The use of augmented reality applied in teaching

Danilo Krebs Teles, Marcele Pereira da Rosa Zucolotto, Taís Steffenello Ghisleni

Abstract


Increasing the student's participation in the classroom so that it becomes more productive and that the classes perform more is a challenge for every teacher. In this context, our general objective is to exemplify how the use of Augmented Reality can help in teaching, and for this it was necessary: to present the advantages of the use of Augmented Reality (AR); to exemplify how RA is used in the current media ecosystem; and comment on what is needed to develop didactic materials with the use of three-dimensional technology. The methodology used was exploratory and descriptive, followed by an experiment with a class of students showing the use of this tool as a complement to the explanation of the contents in the classroom. The results show that the augmented reality can transform the use of the cell phone in the classroom, making it a learning tool and we can see that the use of the mobile phone and the AR can be an interesting allies in the student's learning, it is enough to understand about costs and benefits of its use.


Keywords


Digital environment; Motivation; Technologies; Learning.

References


Alves, Rosental Camon. (2010). Los medios deben aparcar su arrogancia. El Pais. Recuperado em 29 fev. 2019 de: http://www.elpais.com/articulo/reportajes/medios/deben/aparcar/arrogancia/elpepusocdmg/20100905elpdmgrep_5/Tes.

Aukstakalnis, Steve. (2016). Practical Augmented Reality. Pearson Technology Group.

Braga, José Luiz. (2011). Dispositivos interacionais. Trabalho apresentado ao Grupo de Trabalho Epistemologia da Comunicação, do XX Encontro da Compós, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, de 14 a 17 de junho.

Canavilha, João. O novo ecossistema mediático. Universidade da Beira Interior, 2010. Recuperado em 10 nov. 2017 em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/canavilhas-joao-o-novo-ecossistema-mediatico.pdf

Citelli, Adilson. (2015). Tecnocultura e educomunicação. Rizoma. Santa Cruz do Sul, 3(2):63.

Cortella, Mario Sergio. (2014). Educação, escola e docência: Novos tempos, novas atitudes. São Paulo: Cortez.

Fraga, Dinora e Axt, Margarete. (2012). Políticas do Virtual: Inscrições em linguagem, cognição e educação. São Leopoldo: Ed. UNISINOS.

Gabriel, Martha. (2013). Educ@ar: a (r)evolução digital na educação. São Paulo: Saraiva.

Gil, Antonio Carlos. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. 4. Ed. São Paulo: Atlas.

Gomes, Pedro Gilberto.(2016). Midiatização: um conceito, múltiplas vozes. Revista Famecos. Porto Alegre, 23(2), maio, junho, julho e Agosto.

Lévy, Pierre. (1999). Cibercultura. São Paulo: Ed. 34.

Horn, Michael B; staker, Horn.(2015). Blended: usando a inovação disruptiva para aprimorar a educação. Porto Alegre: Penso.

Martins, Valéria Farinazzo; guimarães, Marcelo de Paiva. (2012). Desafios para o uso de Realidade Virtual e Aumentada de maneira efetiva no ensino. Recuperado em 10 abril 2019 de http://br-ie.org/pub/index.php/desafie/article/view/2780/2433

McMillan, Sally J., (2002). Exploring models of interactivity from multiple research traditions: users, documents and systems”. In: Leah A. Lievrouw, Sonia Livingstone (orgs.). Handbook of New Media. Social Shaping and Consequences of ICTS. London: Sage.

Michel, Maria Helena. (2015). Metodologia e Pesquisa Científica em Ciências Sociais: Um guia prático para acompanhamento da disciplina e elaboração de trabalhos monográficos. 3. Ed. São Paulo: Atlas.

Mizutani, Wilson Kazuo. (2014). Jogos digitais e Software Livre. Estadão. 14/02/2014. Recuperado em 11 out. 2017 de: http://link.estadao.com.br/blogs/codigo-aberto/jogos-digitais-e-software-livre/

Nóvoa. Antonio. (1992). Os professores e as histórias de sua vida. In: NÓVOA, Antonio (org.). Vida de professores. Porto Editores Lisboa, p. 11-30.

Orozco Gómez, Guillermo. (2014). Educação: recepção midiática, aprendizagens e cidadania. Edições Paulinas. São Paulo

Portal da Educação. Uso da realidade aumentada em sala de aula. Informática. 2016. Recuperado em 12 nov. 2018 de: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/idiomas/uso-da-realidade-aumentada-em-sala-de-aula/66982

Ramonet, Ignacio. (2012). A explosão do jornalismo: das mídias de massa à massa de mídias. Tradução Douglas Estevam. São Paulo: Publisher Brasil.

Schmalstieg, Dieter; hollerer, Tobias. (2016). Augmented reality: principles and practice. Pearson Technology Group.

Scolari, C. A.; angeluci, A. C. B. Mobile communication is at the centre of contemporary cultural convergence processes. Intercom, Rev. Bras. Ciênc. Comun. [online]. 2016, 39(2), pp. 177-184. Recuperado em 21 nov. 2017 de: http://ref.scielo.org/wjkwwj

Silva, Marco. (2000). Sala de aula interativa. Editora Quartet. Rio de Janeiro

Silva, Tomaz Tadeu da. (2001). Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. 2. reimp. Belo Horizonte: Autêntica.

Strutzel, Tércio. (2015). Presença digital: estratégias eficazes para posicionar sua marca pessoal ou corporativa na web. Rio de Janeiro, RJ: Alta Books.

Thompson, John B. (1998). A mídia e a Modernidade: uma nova teoria social da mídia. Petrópolis, RJ: Editora Vozes.

Tori, Romero; Kirner, Claudio; siscoutto, Robson. (2006). Fundamentos e Tecnologia de Realidade Virtual e Aumentada. VIII Symposium on Virtual Reality. Belém – PA. Porto Alegre: Editora da SBC - Sociedade Brasileira de Computação.




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i7.1080

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356