The corporal practices of adventure in brasiliens`schools: systematic review

Héliton Jânio Gomes Rosa, Amanda Cristina de Souza, Ariane Karolaine Souza da Silva, Cleonice Terezinha Fernandes

Abstract


The objective of this study is to analyze how the Adventure Body Practices (PCA) were developed in the school in the last 10 years; whose descriptors - sports, adventure, corporal practices, content, physical education, nature, environment, allowed to find 122 studies in 4 databases: Scielo; Google Scholar, Redalyc and Lilacs. Five studies were selected according to the inclusion and exclusion criteria. It is possible to observe didactic-pedagogical practices, when contemplating the dimensions of the contents, narrowing the relation between the human being and the nature. However, we conclude that the potential of PCA for cognomotor development was not addressed in the studies, in their dimensions of interconnected cognitive and motor functions, making us infer that the current paradigm is not yet embodied cognition, where body and mind are inextricably together. It is up to teachers, education secretariats and higher education institutions to foster specific training both in undergraduate and postgraduate courses.


Keywords


School physical education; Body\movement; Sports

References


Betrán, J. de O. (1995) Las actividades físicas de aventura en la natureleza: análisis sociocultural. Apunts: Educacion Física y Deportes, Barcelona, n.41, p. 5-8. Acesso em 05 dezembro em http://www.revista-apunts.com/es/hemeroteca?article=811

Brasil. (2014). Diretrizes Metodológicas: Elaboração de Revisão Sistemática e Metanálise de Ensaios Clínicos Randomizados. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Departamento de Ciência e Tecnologia. Brasília.

Cássaro, Elizandro Ricardo. (2011). Atividades de Aventura: aproximações preliminares na rede municipal de ensino de Maringá. Universidade Estadual de Londrina–UEL. Londrina. Acesso em 05 dezembro em http://www.uel.br/cef/demh/especializacao/doc/monografias/Elizandro_Ricardo.pdf

Capaverde, Mariane Rech; MEDEIROS, Tiago Nunes; ALVES, Sergio Luiz Chaves. (2012). Esporte de Aventura nas Aulas de Educação Física: Uma Alternativa ao Alcance dos Profissionais? Revista Vento e Movimento. FACOS/CNEC. v. 1, n. 1, Osório. Acesso em 05 dezembro, em http://facos.edu.br/publicacoes/revistas/vento_e_movimento/abril_2012/pdf/esporte_de_aventura_nas_aulas_de_educacao_fisica_-_uma_alternativa_ao_alcance_dos_profissionais.pdf

Damásio, Antônio. (1996) O erro de Descartes: emoção, razão e cérebro humano. São Paulo: Companhia das Letras.

França, Dilvano Leder; DOMINGUES, Soraya Correa. (2015). Esportes de Aventura Nas Aulas de Educação Física. Educere XII Congresso nacional de educação. Paraná. Acesso em 05 dezembro, em https://acervodigital.unesp.br/bitstream/123456789/41549/1/01d19t03.pdf

Freitas, Tamires Alvarado; Rufino, Luiz Gustavo. Bonatto; Tahara, Alexander Klein; Darido, Suraya Cristina. (2016). Avaliação da Implementação de um Programa de Práticas Corporais de Aventura na Educação Física Escolar. Arquivos em Movimento, v. 12, n. 1. Rio de Janeiro. Acesso em 05 dezembro, em https://revistas.ufrj.br/index.php/am/article/view/9262

Magalhães, Josy Cristina. (2016). O ensino das práticas corporais de aventura a partir da abordagem pedagógica crítico superadora: experiência em uma escola municipal de Goiânia. Universidade Federal de Goiás. Acesso em 05 dezembro, em https://repositorio.bc.ufg.br/

Marinho, Alcyane; Schwartz. (2005). Gisele Maria. Atividades de aventura como conteúdo da educação física: reflexões sobre seu valor educativo. Lecturas: Educación Física y Deportes, v. 10, n. 88, São Paulo. Acesso em 05 dezembro, em http://www.efdeportes.com/efd88/avent.htm

Paixão, Jairo Antonio. (2017). Esporte de aventura como conteúdo possível nas aulas de educação física escolar. Motrivivência, v. 29, n. 50, Florianópolis, Acesso em 05 dezembro, em https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2017v29n50p170

Pereira, Dimitri Wuo.; Armbrust, Igor. (2010). Pedagogia da aventura. Jundiaí, SP: Fontoura.

Sampaio, Rosana; Mancini, Marisa. (2007). Estudos de Revisão Sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidencia cientifica. Revista brasileira de fisioterapia, v. 11, n. 1, São Carlos. Acesso em 05 dezembro, em http://www.scielo.br/pdf/rbfis/v11n1/12.pdf

Teruel, Ana Paula. (2011). Atividades de aventura no contexto escolar, na visão de professores de educação física. Trabalho de conclusão de curso (licenciatura - Educação Física) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro. Acesso em 05 dezembro, em http://hdl.handle.net/11449/121569




DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v8i6.1043

Refbacks



Base de Dados e Indexadores: Base, Diadorim, Sumarios.org, DOI Crossref, Dialnet, Scholar Google, Redib, Doaj, Latindex, Redalyc, Portal de Periódicos CAPES

Research, Society and Development - ISSN 2525-3409

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

Rua Irmã Ivone Drumond, 200 - Distrito Industrial II, Itabira - MG, 35903-087 (Brasil) 
E-mail: rsd.articles@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/Research-Society-and-Development-563420457493356