Humanized care in emergency and emergency environment: An integrating review

Carla Radaelli, Arlete Eli Kunz da Costa, Luís Felipe Pissaia

Abstract


This study aims to identify in the available literature whether the care provided to patients in the emergency and emergency is humanized. The integrative literature review was used as a methodology, based on the findings of the articles published in the temporal cut from 2007 to 2017. Finally, the analysis of 07 scientific articles was analyzed and categorized and discussed, according to the Bardin Content Analysis. In the results, it was verified that the humanized care is of extreme importance, to pass security, to give a smile, to look into the eyes, to know the history of the patient, are simple attitudes, but that make the difference in the care provided to the patient. However, it has been identified that such actions do not always occur, due to lack of employees, demands, lack of resources and even physical and psychological wear and tear. Therefore, it is concluded that in the search for excellence in nursing care, it is necessary for the professional to possess the technical and scientific knowledge, without forgetting the feelings and needs of the patients.


Keywords


Humanization; Humanized Care; Urgency and emergency; Nursing.

References


Andrade, L. M. et al. (2009). Atendimento humanizado nos serviços de emergência hospitalar na percepção do acompanhante. Rev Eletrônica Enferm. 11(1), 151-72.

Baggio, M. A.; Callegaro, G. D. & Erdmann, A. L. (2008). Compreendendo as dimensões de cuidado em uma unidade de emergência hospitalar. Rev Bras Enferm. 61(5), 552-7.

Bardin, L. (2016). Análise de Conteúdo. Tradução: Luís Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70.

Beck, C. L. C. et al. (2009). Humanização da assistência de enfermagem: percepção de enfermeiros nos serviços de saúde de um município. Rev Gaúcha Enferm. 30(1), 54-61.

Benevides, R. & Passos, E. (2005). Humanização na saúde: um novo modismo? Interface Comun Saúde Educ. 9(17), 389-406.

Carvalho, D. B. G. (2015). A enfermagem e o paciente com câncer terminal: cuidados paliativos em pauta. Pindamonhangaba: Escola de Enfermagem, FUNVIC.

Cavalcante, R. B. et al. (2012). Acolhimento com Classificação de Risco: Proposta de Humanização nos Serviços de Urgência. Rev Enferm Cent.-Oeste Min. 2(3), 428-37.

Cotta, R. M. M. et al. (2013). Debates atuais em humanização e saúde: quem somos nós? Ciên & Saúde Coletiva. 18(1), 171-9.

Fonseca, A. M. et al. (2010). Reflexões éticas sobre o cuidado humanizado na percepção dos enfermeiros. Ciên & Saúde. 3(1), 2-8.

Fontana, R. T. (2010). Humanização no processo de enfermagem: uma reflexão. Rev Rene Fortaleza. 11(1), 200-7.

Gallo, A. M. & Mello, H. C. (2009). Atendimento humanizado em unidades de urgência e emergência. Rev F@pciência. 5(1), 1-11.

Maciak, I.; Sandri, J. V. A. & Spier, F. D. (2009). Humanização da assistência de enfermagem em uma unidade de emergência: percepção do usuário. Rev Cogitare. 14(1), 127-35.

Marques, G. Q. & Lima, M. A. D. S. (2009). Demandas de usuários a um serviço de pronto atendimento e seu acolhimento ao sistema de saúde. Rev Latino-americana Enferm. 15(2), 13-19.

Pessini, L. & Bertachini, L. (2004). Humanização e cuidados paliativos. São Paulo: Edições Loyola.

Pinto, K. M. L. & Reis, S. (2016). Atuação do enfermeiro urgentista no controle da dor [monografia]. Portugal: Escola de Enfermagem, Universidade do Mindelo.

Pissaia, L. F. & Thomas, J. (2019). New emergency and emergency scenarios: intersections with the first Meeting of Nursing Caring in Emergencies of Coren-RS. Research, Society and Development, 8(5), 685938.

Souza, R. B.; Silva, M. J. P. & Nori, A. (2007). Pronto-Socorro: uma visão sobre a interação entre profissionais de enfermagem e pacientes. Rev Gaúcha Enferm. 28(2), 242-9.

Vasconcelos, M. F. G. & Selow, M. L. C. (2016). Atendimento humanizado pela equipe de enfermagem nas unidades de urgência e emergência. Vitrine Prod Acad. 4(2), 205-20.

Versiani, C. C. et al. (2012). Humanização da assistência de enfermagem nos serviços de urgência e emergência hospitalar: um desafio. EFDeportes. 17(170).




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i6.1057

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356