/article/view/41629/26409

Freire F., J., Lemos, J. F. de. (2008). Imperativos de conduta juvenil no século XXI: a “Geração Digital” na mídia impressa brasileira. In: Comunicação, Mídia e Consumo, v. 5, n. 13 – São Paulo: ESPM.

Freire, P. (2003). Desafios da educação de adultos ante a nova reestruturação tecnológica. In: Pedagogia da Indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo: UNESP.

Gabriel, M. (2013). Educar: a (r)evolução digital na educação. São Paulo: Saraiva.

Habitica. (2018). Motive-se a alcançar seus objetivos. Recuperado em: 11 nov. 2018, de https://habitica.com/static/home.

Huizinga, J. (1993). Homo ludens. São Paulo: Perspectiva.

Jenkins, H. (2009). Cultura da convergência. São Paulo: Aleph.

Kapp, K. (2012). The gamification of learning and instruction: game-based methods and strategies for training and education. Pfeiffer.

Lemos, A. (2004). Anjos interativos e retribalização do mundo. Sobre interatividade e interfaces digitais. Recuperado em: 29 jun. 2016, de: http://www.facom.ufba.br/ciberpesquisa/lemos/interac.html

Martins, C.; Giraffa, L. M. M. (2015). Gamificação nas práticas pedagógicas em tempos de cibercultura: proposta de elementos de jogos digitais em atividades gamificadas. XI Seminário SJEEC. Recuperado em 10 out. 2016, de http://repositorio.pucrs.br/dspace/bitstream/10923/8683/2/Gamificacao_nas_praticas_pedagogicas_em_tempos_de_cibercultura_proposta_de_elementos_de_jogos_digitais_em_atividades_gamificadas.pdf.

McLuhan, M. (2007). Os meios de comunicação como extensões do homem. São Paulo: Cultrix.

Michel, M.H. (2009) Metodologia e pesquisa científica em ciências sociais, São Paulo: Atlas.

Morán, J. (2015). Educação Híbrida: Um conceito chave para a educação, hoje. In: Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação [recurso eletrônico] /Organizadores, Lilian Bacich, Adolfo Tanzi Neto, Fernando de Mello Trevisani. – Porto Alegre: Penso.

Moran, J.; et al. (2015). Ensino Hibrido: Personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso Editora.

Palfrey, J; Gasser, U. (2011). Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração dos nativos digitais. Porto Alegre: Artmed.

Passmore, J. (1980). The Philosophy of Teaching, London: Duckworth.

Postman, N. (1994). Tecnopólio: a rendição da cultura à tecnologia. São Paulo: Nobel.

Prensky, M. (2002). The motivation of gameplay: the real twenty-first century learning revolution. On the Horizon, v. 10.

Prensky, M. (2012). Aprendizagem baseada em jogos digitais. São Paulo: SENAC São Paulo.

Reis, A. V. dos. (2017). Gamification na Escola. Fabrica de Jogos. Recuperado em 12 mar. 2019, de: https://www.fabricadejogos.net/posts/gamification-na-escola/

Scheffler, I.; Pombo, O. (1973) Reason and Teaching, London.

Strutzel, T. (2015). Presença digital: estratégias eficazes para posicionar sua marca pessoal ou corporativa na web. Rio de Janeiro, RJ: Alta Books.

Tenório, T.; Bittencourt, C. P. do N.; Tenório, A. (2016). Percepções de Pesquisadores Brasileiros sobre Elementos e Estratégias da Gamificação a Serem Adotados em Ambientes Virtuais de Aprendizagem. EAD EM FOCO, [S.l.], v. 6, n. 2, ago. 2016. Recuperado em: 10 nov. 2016, de: em: http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/386

Tolomei, B. V. (2017). A Gamificação como Estratégia de Engajamento e Motivação na Educação. EAD EM FOCO, [S.l.], v. 7, n. 2, set. 2017. Recuperado em: 10 nov. 2018, de http://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/440.

Unicid. (2008) Notícia: Wii é utilizado para reabilitação de pacientes na clínica de Fisioterapia da Universidade Cidade de São Paulo. Recuperado em 24 jan. 2019, de: https://www.unicid.edu.br/wii-e-utilizado-para-reabilitacao-de-pacientes-na-clinica-de-fisioterapia-da-universidade-cidade-de-sao-paulo/

Vieira, A. (2017). A aplicação de gamification na escola. 2/10/2017. Recuperado em: 11 nov. 2018, de: https://imasters.com.br/games/aplicacao-de-gamification-na-escola




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i7.1109

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356